STJ marca julgamento de recursos contra prisão preventiva de investigados na “Operação Faroeste”

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Justiça | Data: 02 jun 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Fonte:G1

Será julgado no dia 17 de junho, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), os recursos interpostos por investigados na Operação Faroeste, que investiga um esquema de venda de decisões por juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). Na ocasião, a sessão da Corte vai analisar os pedidos de revogação da prisão preventiva.

Serão julgados os recursos impetrados pela desembargadora Sandra Inês, o juiz Sérgio Humberto, e dos advogados Márcio Duarte, Geciane Souza Maturino dos Santos e Adailton Maturino dos Santos.

O grupo é suspeito de corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.

Os comentários estão encerrados.