Escolas da rede pública municipal favorecem inclusão de alunos autistas

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 07 abr 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Secom/Prefeitura (Conteúdo)

Victor Custódio, 6 anos, é aluno da Escola Municipal Padre Aguiar

Na última segunda-feira (2), o mundo celebrou o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A data é mais uma oportunidade para sensibilizar a população sobre o autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.

Uma dessas pessoas é Victor Custódio, 6 anos, aluno da Escola Municipal Padre Aguiar. Assim como Victor, outros 140 estudantes com Transtornos do Espectro Autista (TEA) estão matriculados na Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista e diariamente celebram êxitos.

Responsável pela Sala de Recursos Multifuncionais da Escola Padre Aguiar, a psicopedagoga Denise Badim explica que o trabalho com esses alunos acontece em todos os espaços da instituição. “Aqui na escola, por exemplo, todos os seis alunos com TEA contam com auxiliares de vida escolar para ajudá-los no desempenho das atividades diárias. Além disso, preparamos materiais específicos que são usados por esses alunos na sala de aula”.

As atividades acontecem ainda nas Salas de Recursos Multifuncionais – espaços com diferentes tipos de materiais educativos, jogos lúdicos e brinquedos devidamente escolhidos e organizados para o trabalho com crianças com deficiência. Os resultados de todos esses esforços por parte dos educadores e da Secretaria Municipal de Educação, que mantém 12 destas salas, podem ser vistos na vida dos alunos. “Fico muito feliz quando o meu filho pega a mochila e fala que quer ir para escola. Isso é muito importante para a socialização e estímulo da parte cognitiva, além de desenvolver a independência”, declara Juliana Pereira, mãe de Victor, 6 anos.

Leandro Dias, 7 anos, aprende brincando na Sala de Recursos multifuncionais

Também compartilha da mesma alegria a dona de casa Cíntia Aparecida Dias. Ela é mãe de Leandro Dias, 7 anos, que foi para a escola pela primeira vez: “Estou gostando muito da escola. Apesar de ainda estarmos no início do ano, vejo que meu filho foi bem recebido, está se adaptando melhor e se enturmando mais”.

No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, muitas pessoas se reuniram na Praça 9 de Novembro para um evento de conscientização sobre a data. Dentre essas pessoas, estava a pequena Lívia Maria Oliveira, também estudante da Escola Municipal Padre Aguiar e portadora do espectro autista. Para o pai de Lívia, Aldemir Souza, ter uma escola para atender a filha próximo de casa é um grande privilégio.

Lívia Maria, em evento na Praça 9 de Novembro: ela também é estudante da Escola Municipal Padre Aguiar

Os comentários estão encerrados.