Hub Sudoeste: Parque Tecnológico está em fase de instalação no bairro Candeias

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 01 jun 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

SecomPMVC

Você já conhece já o Hub Sudoeste? É um Parque Tecnológico que nasceu de uma iniciativa da Prefeitura Municipal em parceria com a Fundação Educacional de Vitória da Conquista (Fundec) e atende hoje a 100 micro e pequenas empresas de Vitória da Conquista, oferecendo treinamento e consultoria para os empreendedores de inovação no segmento da transformação digital.

O Hub Sudoeste foi aprovado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), órgão vinculado ao Ministério da Economia, que está investindo em transformações digitais para pequenas e microempresas. A sede do Parque Tecnológico, que será instalado na Avenida Espanha, 74, no bairro Candeias, passará por uma reestruturação para abrigar, no primeiro momento, dez empresas em uma área de 6.400m² dedicadas ao ecossistema de inovação e tecnologia. Cada empresa terá o seu próprio espaço e todas vão dividir um área em comum.

Rosenia Tavares, uma das representantes da Prefeitura no projeto, explica que, como se trata de uma parceria entre Município e Fundec, neste momento está sendo feita a captação de recursos e projetos voltados para Ciência Tecnologia e Inovação. “O projeto será feito por partes e, primeiro, será feito o levantamento orçamentário estrutural, arquitetônico, elétrico e hidráulico, além de estar sendo providenciado o Habite-se”, explicou.

No início do mês de janeiro, foi assinado um termo de cooperação técnica entre a Prefeitura e a Fundec, em que o município se comprometeu a instalar o seu Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) em quatro salas do Parque, garantir os serviços de portaria 24 horas, limpeza e apoio administrativo, e realizar investimentos de infraestrutura na área tecnológica relacionadas à adaptação do imóvel.

O projeto completo do Parque Tecnológico custará cerca de R$ 4 milhões e já foi apresentado pelo próprio Hub Sudoeste em uma reunião com as equipes das secretarias municipais de Infraestrutura e Administração. O próximo passo será estabelecer, junto à Procuradoria Geral do Município, os critérios e contrapartidas para seleção das dez empresas de base tecnológica que queiram se instalar no parque. As empresas ineteressada não poderão ser MEI ou ME.

Rosenia Tavares explica, ainda, que a ideia é criar no Parque um espaço co-working, ter um portfólio de serviços para oferecer aos interessados “Se alguma empresa quiser desenvolver algum projeto, vamos ter salas equipadas com toda a infraestrutura. Com esse dinheiro, vamos criar um fundo de caixa para o próprio HUB se sustentar”.

De acordo com a representante da Prefeitura, o Hub Sudoeste é um projeto sistêmico que vai pertencer à comunidade e esse é só o pontapé inicial. Além da PMVC e da Fundec, participam as instituições de ensino superior Uesb, Ifba, Fainor e Fasa; os órgãos de fomento, apoio e qualificação profissional e capacitação empresarial que atuam na cidade – Fieb e Sebrae; e entidades representativas, como associações e sindicados da indústria e do comércio.

Os comentários estão encerrados.