Embasa trabalha na manutenção do sistema de esgotamento após as últimas chuvas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 27 jan 2020

Tags:, ,

Editar imagem

Durante o final de semana a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) registrou 82 solicitações de serviços para manutenção na rede coletora do sistema de esgotamento sanitário de Vitória da Conquista. No início da manhã desta segunda (27) o sistema de atendimento já registrava 31 chamadas em pontos notificados pela população. O aumento no número de ocorrências acontece após as chuvas registradas nos últimos dias na cidade.

Em períodos chuvosos, os extravasamentos de esgoto aumentam consideravelmente devido, principalmente, ao lançamento irregular de águas pluviais nas redes coletoras por parte de alguns usuários do sistema de esgotamento. Com esta ação, as tubulações que não são construídas para isso, passam a receber um grande volume de água proveniente das enxurradas e das calhas dos telhados de imóveis. Além disso, a água da chuva carrega para dentro da tubulação resíduos sólidos e areia, obstruindo a passagem do esgoto e criando uma pressão interna que impossibilita o correto funcionamento do equipamento, ocasionando extravasamentos. 

“As equipes trabalharam durante o final de semana em regime de plantão para atender às notificações da população. É importante ressaltar que a população deve utilizar o sistema de esgotamento de forma correta, bem como acionar a Embasa quando identificar problemas em seu funcionamento. Lembrando que existem aproximadamente 800 quilômetros de rede de esgoto em toda a cidade”, explica o gerente regional da Embasa, Joselito Pires.

As equipes da Embasa continuam atuando e os trabalhos nesta segunda só serão encerrados após serem atendidas as chamadas registradas. O extravasamento na rua João Miguel Lourenço, no bairro Alto Maron, por exemplo, foi concluído por volta das 9h, seguido do trabalho de limpeza das ruas atingidas pelo esgoto.

Dicas importantes – O Sistema de Esgotamento Sanitário de Vitória da Conquista é constituído por aproximadamente 800 km de rede coletora, 24 estações de bombeamento e a maior estação de tratamento existente nas regiões Norte/Nordeste do país com capacidade para tratar 533 litros por segundo pelo método de lodo ativado.

O bom funcionamento do sistema de esgotamento depende da correta utilização pelos usuários. Por isso, a água da chuva não deve ser lançada no equipamento, óleo e borra de café não devem ser descartados nas pias; resíduos sólidos como folhas de árvores, plásticos, buchas, papel e tecido devem ser retirados dos ralos; papel higiênico, preservativos, absorventes e bituca de cigarro não devem ser jogados no vaso sanitário. Também é importante lembrar que lugar de lixo é no lixo e a água de chuva deve ser escoada pelo canal de drenagem.

Os comentários estão encerrados.