Guilherme Menezes poderia ter economizado R$ 280 mil se reduzisse salários de secretários em janeiro

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 09 dez 2016

Tags:, , ,

Tribuna da Conquista

7968_Guilherme_MenezesNo apagar das luzes, o atual prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes (PT), tenta passar uma imagem de responsabilidade com o dinheiro público ao reduzir parte de seu salário e dos secretários.

Todavia, o esforço que faz agora é única e tão somente para fechar as contas e não ser multado pelo Tribunal de Contas dos Municípios caso ultrapassasse o limite máximo de gastos com o pessoal, que é de 54% das despesas municipais.

Se, caso, realmente tivesse o intuito de economizar, o petista poderia muito tem ter tomado essa medida no início de 2016 deixado de gastar quase R$ 300 mil reais com o primeiro escalão. Na verdade, seria aproximadamente R$ 270 mil. Se, ao invés de 19 secretários a gestão municipal tivesse, por exemplo, 12 secretários essa economia seria ainda maior. Poderia beirar a casa de R$ 1 milhão no ano.

Repatriação 

Devido aos gastos elevados até novembro, o prefeito Guilherme Menezes e sua equipe busca, a todo o custo, “economizar” no último mês de mandato. Está exonerando comissionados, diminuindo as gratificações e vantagens dos que ficaram e, em muitos casos, deixando os livre-nomeados apenas com o salários base.

Os comentários estão encerrados.