Reunião entre professores das Universidades Estaduais e Governo termina sem acordo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Bahia, Educação | Data: 15 jul 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Adusb

_IMG_3456
Nesta quarta-feira (15), foi realizada mais uma reunião entre os professores das universidades estaduais e o governo da Bahia, mas o encontro terminou sem acordo. Por conta disso, os servidores resolveram ocupar a a Secretaria da Educação, em Salvador, por tempo indeterminado.

Os docentes estão em greve há mais de 60 dias e o movimento responsabiliza o governo pela manutenção de mais de 60 mil alunos fora de sala de aula, além de cobrar solução breve para os problemas das universidades. Segundo a Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb), entre os principais impasses estão a progressão e alteração do regime de trabalho e a suplementação do orçamento em R$ 19 milhões.

IMG_3457
Durante a manhã, manifestantes de diversos lugares do Estado chegaram em ônibus, montaram barracas de acampamento e estenderam faixas com mensagens de protesto na sede da Secretaria de Educação. E lá pretendem ficar até o governo apresentar uma nova proposta.

Aderem ao movimento professores das quatro universidades estaduais da Bahia: Uneb, Uefs, Uesb e Uesc. Entre as reivindicações, estão promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho, ampliação no número de professores e investimento de 7% da Receita Líquida de Impostos (RLI) para o orçamento das instituições. A categoria pede também a criação de uma política de permanência estudantil efetiva que assegure aos alunos condições de concluírem seus cursos

Os comentários estão encerrados.