Janeiro roxo: Secretaria de Saúde faz campanha de alerta e prevenção à hanseníase

0

Publicado por Editor 2 | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 16 jan 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Janeiro é o mês dedicado a conscientização sobre a Hanseníase, uma doença que apesar de ser milenar, ainda é muito estigmatizada e negligenciada pela população. Desde 2016, o Ministério da Saúde instituiu a campanha Janeiro Roxo e o último domingo do mês é dedicado ao Dia Mundial de Combate e Prevenção da Hanseníase.

Neste mês, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica e do Centro Municipal de Pneumologia e Dermatologia Sanitária, intensifica as ações educativas nas salas de espera das unidades de saúde para alertar a população sobre sinais e sintomas da doença. Além de reforçar a sensibilização dos profissionais de saúde, por meio de webpalestras, para identificação precoce da doença.

A Hanseníase é infectocontagiosa, causada por um micróbio, e a transmissão acontece pelas vias aéreas superiores (tosse, espirro, fala), de pessoas doentes, sem tratamento, para pessoas saudáveis. Os principais sintomas da doença são manchas claras, róseas ou avermelhadas na pele; sintomas neurológicos, como dormências; e diminuição de força nas mãos e nos pés.

É importante que os indivíduos com sinais suspeitos de hanseníase sejam identificados rapidamente para fazer o tratamento precoce e alcançar a cura sem causar sequelas nos nervos.

Em Conquista, o Centro Municipal de Pneumologia e Dermatologia Sanitária é referência no SUS para o atendimento de pacientes com Hanseníase. Lá pode ser feita a avaliação de sensibilidade, solicitação de exames de laboratório, a consulta médica para diagnóstico e todo o tratamento de forma gratuita.

Por conta da pandemia, as atividades externas que causam aglomerações não puderam ser incluídas na programação. Mas a campanha ira reforçar o compartilhamento de informações sobre a doença para atingir mais pessoas a fim de conscientizar sobre a gravidade e a necessidade do diagnóstico e tratamento precoces.

Os comentários estão encerrados.