Adab esclarece abate de mais de 100 bezerros no frigorífico de Brumado

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Sudoeste | Data: 05 out 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-2.png

Cerca de 100 bezerros foram sacrificados no frigorífico de Brumado após apreensão realizada pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), na região de Tanhaçu, na última semana. Segundo informações os produtores da cidade vão acionar o Ministério Público Estadual.

O diretor geral do órgão, Maurício Bacelar, veio a público explicar a situação, enfatizando que o gado foi abatido por uma “questão sanitária”, já que os animais estavam circulando dentro do estado sem nota fiscal. Em áudio, Bacelar esclareceu que, na última terça-feira (29), um fazendeiro se dirigiu ao escritório da Adab em Santo Antônio de Jesus, onde emitiu uma Guia de Trânsito Animal (GTA) que autorizava a transferência de 105 bezerros de sua propriedade em Castro Alves, município localizado no recôncavo baiano, para uma fazenda em Jaborandi, no extremo oeste baiano.

Ainda conforme o diretor-geral, no outro dia, o mesmo fazendeiro voltou ao escritório com uma autorização falsa, simulando uma compra de gado para a fazenda em Jaborandi. O gado foi apreendido por fiscais da Adab.

ADAB identifica quadrilha especializada em transporte clandestino de gado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 02 out 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Fonte:

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia, por meio do Núcleo de Inteligência da ADAB, flagrou, nesta quarta-feira (30), cinco caminhões carregados de gado na área rural do município de Tanhaçu. Dois deles conseguiram driblar a fiscalização e três foram interceptados evidenciando a utilização de GTA (Guia de Trânsito Animal) falsificada.

A irregularidade está sendo monitorada por um grupo capitaneado pela agência que visa identificar e punir os envolvidos que têm atuado no “esquente” de guias frias em diversas regiões da Bahia. Os agentes cruzavam os dados de geração das guias com a circulação clandestina dos bovinos e seguiam para averiguação em uma fazenda no distrito de Sussuarana, quando encontraram os caminhões e efetuaram o flagrante. Como não ficou comprovada a origem do gado, na manhã desta quinta (01), 105 bovinos foram levados ao abate no matadouro frigorífico de Brumado, protocolo sanitário adotado como forma de evitar a introdução e disseminação de diversas doenças em território baiano.

Dois outros caminhões carregados de gado continuam em Brumado, sob guarda da ADAB, até que seja apurada a veracidade das informações em relação à propriedade dos animais. Caso as guias não sejam verídicas, os 70 bovinos, também com idade em torno de 12 meses, serão sacrificados. “Os fatos nos levam a crer que se trata de uma quadrilha especializada para circular com guias falsificadas ou sem as GTAs, que se constituem em documento indispensável para sabermos dados sobre origem, vacinação e sanidade dos animais Sem isso, a sanidade de nossos rebanhos estará em risco”, diz o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar.

…Leia na íntegra

ADAB e Ministério da Agricultura disparam alerta na Bahia contra sementes misteriosas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 23 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é DIS_728x90px-SEMANA-NACIONAL-DE-TRA%CC%82NSITO-1.gif

Algumas encomendas contendo sementes chegaram pelos Correios sem que o destinatário houvesse solicitado e as embalagens estão sendo tratadas como um mistério a ser desvendado em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso do Sul. Para afastar os riscos que ainda são imensuráveis, a ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia), autarquia responsável pela fiscalização do trânsito, armazenamento e comercialização de sementes, mudas e plantas, em parceria com a Superintendência Regional do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) alerta ao público sobre a importância do não aproveitamento das embalagens misteriosas, que não devem ser abertas ou jogadas no lixo, mas encaminhadas imediatamente aos órgãos competentes para passar por perícia.

As embalagens surgem com selos da China porém o governo daquele país nega qualquer envio. “Não há informações seguras da origem dos envelopes que podem estar trazendo sementes de plantas exóticas com o intuito de decorar os ambientes de forma promocional junto ou não com compras realizadas pela internet como se fossem brindes, descritas como jóias, mas, ao mesmo tempo, pode ser um grande perigo à saúde pública e à agricultura do nosso estado”, frisa o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar.

O sinal vermelho está por todo o Brasil e a vigilância sobre os envelopes é crescente também na Bahia, como explica o superintendente federal da Agricultura, Paulo Emílio Torres. “Os órgãos de defesa agropecuária estão em alerta para evitar o trânsito e plantio inadequado de mudas que não são certificadas e que poderão provocar grandes estragos. Pedimos que a população esteja vigilante e se reporte à ADAB ou à superintendência do Ministério no estado para que, rapidamente, possamos iniciar a análise do conteúdo das embalagens, em laboratório seguro e conveniado conosco, em todo o país os pacotes estão sendo periciados”.

A investigação está em andamento, nos quatro estados onde foram entregues as encomendas. “Como tudo ainda é uma incógnita, a preocupação com os pacotes passa ainda pelo receio que possam trazer doenças ou devastar plantações inteiras. Algumas pragas podem ser introduzidas na Bahia e provocar grandes prejuízos com a destruição de árvores adultas, causando desmatamento e prejuízos econômicos com destruição de pomares e ampliando o número de desempregados”, reforça Maurício.

