Corpo do baixista do Calcinha Preta é enterrado ao som de ‘Cobertor

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 26 dez 2009

do G1

O corpo do baixista do Calcinha Preta, Gilson Batata, foi enterrado no início da noite deste sábado (26), no Cemitério Colina da Saudade, em Aracaju, no estado de Sergipe. Durante a cerimônia, que foi acompanhada por centenas de fãs, familiares e músicos, foi executada a música do grupo ‘Cobertor’.

Gilson Pereira de Almeida, nome de batismo de Batata, morreu em Caicó, no Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (25), horas antes de uma apresentação da banda. O cantor da banda, Bel Oliver, no palco, deu a notícia do falecimento aos fãs que esperavam o show do grupo em Caicó. ‘Nós perdemos o nosso líder, o cara que era o pai da banda, querido por todos nós, respeitado por todos’, disse o músico, desculpando-se pelo cancelamento da apresentação e pedindo uma salva de palmas para o colega. ‘Ele estava aqui junto com a gente, se sentiu mal, uma dor na barriga. A gente levou ele para o hospital, chegou lá e ele não aguentou.’

A polícia disse que a causa da morte do baixista foi um infarto agudo do miocárdio. Além do show em Caicó, o grupo cancelou as apresentações em Conceição do Coité e em Caldas do Jorro, no interior da Bahia, neste sábado (26) e emTeófilo Otoni, em Minas Gerais, no domingo (27). A banda ainda não decidiu se vai cancelar datas posteriores.

O baixista tocava e atuava como diretor artístico do Calcinha Preta havia mais de sete anos. Natural de Ribeira do Pombal, na Bahia, morava em Sergipe havia mais de 30 anos. Já tocou em grupos como Los Guaranys, Vim Te Vê e Forró Sucesso, e acompanhou músicos como Roberto Alves, Ismar Ribeiro e Chiko Queiroga. Ele deixa esposa e quatro filhos. As informações são do G1.

Escreva um Comentário

Faça o login para publicar um comentário.