Incêndio na Chapada Diamantina preocupa população e governo do Estado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Sudoeste | Data: 12 jan 2013

Tags:,

Por Davi Lemos – A Tarde Online

650x375_1301717

O incêndio que ocorre na região de Palmeiras, na Chapada Diamantina, desde segunda-feira, já consumiu pelo menos mil hectares de vegetação no Vale do Capão, informou, nesta sexta-feira, 11, o secretário estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler. Cada hectare corresponde às dimensões de um campo de futebol.

O foco que atingia a região da APA Iraquara/Marimbus, área de proteção ambiental sob responsabilidade do governo da Bahia, dentro do Parque Nacional da Chapada Diamantina, foi controlado na manhã desta sexta. Entre 50 e 60 hectares foram queimados, segundo Spengler.

Mas outros dois focos de incêndio no Parque Municipal de Mucugê e em Morro do Chapéu, próximo ao Vale do Capão, preocupam o secretário do Meio Ambiente, que sobrevoou a região desde o início da manhã desta sexta.

Spengler disse que, com o sobrevoo, passou a ter uma dimensão maior dos estragos para a flora e fauna locais. Ele anunciou que, ainda hoje, chegam à região  31 militares do Corpo de Bombeiros.

O contingente se une a 50 militares já presentes na região e outros 60 brigadistas voluntários. “A partir de amanhã (hoje), teremos mais de cem pessoas no combate às chamas”, assegurou.

Também nesta sexta foram entregues 50 kits de proteção individual aos brigadistas. O governo do Estado disponibilizou um helicóptero e um avião para combate ao fogo. A previsão é que, amanhã, haja três helicópteros e cinco aviões do governo estadual e do Ibama auxiliando nos trabalhos de combate ao incêndio na região da Chapada Diamantina.

Reunião – Em Lençóis, Spengler se reuniu com representantes do Ministério Público da Bahia, bombeiros e policiais militares, Ibama, além de moradores da região e representantes das prefeituras de Lençóis e Palmeiras, com o intuito de intensificar a operação de combate ao fogo.

No encontro, ainda foi anunciado que o governo estadual disponibilizaria dois carros de tração 4×4 e R$ 20 mil para compra de água e alimentação para os brigadistas. Também se definiu que, este ano, as ações de combate serão antecipadas, com a criação de comitês na Chapada e no oeste do Estado.

Os comentários estão encerrados.