Fecularia que custou R$ 5,6 milhões está fechada por falta de mandioca

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 06 ago 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_1888O Complexo Industrial da Coopasub, inaugurado em 2011, para produzir fécula em Vitória da Conquista, está fechado há cerca de 4 meses. O investimento de R$ 5,6 milhões, que deveria produzir 100 toneladas de fécula por dia, se encontra parado por falta do principal material: a mandioca.

O Blog da Resenha Geral esteve na indústria, montada no povoado de Vereda do Progresso, e encontrou portões fechados. Funcionários que fazem a segurança do local confirmaram a informação de que a falta da mandioca fez com que a produção parasse. O motivo da falta do produto ainda não foi informado pela Cooperativa Mista Agropecuária de Pequenos Agricultores do Interior da Bahia (Coopasub).

Logo que foi inaugurada, a Fecularia produziu, em apenas 52 dias trabalho, 1.484 toneladas de raiz de mandioca e produzidas 373 toneladas de fécula.

O Projeto – O Complexo Industrial da Coopasub é resultado da parceria entre a Fundação BB, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, com investimento social de mais de R$ 12 milhões, que inclui ainda compra de equipamentos; instalação de casas de farinha; apoio à gestão, com capacitações; e estações digitais, para oferta de cursos de informática.

O projeto conta também com a parceria da Petrobrás, do Sebrae, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (Ebda), do Banco do Brasil e da Unitrabalho.

O objetivo do empreendimento é propiciar condições para melhoria na renda e na qualidade de vida das famílias dos agricultores familiares – produtores de mandioca da região.  O empreendimento também agregaria valor ao produto, por meio da industrialização da fécula e da farinha, evitando o desperdício e contribuindo para a valorização da produção.

Os comentários estão encerrados.