Cultura “é voar fora da asa”. A partir de agora, você já pode programar os voos culturais da semana.

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Vit. da Conquista | Data: 08 ago 2013

Tags:, ,

por Valentina VazBorboleta

(A cultura) Essa “bichinha” danada não serve pra nos limitar, é nossa carta de alforria, é autorização pra produzir, se expressar e ser. Pode ser bicho, gente, seja o que for. Desde que nos arrepiem os sentidos, formem opinião e consigam representar a essência de todas as gerações, só pode ser cultura.

A alguns dias, pensando a cultura e suas composições, só achei coisas superficialmente grandiosas pra colocar no papel. A sociologia anda convicta de que a cultura é tudo aquilo que resulta da criação humana. Já imaginou? Estamos falando de três milhões de anos atrás!

Confira o texto e a programação cultural:

Resolvi aprofundar um pouco e encontrei outras curiosidades sociológicas sobre os seres culturais e as funções desse enigmático elemento social. Disseram-me que só o homem possui cultura e que a dita cuja serve para limitar normativamente as necessidades humanas. Eu, que não me contento com essa falta de poesia e “não aguento ser apenas um sujeito que abre portas, que puxa válvulas, que olha o relógio, que compra pão às 6 horas da tarde, que vai lá fora, que aponta lápis, que vê a uva etc. etc.”

Pedi perdão aos sociólogos por minha falta de contentamento, expliquei que além de ler e ver, “eu precisava ser Outros” e fui pra rua. Respirei cada detalhe da cidade, “aprendi a gostar das coisinhas do chão, antes que das coisas celestiais, passei os dias ali, quieto, no meio das coisas miúdas. E me encantei.”

Agora, depois disso, é que tudo virou de ponta cabeça. Além de pedir desculpas aos sociólogos, eu resolvi pedir licença pra dizer que racionalizar demais as manifestações culturais, restringindo-as aos seres humanos e, ainda por cima afirmar que ela serve pra nos limitar, é coisa pra Idade das Trevas. Eu vivo no século XXI, com a mente lá no século XXII, e no meu tempo “quem anda no trilho é trem de ferro, sou água que corre entre pedras: liberdade caça jeito.”

Sem limitações, estou aqui pra dizer que nas flores, no olhar dos cachorros de rua, no cri cri das “cigarras urbanas”, nos ensaios de cada banda de garagem misturados com assobio dos pássaros, nos meninos de olhar forte enfrentando o mundo, na esperança reluzindo nas pessoas indo às ruas, no grito dos poetas pedindo pra serem ouvidos, nos casos de colo dos nossos antepassados que não estão nos livros, nos muros pichados, na dança de rua, nas fotografias, nos cineastas produzindo longas metragens dentro da mente, é que a gente acha cultura.

Essa “bichinha” danada não serve pra nos limitar, é nossa carta de alforria, é autorização pra produzir, se expressar e ser. Pode ser bicho, gente, seja o que for. Desde que nos arrepiem os sentidos, formem opinião e consigam representar a essência de todas as gerações, só pode ser cultura.

Cultura “é voar fora da asa”. A partir de agora, você já pode programar os voos culturais da semana.

Agradecimentos a Manoel de Barros, que me ensina a grandeza da simplicidade das coisas e me emprestou trechos dos seus pensamentos.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

1. Pauta Gratuita – Espaços Culturais Secut

Em comemoração ao Dia Nacional do Folclore, durante o mês de agosto, os espaços culturais da Secult disponibilizam pautas gratuitas para atividades artisticos-culturais relacionadas à Culturas Populares.

Mais informações em: www. cultura.ba.gov.br

2. Cursos de qualificação em Artes no interior da Bahia.

Vitória da Conquista: Curso de Literatura – 16 de Agosto

Inscrições: 8 a 13 de Agosto.

Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima.

3. Discotecagem Futurista – Electrótipo

Local: Viela SEBO-CAFÉ

10 de Agosto – 20:00.

4. Promoção “Fome de Cinema” válida de 22 de Julho a 22 de Agosto.

Local: Shopping Conquista Sul.

(Consultar regulamento no site)

5. Microfone Aberto

Local: Mercatto

8 de Agosto – 22:00h.

Inscrições pelo facebook.

6.  Carona Teatro Apresenta: TEATRO CHILENO

 “Victor tem sentido e Razão – Solidão a Esquizofrenia”
Data: 8 e 9 de agosto
Local: Teatro Carlos Jeova (Mercado de Artesanato)
Praça da Bandeira, Centro, Vitória da Conquista.Valor: 10 inteira – 5 meia

Os comentários estão encerrados.