Força-Tarefa irá investigar atos de violência em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 17 fev 2010

Por Rodrigo Ferraz

Um grupo de promotores e procuradores se reuniram na sede do Ministério Público Estadual (MPE), unidade de Vitória da Conquista, nesta quarta-feira (17), para definir um esquema de investigações com relação aos 18 homicídios que aconteceram nos últimos dois meses na cidade.

O procurador-geral de Justiça, Lidivaldo Britto, que esteve presente no encontro, disse que todos esses episódios serão apurados com o auxilío de sete promotores, sendo que quatro pertencem a Salvador, além das Polícias Civil e Militar. “O Ministério está assumindo o compromisso para solucionar esse problema que chocou toda a Bahia”, garante. Ele ainda destacou que as autoridades estão imbuídas nas investigações de todos os casos.

De acordo com o Procurador Chefe do Ministério Público Federal na Bahia, Danilo Dias, o órgão irá acompanhar de perto todos os casos. Ele não escondeu a possibilidade do auxílio da Polícia Federal nas investigações. “A princípio, isso não vai acontecer. Vamos dar o voto de confiança para o estado e buscar as devidas soluções para essa situação”.

A promotora e coordenadora do Grupo de Atuações Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações (Gaeco), Ana Rita Nascimento, falou sobre a importância da comunidade nas investigações. “Qualquer denúncia será aceita. É necessário que a população nos ajude. Não se preocupem com a integridade, pois iremos manter sigilo das testemunhas. Não podemos adivinhar a autoria dos crimes”, explica.

O pai de um dos jovens que está desaparecido espera que a iniciativa da força-tarefa auxilie para que seu filho possa aparecer de novo. “Já ouvimos muitos boatos, até de que ele poderia estar em Itabuna, mas até agora nada. Espero que a justiça haja de uma melhor forma”, finaliza.

Os comentários estão encerrados.