Acatace solicita apoio da Câmara na doação de terreno para construção da nova Ceasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 09 set 2021

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

CMVC

Na manhã desta quinta-feira, 09, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista recebeu representantes da Associação dos Comerciantes Atacadistas de Hortifrutigranjeiros da Ceasa de Vitória da Conquista (Acatace). A associação solicitou o apoio do legislativo para a permanência da Ceasa na Juracy Magalhães e também pedir o apoio dos vereadores para garantir a conclusão do processo de doação do terreno, iniciado em 2008, para construção da nova Central de Abastecimento do município, que abriga comerciantes, pequenos e médios produtores da agricultura familiar da região.

Segundo o presidente da Acatec, Ronaldo Carvalho de Oliveira, os comerciantes sonham há 13 anos com a nova Central de Abastecimento, prevista para ser construída na BR-116, perímetro urbano de Vitória da Conquista. “Nosso sonho é sair do espaço atual, onde a gente paga um aluguel de R$ 50 mil mensais, para uma nova Ceasa que nos dê condições de locar todos os comerciantes e produtores e que tenha retorno financeiro para sobrevivermos naquilo que escolhemos para trabalhar, que é trazendo produtos para atender a sociedade conquistense e região”, disse, acrescentando que existe na cidade um Centro de Distribuição querendo mostrar para a cidade que é a Central de Abastecimento, “mas não é, não existe da nossa parte comprometimento com esse grupo em particular”.

A Acatace tem 156 associados, porém atuam na Ceasa quase 300 pessoas entre comerciantes e produtores rurais.

O presidente da Câmara, Luís Carlos Dudé (MDB), o líder da Oposição, Valdemir Dias (PT), e o líder do Governo, Chico Estrella (PTC), participaram da reunião com os representantes da Acatace. “Ouvimos as demandas dos comerciantes e estamos aqui para dar todo o apoio da Casa no que for necessário, porque entendemos a importância desses comerciantes e trabalhadores para o município e pra toda Região Sudoeste”, disse Dudé.