MPF ajuíza 177 casos de improbidade administrativa contra prefeitos baianos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 18 fev 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

MPFAs 177 ações – que não inclui ações de improbidade sem risco de prescrição – integrou meta dos procuradores da República na Bahia, a fim de evitar a prescrição em relação às investigações que apuram irregularidades durante gestão de prefeitos municipais cujos mandatos encerraram-se no ano de 2008.

As ações foram ajuizadas pelo Ministério Público Federal (MPF) e abrangeu mais de 109 municípios baianos, incluindo a capital e Vitória da Conquista. Entre os crimes de improbidade investigados pelo MPF estão fraudes em licitação, malversação de recursos federais, ausência de prestação de contas, apropriação de recursos, aplicação irregular de recursos federais e desvio de verbas. Os crimes foram praticados, em sua maioria, com recursos da Educação, Saúde, Agricultura e Turismo.

Apenas uma ação do MPF, movida contra o prefeito do município de Gentio do Ouro, na região a Chapada Diamantina, busca reparar o prejuízo de quase um milhão de reais aos cofres públicos.

Os comentários estão encerrados.