Após recomendação do MP, Sincomércio apoia Decreto da Prefeitura que garante o comércio em atividade

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 14 jun 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

da Redação

Sindicato dos Comerciários - Vitória da Conquista
Praça 9 de Novembro – Foto: ocomerciário

O  Decreto 20.330 que autorizou o início da segunda fase do Plano de Retomada das Atividades Comerciais, que determinou a reabertura do comércio, em Vitória da Conquista, vem recebendo apoio de entidades empresarias e industriais de Vitória da Conquista.

Após recomendação do MP – Ministério Público, para que o prefeito Herzem Gusmão (MDB) revogasse o Decreto, recomendação não aceita pelo gestor municipal, o Sincomércio encaminhou documento de apoio a medida adotada pela prefeitura.

Carta

(…) O Sincomérciovc – Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Vitória da Conquista vem reiterar seu apoio às medidas tomadas pela Prefeitura Municipal, autorizando a reabertura do comércio de nosso município. Esta decisão veio acompanhada de rígidas medidas de controle sanitário a serem seguidas pelas empresas e seus clientes.

O monitoramento do número de casos ativos e da ocupação dos leitos clínicos e de UTI tem apresentado níveis de evolução que sinalizam para a manutenção do Plano de Reabertura do Comércio para as próximas etapas.

Cabe salientar que a gestão municipal tem tomado medidas eficazes para evitar o aumento da disseminação do Covid-19, entre as quais podemos destacar”. Na carta, o Sindcomércio mostra que está em sintonia com o protocolo da CGC – Comitê Gestor de Crise da Covid-19, criado pela PMVC.

Desemprego

O Jornal o Globo deste domingo (14), apresenta em capa a seguinte manchete: Mais de 50% da população do país está sem trabalhar.

Ao contrário do que defende o MP, a Prefeitura vem monitorando e observando de forma responsável e técnica, que os dados da Covid-19, estão controlados. Não morre um paciente em Conquista há quase 1 mês. Dados que avalizam as medidas de flexibilização para permitir que a economia da cidade vá retomando a normalidade.

Os comentários estão encerrados.