Homem com deficiência mental espera há 9 meses por cirurgia em Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 09 ago 2015

Tags:, ,

Da Redação

Com informações e foto site G1

pedro sena britoUm homem de 53 anos, que tem deficiência mental, aguarda há nove meses por uma cirurgia pelo Sus, para remover uma pedra renal que se alojou em sua uretra. Pedro Sena Brito é morador da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

A irmã de Pedro, Manuela Sena, afirma que o paciente sofre de problemas de pedras nos rins há 8 anos. “Ele passa por sessões regulares de litotripisia – tratamento que fragmenta as pedras -, e consegue eliminar as pedras. Certa vez, demorou para conseguirmos marcar esse procedimento e um apedra desceu e se alojou na uretra”, conta Manuela.

Ela conta que a cirurgia não é feita em Vitória da Conquista e que o irmão já foi encaminhado pela Secretaria de Saúde do município várias vezes para o Hospital Santa Isabel, em Salvador, mas nunca conseguiu a operação.

“Ele sente dores muito fortes. Tem épocas que ele prende a urina, por causa dor. Aí temos que ir ao médico, para eles conseguirem retirar a urina. E com as dores, ele fica agressivo, e acaba tendo que tomar  remédio controlado. Ele tem passado a maioria do tempo dormindo, por causa do remédio”, diz Manuela.

A irmã do paciente contou ao G1 que chegou a fazer orçamentos da cirurgia pela rede particular, mas se desanimou. “Aqui em Conquista, o médico mais barato me cobrou R$ 7 mil, mas tem gente que cobra de R$ 10 a R$ 12 mil”, diz. Para ajudar Pedro, Manuela criou um grupo no Facebook, para pedir contribuições em dinheiro e tentar pagar a cirurgia pela rede particular.

Manuela conta ainda que registrou o caso, na última sexta-feira (7), junto à Defensoria Pública do Município. O defensor Pedro Souza confirmou que está acompanhando o caso.

“Tomamos conhecimento dessa situação na sexta-feira. Vamos prestar todas as orientações ver se conseguimos uma solução extrajudicial ou se precisaremos entrar na Justiça para resolver a questão”, disse Pedro.

O G1 entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), que informou que Pedro Sena Brito não está cadastrado na regulação, e que neste caso específico, ele tem que ser encaminhado pela Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista, pois ele já está inscrito no programa de Tratamento Fora do Domicilio (TFD), que é de responsabilidade da gestão municipal.

O G1 não conseguiu contato com a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista.

Os comentários estão encerrados.