Secretário de Administração e Comandante da Guarda Municipal visitam cidades referência em segurança pública municipalizada

0

Publicado por Editor | Colocado em Segurança, Vit. da Conquista | Data: 15 jan 2020

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

da Secom / PMVC (Conteúdo)

Nesta terça-feira (14), o secretário municipal de Administração, Kairan Rocha e o comandante da Guarda Municipal, tenente-coronel Antônio Braga, estiveram em Porto Alegre – RS para uma visita técnica com o objetivo de conhecer a estrutura e organização da guarda municipal mais antiga do país, instalada na capital gaúcha.

Criada em 1892, a Guarda Municipal de Porto Alegre está dividida em dez áreas de atuação, compostas por efetivos fixos, móveis e quadro de chefia, que exercem o serviço de proteção ao patrimônio público, especificamente os próprios bens do município, ou seja, escolas, postos de saúde e repartições. Em Vitória da Conquista, o projeto de lei que instituiu sua Guarda foi aprovado no dia 23 dezembro e, a partir dessa data, a Prefeitura tem 120 dias para estruturar seu efetivo.

O comandante da Guarda Municipal, tenente-coronel Braga (à esquerda) e o secretário de Administração, Kairan Rocha (à direita) com o secretário de Segurança Pública de Porto Alegre, Rafael Oliveira (centro).

“Nossa visita foi muito proveitosa, pois conhecemos não só a estrutura da Guarda, mas também como funciona sua integração entre os setores de trânsito, defesa civil e inteligência municipais. A partir da instalação da nossa guarda, o próximo passo será o de estruturar a segurança pública municipal em um único órgão, utilizando o modelo das cidades pioneiras em guardas municipais como formato ideal de implementação”, explica o secretário de Administração, Kairan Rocha.

Ainda nesta semana, as cidades de São José dos Campos (SP) e Brasília (DF), referências em guardas municipais no país, serão também visitadas pelo secretário e comandante para uma troca de experiências, ideias e parcerias.

Os comentários estão encerrados.