Prefeita e Semob condenam agressão e se solidarizam com agente de trânsito

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Trânsito, Vit. da Conquista | Data: 21 maio 2021

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

Secom/PMVC

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista condena a agressão sofrida por um servidor público, no exercício da função de agente de trânsito, por um motorista embriagado no início da noite de ontem (20) e presta solidariedade ao mesmo.

A prefeita Sheila Lemos declara que o governo estará sempre ao lado dos servidores que cumprem a sua missão com zelo e respeito à sociedade e que agressões e ofensas não serão toleradas, partindo de quem quer que seja. “O servidor público municipal, no desempenho correto de seu trabalho, deve ser respeitado e valorizado e jamais admitiremos que sejam agredidos ou violentados em seus direitos e dignidade”, afirmou a gestora.

Já o secretário de Mobilidade Urbana, pasta à qual está ligado o Simtrans, Diego Gomes reforça a confiança no trabalho dos agentes e corrobora a defesa do servidor agredido ontem. “Nós temos total confiança, respeito e segurança no trabalho dos nossos agentes de trânsito, inclusive com a autonomia e independência nas ações que desenvolvem cotidiana e corriqueiramente dentro de suas atribuições”, afirmou Diêgo Gomes. “Nesse sentido, lamentamos o episódio na quinta-feira em que o agente foi agredido. A agressão a um agente é uma agressão a toda a categoria e aos servidores como um todo”, destacou o secretário.

O caso – Os agentes de trânsito que trabalhavam na Praça Vitor Brito foram comunicados por populares que um condutor, aparentemente embriagado, estava em um veículo com pneu furado e estacionou em cima do piso tátil nas imediações da loja Módulo Rural. O cidadão, ao ser abordado, agrediu, segundo testemunhos. um dos agentes de trânsito, que chegou a cair.

Pessoas que estavam no local contiveram o agressor e a Polícia Militar foi acionada. O condutor foi conduzido à delegacia, onde realizou o teste de alcoolemia, que acusou a presença de 0.50 mg/l de álcool na corrente sanguínea, quando, o máximo permitido é de menos de 0,05 mg/l.

O agente de trânsito foi encaminhado à UPA. Ele também fez o boletim de ocorrência e hoje fará o exame de corpo de delito. O secretário Diêgo Gomes, a coordenadora de Trânsito, Tônia Viana Rocha e colegas estão prestando todo apoio ao servidor agredido.

Os comentários estão encerrados.