Governo Municipal leva serviços do Cras às comunidades rurais mais distantes

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 14 set 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) tem realizado, durante o mês de setembro, ações comunitárias em localidades rurais mais distantes dos serviços de Assistência Social. Na próxima quinta-feira (16), por exemplo, a comunidade atendida será Lagoa de Melquíades. O objetivo é oportunizar às famílias o acesso aos programas e serviços disponibilizados pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

A última comunidade beneficiada com a ação foi o Quilombo Oiteiro, na quinta-feira (9). O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Rural fez o atendimento na sede da associação e em um estabelecimento comercial da comunidade.

Foram realizadas novas inscrições e atualização de cadastros do CadÚnico, orientação dos demais serviços do Cras, como Programa Primeira Infância, o serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e a regularização de documentação civil.

“Durante este mês, além da comunidade de Oiteiro, a equipe do Cras realizará ação nas comunidades de Lagoa de Melquíades, Boqueirão e Corta Lote, um atendimento que possibilita o acesso dessas comunidades às políticas públicas, não só da Assistência Social, mas também de outras políticas sociais como saúde e educação”, explicou a gerente do Cras Rural, Carla Mascarenhas.

O presidente da Associação do Quilombo de Oiteiro, Valdenício Gonçalves dos Santos, lembrou a importância das ações que a Prefeitura tem realizado na comunidade, como o mutirão do cadastramento para o Auxílio Emergencial do Governo Federal. “Tem gente aqui que depende de um Bolsa Família para sobreviver, principalmente este ano, que a nossa cultura do andu não deu nada por conta da seca. Então, este trabalho que a Prefeitura está fazendo dentro da nossa comunidade é muito importante”, declarou Valdenício.

Viviana dos Santos Viana (36 anos) aproveitou a ação para atualizar seu cadastro do Bolsa Família, pois, sua filha mais velha, vai morar em outra cidade e por isso ela precisou tirá-la do seu cadastro. “Para nossa comunidade essa vinda da equipe até aqui é muito importante, porque muitas pessoas não tem condição de ir até a cidade, então, pra gente facilitou demais”, avaliou Viviana.

Os comentários estão encerrados.