Doação de alimentos para animais é prática comum ao contrário de maldosa reportagem

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 02 nov 2017

Tags:, ,

da Redação
Foto: Tudo pela liberdade

Um blog sensacionalista que demonstra clara intensão de atacar o Governo Municipal, – o faz de forma irresponsável ao elaborar mais uma reportagem deturpando comunicado interno da Prefeitura. A matéria já traz na manchete a intenção do ataque rasteiro e desleal. Desta vez o alvo foi o Cetas – Centro de Triagem de Animais Silvestres. Na manchete o blog denota a clara intenção do ataque: Meio Ambiente: sem recursos animais terão que comer frutas e verduras “estragadas” em Vitória da Conquista. A manchete foi uma afirmação leviana do blogueiro.

Doação não é lixo

Doação em Conquista nas feiras livres nunca foi lixo. Várias instituições filantrópicas recebem doações de alimentos que abastecem pessoas. Os alimentos doados são aqueles que não são comercializados, e que não retornam ao estoque do comerciante.

Banco de Alimentos

O Brasil é um dos países que mais desperdiça alimentos. O Banco de Alimentos foi criado e desenvolve campanhas Ajude a quem precisa conheça o Banco e seja um doador. O combate a fome no Brasil ainda não possui uma política eficaz. A média de desperdícios no Brasil está entre 30% e 40%. Esses alimentos descartados são alvo da Secretaria do Meio Ambiente e disponibilizados ao Cetas.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, nas dez maiores capitais do País, o cidadão consome 35 quilos de alimento por ano, ou seja, dois quilos a menos do que o total que é jogado no lixo. A média de desperdícios no Brasil está entre 30% e 40%. Nos Estados Unidos, esse índice não chega a 10%. Estima-se que em restaurantes, o índice de desperdício chega a 15% e nas casas, a 20%.

Cetas

No caso do Cetas, as frutas antes de serem servidas aos animais passam por uma triagem, e são cortadas e colocadas em bandejas. Os veterinários são responsáveis pela distribuição de frutas e verduras. A administração municipal não recebeu nenhum relatório da equipe do Cetas apontando qualquer irregularidade. A equipe possui dois veterinários e uma bióloga.

Os comentários estão encerrados.