Latam anuncia voos para Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 02 ago 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

Fonte:

A Latam Brasil acaba de anunciar quatro novos destinos com voos a partir de Guarulhos: Vitória da Conquista (BA), Juazeiro do Norte (CE), Jericoacoara (CE) e Petrolina (PE), rotas que passam a ser operadas em novembro e dezembro. Os novos voos serão introduzidos ao sistema de reservas ainda esta semana e farão com que a Latam chegue a 49 destinos no Brasil em sua malha aérea, número maior do que o operado antes da pandemia.

Jericoacoara e Juazeiro do Norte contarão com voos diários, enquanto Vitória da Conquista e Petrolina terão cinco frequências semanais cada, todos partindo de Fortaleza. Juazeiro e Petrolina passam a contar com as operações em novembro, já Vitória da Conquista e Jericoacoara serão operados a partir de dezembro. Sendo assim, a malha aérea passa de 11 para 16 destinos no Nordeste, já incluindo Comandatuba, em setembro.

A companhia atualmente opera 75% da capacidade que era ofertada em agosto de 2019, antes da pandemia. Em novembro, este número chegará a 87% e, em dezembro, a 93%. De acordo com Diogo Elias, diretor de Marketing da Latam Brasil, a malha aérea será totalmente retomada a partir de janeiro de 2022. “Já retomamos todos os destinos a partir de Guarulhos e agora iremos retomar 100% do destinos a partir de Brasília”, disse.

É a capital federal que irá receber voos de/para 33 destinos até novembro, incluindo as novidades: Navegantes, Palmas, Uberlândia, Foz do Iguaçu e Porto Seguro. Fortaleza, por sua vez, também terá novas rotas, como partidas para Maceió, Porto Velho e Macapá, que também passam a ser operados em novembro, chegando a 14 destinos diretos. Já em Confins, haverá a reativação de voos para Natal, Salvador, São Luis e Recife.

“Cada vez mais estamos vendo nossa recuperação, mas maneira muito consistente, colocando a malha com disciplina e aproveitando as oportunidades, e crescendo a malha existente com o anuncio de novos destinos. Esta é uma oportunidade clara focada no lazer, que cresce mais rápido que o corporativo, então fizemos este investimento para retomar o crescimento orgânico e chegar a 49 destinos no fim do ano, malha aérea maior do que antes da pandemia”, destacou Diogo. Fonte: Mercado e Eventos

Os comentários estão encerrados.