Dados do TRE-BA apontam crescimento de abstenção nas eleições baianas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Bahia | Data: 28 jul 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

clip_image004[3][3]O número de abstenções vem crescendo eleição após eleição, aponta um levantamento realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Os números são ainda maiores nas eleições gerais – aquelas que definem os futuros Deputados Estaduais e Federais, Senador, Governador e Presidente.

Ao comparar-se apenas as duas últimas eleições realizadas no país, é possível detectar que em 2010, quando foi realizado o último pleito geral, 2.057.633 eleitores deixaram de votar em toda a Bahia, ou seja, 21,55% dos 9.544.368 aptos a comparecerem às urnas naquele ano. Em 2012, quando as eleições foram para escolha de prefeitos e vereadores, o percentual de ausência caiu para 18,27%, apesar de o número de eleitores ser bem maior: 10.110.122 pessoas.

O índice de abstenção nas eleições gerais é em média 4% maior do que nas eleições municipais. “Em um eleitorado de pouco mais de dez milhões, como é o caso da Bahia, isso representa mais que todos os eleitores de Feira de Santana (387.768 pessoas) ou quase duas vezes os de Vitória da Conquista (224.637)”, enfatiza o Coordenador de Eleições do TRE-BA, Maurício Amaral.

Segundo o TER-BA, o fenômeno deve-se ao fato de o eleitor se identificar mais com a disputa municipal, onde são trazidas demandas locais, compreendendo, portanto, uma realidade mais imediata.

 Tabela comparativa das abstenções desde 2006

 

Eleição Eleitorado total Abstenção
2006 9.109.353 1.884.249 (20,68%)
2008 9.153.629 1.333.247 (14,56%)
2010 9.544.368 2.057.633 (21,55%)
2012 10.110.122 1.848.038 (18,27%)

Os comentários estão encerrados.