Honrar os seus pais

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 08 maio 2016

Tags:, ,

Por Alberto David

Alberto DavidChegará o dia em que os filhos conhecerão o íntimo de seus pais. “Os filhos nasceram para singrar os mares, correr seus próprios riscos e viver suas aventuras”. Os pais não devem segurar seus passos, como também carregá-los nos braços, mas fazer com que eles entendam que devem andar com suas próprias pernas, seguir seus próprios caminhos à procura de seus sonhos. Além disso, devem colher seus próprios frutos, povoar a terra, plantar a arvore da vida e iniciar sua história para que seus netos possam orgulhar-se dos seus antepassados e de seus belos exemplos, enfim, fazer o seu futuro com planejamento e responsabilidade .

Os filhos vieram dos pais para o mundo. Alguns podem desviar da rota para caminhos escusos, mas, certamente, levaram consigo os conselhos, as instruções, os valores, o amor, as noites perdidas esperando por eles .”Os pais devem prepará-los, educá-los para navegar mar a dentro e encontrar o seu próprio lugar; os filhos devem ser como um rio em curso que vai cavando o seu próprio leito. E não devem ficar esperando que a mesa seja posta ante os seus próprios braços cruzados. Devem deixar de ser crianças e se sustentar com o suor dos seus rostos, serem dignos do seu salário é bíblico e notório: ” Não vês, preguiçoso, a formiga que trabalha diuturnamente em busca de suas provisões e abastecimentos e guarda para quando vir o inverno? “.

noites perdidas esperando por eles .”Os pais devem prepará-los, educá-los para navegar mar a dentro e encontrar o seu próprio lugar; os filhos devem ser como um rio em curso que vai cavando o seu próprio leito. E não devem ficar esperando que a mesa seja
posta ante os seus próprios braços cruzados. Devem deixar de ser crianças e se sustentar com o suor dos seus rostos, serem dignos do seu salário é bíblico e notório: ” Não vês, preguiçoso, a formiga que trabalha diuturnamente em busca de suas provisões e
abastecimentos e guarda para quando vir o inverno? “.

Certos de que assim os filhos serão mais felizes, não podem os pais viver a vida deles. “Podemos, sim, levar o nosso cavalo até a beira do rio, porém não podemos forçá-lo a beber a água ” , no dizer popular. Sofrer com eles, mas não compadecer deles, e sim ampará-los na medida das possibilidades; desejar e contribuir para ajudar na felicidade deles, mas não podemos ser felizes por eles e nem pagar as contas pelos seus erros.

Os filhos devem crescer, virar homem, tirar a chupeta da boca , providenciar sua própria mamadeira, sair das escoras dos pais, sair debaixo da saia da mãe.

Mas é o pai que é colocado no front, para as iniciativas mais tempestuosas no agir com mais repressão, enquanto que a mãe é mais protetora. Mas tudo que os pais fazem para os filhos é para o bem deles. Veja a interpretação de Jesus, na máxima “ Qual o pai que um filho pede um cesto de pão e o pai lhe dá um cesto de serpentes?”, tudo é para o bem deles.

Os pais devem respeitar as expectativas de seus filhos, suas escolhas e seus valores; os filhos têm o dever de honrar seus pais e ser-lhes gratos, a começar pela vida que lhes deram. Mais, ainda, devem lhes restaurar as forças e energias, quase perdidas na jornada do caminho, proveniente, em parte , das preocupações, contrariedades, a falta de respeito, as escancaradas e uma série problemas que, naturalmente, os filhos nos trazem; e como trazem!

Obs.: nas frases marcadas por aspas são de autoria desconhecida.

Os comentários estão encerrados.