Polícia prende quadrilha do ‘Golpe das Panelas’

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Polícia, Segurança, Vit. da Conquista | Data: 17 mar 2015

Tags:, ,

Da Redação

O grupo era formado por quatro homens, todos portugueses.

clonagem cartãoPoliciais do grupo de Rondas Ostensivas Táticas de Ações Policiais (ROTAP) e do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), ambos da 77ª CIPM, conduziram na noite de ontem, Laerte Gomes, 27 anos, Estevan Marocline Brueschak, 23 anos, e os irmãos Thiago Marcus, 30 anos, e Leandro Marcus Morlim, 22 anos, todos portugueses e oriundos da cidade de São José do Rio Preto-SP, para o DISEP.

Os quatro indivíduos estavam hospedados em um hotel de Vitória da Conquista e foram acusados de praticar golpe contra diversas pessoas nesta cidade. Com eles os militares apreenderam 7 máquinas de passar cartão, notas, recibo, tablets, celulares. No DISEP compareceu uma das vítimas do golpe que informou que foi lesionada em R$ 1200 reais na compra de 18 peças.

Entenda o golpe através do relato de uma vítima:

panelas“Se trata de pessoas bem afeiçoadas andando de Toyota Hillux e Fiat Punto vendendo panelas aqui em VCA. São mais de três Hillux e um Punto vermelho, eles me abordaram hoje próximo a um supermercado e propuseram um excelente desconto na compra de panelas.

Nas panelas eles fazem o teste de riscar e bater para mostrar que não arranha e não amassa. Oferece brindes e quando você negocia o valor e passa o cartão, a maquineta diz que está sem sinal (neste momento seu cartão já foi clonado e a compra efetuada) daí eles pegam uma outra maquineta e a compra é aprovada saindo o comprovante.

Liguei para o cartão e tem o registro de duas compras de 1.200 reais, neste caso estaria pagando por duplicidade. Uma maquineta é modificada, falsa e adulterada.

Eles são muitos e revezam entre si para confundir. Eles fazem parte de uma quadrilha que está por todo o Brasil e saem aplicando este golpe.

São extremamente organizados e se comunicam por códigos.”

A 77ª CIPM alerta para todas as pessoas que fizeram compras com essa quadrilha que verifiquem junto com a operadora de cartão se o valor passado é condizente com a compra.

Os que se sentiram lesados devem se dirigir ao DISEP para prestar queixa contra o grupo.

Para mais informações sobre ocorrências em Vitória da Conquista curta nossa página.

 

 

Os comentários estão encerrados.