Vacinação de idosos de 65 anos ou mais recomeça nesta sexta (9) em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 08 abr 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é unnamed-1.gif

Na noite desta quinta-feira (8), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu uma remessa com 2.470 doses da Coronavac, do Instituto Butantan. Desse quantitativo, 2.010 doses serão destinadas à continuidade da vacinação dos idosos, de forma escalonada por idade e outras 460 doses para vacinação da população quilombola de 18 a 59 anos.

Nesta sexta-feira (9), será a vez dos idosos de 65 anos ou mais serem vacinados contra a Covid-19. A estratégia vai ocorrer de 9h às 16h em cinco pontos de vacinação: drive-thru na Universidade Federal da Bahia (Ufba), Paróquia Rainha da paz (Patagônia), Salão Paroquial Santa Luzia (Urbis V), Quadra esportiva da Fainor (Candeias) e Colégio Paulo VI (Ibirapuera).

Os idosos das etapas anteriores que ainda não foram vacinados devem procurar um dos pontos de vacinação para receber a primeira dose.

SEGUNDA DOSE

Também terá continuidade nesta sexta (9), de 9h às 16h, a aplicação da segunda dose no drive-thru do Comando de Policiamento da Região Sudoeste (CPRSO), além dos mesmos pontos fixos de vacinação, citados acima, onde irá ocorrer também a primeira dose. Serão vacinados aqueles que tiverem a data de retorno para aplicação da segunda dose, escrita em lápis no cartão de vacina, 28 dias após ter tomado a primeira.

No momento da vacinação, é necessário apresentar o documento de identificação pessoal e o cartão de vacina com data de aprazamento para segunda dose.

Nova proposta de reforma prevê aposentadoria aos 65

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 01 nov 2018

Tags:, ,

 

Flavia LimaPaulo Muzzolon e Alexa Salomão
Folha de S.Paulo

Nova proposta de reforma da Previdência já chegou às mãos dos integrantes do atual e do futuro governo.

Capitaneada pelo economista Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, com elaboração técnica coordenada pelo especialista na área Paulo Tafner, propõe revolução no sistema previdenciário.

Há criação de renda mínima para idosos –benefício sem exigência de contribuição ou comprovação de renda; instituição da Previdência dos militares e previsão de equiparação das previdências pública e privada em pouco mais de uma década.

Aprovada em sua totalidade, vai economizar R$ 1,3 trilhão em dez anos, ou quase o triplo da economia prevista pela última versão de reforma apresentada pelo governo Temer.

“Já encaminhamos a proposta à equipe do presidente eleito e seu destino é decisão interna da equipe dele”, diz Fraga.

A primeira medida retira da Constituição os benefícios previdenciários, que passam a ser detalhados em lei complementar. A ideia é facilitar eventuais futuras mudanças.