Prefeitura tem prazo até o dia 1º de julho para apresentar defesa na Justiça; comércio segue aberto

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 26 jun 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

da Redação

Fantasma na Prefeitura de Vitoria da Conquista, Herzem se recusa ...

A Prefeitura de Vitória da Conquista recebeu nesta 5ª feira (25), notificação da Vara da Fazenda Pública, para apresentar a defesa contra o pedido do Ministério Público, que deseja que o Decreto do prefeito Herzem Gusmão (MDB), seja revogado.

O prazo que a PGM – Procuradoria Jurídica do Municipal tem, de 72 horas, começará a valer a partir das 14h30, desta 6ª feira (25). A juíza não determinou que os dias fossem corridos. Sendo assim, valerão apenas os dias úteis não contando sábado e domingo. As 72 horas vão até o dia 1º de julho, próxima 4ª feira.

“Espero que seja indeferido o pedido do MP que vai impor prejuízos incalculáveis a economia do município. A nossa gestão está preocupada com vidas preciosas, e a nossa cidade, possui a menor taxa de mortalidade das grandes cidades de todo Nordeste do Brasil. Na Bahia somos outro grande exemplo. Menor registro de óbitos e casos, entre algumas cidades com população menor que a nossa Vitória da Conquista”, vem declarando o prefeito Herzem Gusmão.

“Se a Senhora promotora analisar o histórico da Covid, de Vitória da Conquista, em relação a Salvador, Feira de Santana, Ilhéus, Jequié, Camaçari e outras cidades, verá que exagerou no pedido que tenta atropelar o bom senso”, disse Herzem Gusmão.

Os comentários estão encerrados.