Secretaria de Saúde emite Nota Técnica sobre o funcionamento dos serviços de saúde especializados

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 06 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Secom/PMVC

Seguindo as ações de contingenciamento do avanço do coronavírus em Vitória da Conquista, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu a Nota Técnica nº 03/2020 para orientar a população sobre o funcionamento dos serviços de Atenção Programática e Especializada do município, que incluem: Cemae, Cemerf, Ambulatório de Saúde Mental, Residência Terapêutica e os CAPS II, IA e AD III.

A nota determina que todas as consultas médicas especializadas destes serviços estão suspensas, exceto as consultas da área de saúde mental relacionadas aos atendimentos de pacientes graves e moderados, em acordo com as definições de seguimento adotadas pelos profissionais médicos e da equipe multidisciplinar dos serviços de saúde mental. Além disso, as ações de grupo e atividades de grupo também estão suspensas.

Os profissionais que atuam nesses serviços poderão ser deslocados para prestar apoio às equipes de Atenção Básica e Vigilância em Saúde para monitoramento de casos suspeitos de coronavírus e atividades de Educação em Saúde, de acordo com sua capacidade técnica.

Confira as recomendações por serviço:

Cemae – Os pacientes do serviço de Asma Grave terão renovação das receitas, que passarão a ter validade de 90 dias como forma de evitar aglomeração de usuários no setor. Enquanto que os pacientes do Programa de Oxigenoterapia serão monitorados por telefone.

Cemerf – Os pacientes do serviço de Ostomia receberão bolsas suficientes para 2 meses e terão suporte via telefone e associação.

Serviços de Saúde Mental – De acordo com a nota, neste momento, é indispensável a manutenção do cuidado psicossocial presencial de alguns pacientes que precisam de assistência da equipe multidisciplinar para administração de medicamentos, atendimento médico e atendimentos individuais de referência. Por isso, medidas de prevenção serão tomadas pelos profissionais do serviço para reduzir o número de pessoas circulando e ao mesmo tempo garantir assistência aos usuários de cada equipamento de saúde mental.

A estratégia visa reduzir a possibilidade de ocorrência de crises e tentativas de suicídio nesse período, onde as portas hospitalares de urgência e emergência e o SAMU 192 devem estar mais disponíveis à assistência das demandas relacionadas ao Covid-19.

De modo geral, todas as atividades de acompanhamento – suporte a crianças, adolescentes e adultos com sofrimento mental e/ou uso de álcool e outras drogas –, junto aos moradores da residência terapêutica, serão direcionadas de acordo com o contexto dos usuários, considerando a situação atual de diminuição de circulação social e a particularidade de cada diagnóstico e níveis de sofrimento.

Mais informações sobre o funcionamento específico do CAPS II, CAPS IA, CAPS AD III e Ambulatório de Saúde Metal, podem ser obtidas na nota técnica.

Os comentários estão encerrados.