Rótulos de medicamentos vão mudar a partir do ano que vem

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 23 jan 2010

A Tarde

Informações impressas nas caixas e cartuchos terão de aparecer em tintas coloridas

LUCIANA REBOUÇAS

Para tornar os rótulos dos medicamentos mais claros e destacar informações importantes para os consumidores, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma resolução com novas regras para a confecção das caixas de remédios que deverão entrar em vigor em maio de 2011. A data de validade, de fabricação e o número do lote, antes impressos em alto ou baixo relevo, está proibida. Todos os laboratórios deverão imprimir estes dados nas caixas e nos cartuchos em tinta colorida.

“Havia uma demanda da sociedade, que se queixava sobre a leitura de algumas informações, como a data de validade e a data de fabricação”, diz Flávia Moreira Cruz, especialista em regulamentação sanitária da Anvisa.

Também está proibido colocar figuras nas embalagens, o que, segundo informações da Anvisa, pode gerar confusão para os usuários de medicamentos, ou provocar o uso inadequado. A figura só será permitida se tiver a finalidade de auxiliar no uso do remédio.

Mais segurança Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor Pro Teste, acredita que as medidas trarão mais segurança para os usuários de medicamentos. “Mudanças como a cor na data de validade são boas para chamar a atenção dos consumidores para estas informações”, avalia Maria Inês.

Ela diz que a regra que obriga as empresas a colocarem nas embalagens o modo de conservação e o prazo de validade após a abertura do medicamento é positiva para os consumidores não tomarem um remédio que não tem mais eficácia. “Nem todas os remédios podem ficar o mesmo tempo abertos”, esclarece Maria Inês.

Para o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), estas mudanças provocarão alterações básicas na linha de produção.

Segundo a assessoria de imprensa do Sindusfarma, as regras não vão onerar os medicamentos e apenas uniformizam os rótulos dos produtos.

A partir da data de publicação da resolução pela Anvisa, que ocorreu no final de dezembro do ano passado, as empresas terão 540 dias para disponibilizar as novas embalagens no mercado.

Os comentários estão encerrados.