Consumo de água é suspenso na zona rural da Região de Caetité

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 21 jan 2010

Correio da Bahia

O Instituto de Gestão das Águas e Clima (INGÁ) e a Secretaria de Saúde do Estado notificaram, nesta quinta-feira (21), a Prefeitura Municipal de Caetité e as Indústrias Nucleares do Brasil (INB) a suspenderem imediatamente o consumo de água em três pontos onde foram detectadas a presença de radioatividade alfa e beta acima do permitido pela portaria 518/04 de potabilidade de água do Ministério da Saúde.

Destes três, apenas um ponto é utilizado para abastecimento humano com radioatividade alfa acima do limite permitido. Trata-se do poço da Prefeitura do povoado Barreiro, da zona rural de Caetité, que abastece cerca de 15 famílias desde 2007, com água armazenada em uma caixa d´água.

A Prefeitura Municipal foi notificada a suspender imediatamente o uso da água deste poço e a garantir o abastecimento alternativo de água para as famílias atingidas. O não cumprimento da notificação implica na aplicação das penalidades previstas na Lei 11.612/09 (Lei das Águas).

A suspensão foi determinada pelo diretor geral do INGÁ, Julio Rocha, logo após o recebimento dos resultados da última análise de coleta de amostra de água realizada pelo órgão na região de Caetité, no Sudoeste do Estado, no início de dezembro de 2009.

Os comentários estão encerrados.