ADAB intensifica fiscalização contra abate clandestino no sudoeste e extremo sul da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 25 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

Fonte:

Para garantir a segurança alimentar dos baianos, a ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia) tem intensificado ações de fiscalização através de blitzes móveis e fixas por todo o estado, resultando em flagrantes situações de desrespeito às leis sanitárias que prezam pela inocuidade dos alimentos. No último final de semana, mais de 5 toneladas de carne foram apreendidas, em função do transporte inadequado, falta de documentação e temperatura dos produtos muito acima do padrão permitido.

No Extremos Sul baiano os fiscais apreenderam quase 2 toneladas de carne bovina em açougues e mercados “Produtos sem inspeção representam grande risco à saúde pública e cada vez mais a sociedade precisa estar vigilante”, frisa o diretor-geral da autarquia, Maurício Bacelar.

Durante os seis dias que a equipe esteve na região, foram visitados os municípios de Itabela, Guaratinga e Eunápolis. Na última localidade, uma surpresa deixou a equipe otimista. “Ficamos impactados com o que vimos, pois depois de muito rodar pela Bahia chegamos à uma cidade onde não registramos nenhuma ocorrência de carne de origem clandestina. É gratificante percebermos que nosso trabalho de fiscalização apresenta bons resultados”, diz o gerente da ADAB, Ednilton Brito.

Suporte à Vigilância

…Leia na íntegra

Carnes e laticínios são apreendidos em operação na cidade de Planalto

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Polícia | Data: 21 ago 2020

Tags:, , , , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

Imagem ilustrativa

Carnes e laticínios foram apreendidos na cidade de Planalto, nesta quinta-feira (20). A ação foi uma operação conjunta da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), Vigilância Sanitária e da Policia Militar 79ª CIPM, para combater o abate clandestino de animais.

Durante a operação também foi realizada uma fiscalização dos alimentos e suas condições de qualidade para consumo. Foram apreendidos 16 litros de leite, 910 quilos de alimentos, entre carnes, manteigas e queijos. Os produtos foram encontradas em pontos de comercio, na área urbana do município e do distrito de Lucaia.

Adab reforça cuidados para evitar moscas-dos-estábulos no estado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 20 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

Ascom/Adab

Um poderoso vetor de transmissão de doenças tem se multiplicado por diversas regiões da Bahia. Os produtores contabilizamos prejuízos dos reincidentes ataques, que já ultrapassam 90 dias, tempo maior que o registrado em anos anteriores. É a mosca-dos-estábulos (Stomoxys calcitrans), que molesta gado, equinos, galináceos, cachorros, gatos e também o ser humano com picadas dolorosas e capazes de provocar definhamento e até a morte das vítimas, que perdem peso rapidamente.

Em Eunápolis, no Território da Costa do Descobrimento, um produtor sinaliza que perdeu mais de R$ 135 mil com o baixo peso dos animais provocado pela infestação da doença, em pouco mais de um mês.
Após alertar os produtores no mês de julho, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) tem intensificado a realização de blitzes fixas e móveis para averiguar o transporte correto e a apresentação das Guias de Transporte Residuais (GTR) das camas-de-aviário. Os especialistas reforçam que nos períodos chuvosos, quando são registradas alta umidade e baixa temperatura, também é alta a proliferação dos insetos, considerados vampiros pois se alimentam do sangue das vítimas, especialmente os animais de criação.

Também estão programadas ações educativas, a exemplo da distribuição de folders com orientações sobre o manejo adequado para conter a proliferação da espécie, responsável também pelo ataque às lavouras de mamão, café, cana-de-açúcar, entre outras culturas.

…Leia na íntegra

ADAB reforça fiscalização para inibir abate clandestino na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 30 jul 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), segue intensificando as ações de fiscalização na Bahia. Nos últimos dias o território do Velho Chico, recebeu equipes de monitoramento, no qual foram visitados açougues e boxes dos mercados municipais para averiguação da qualidade e procedência de produtos de origem animal, principal ação de enfrentamento à prática criminosa do abate clandestino.

Diversas irregularidades foram encontradas, como armazenamento inadequado e temperatura muito acima do permitido foram constatadas em duas cidades com apreensão de quase 3 toneladas de carne bovina, que foram levadas para incineração. Em Serra do Ramalho os fiscais encontraram carne, produtos e subprodutos sem inspeção e realizaram blitz para vistoria da documentação de cargas pecuárias, com apoio dos agentes da Vigilância Sanitária. Já no município de Bom Jesus da Lapa, aconteceram palestras aos comerciantes sobre a importância do abate acontecer somente sob inspeção estadual.

A fiscalização é rotineira e itinerante, conforme reforça o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar. “Os produtores clandestinos que fiquem alerta pois a fiscalização da agência segue vigilante para que possamos garantir produtos seguros ao consumo. Em algumas cidades já é possível notar que a prática ilegal começa a ser inibida”.

ADAB realiza operação de combate ao abate clandestino de aves

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 25 maio 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Fonte:B.R.Ferraz

Uma equipe da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), na última semana, recebeu denuncias anônimas do abate clandestino de frango, em Vitória da Conquista.

Durante a averiguação, a equipe da ADAB encontrou nos locais indicados péssimas condições de higiene que comprometem a qualidade dos produtos comercializados, tais condições podem desencadear consequências graves a saúde dos consumidores, tendo em vista suspeita de bactérias como salmonela e coliformes fecais.

O órgão interditou os locais e os proprietários foram notificados. A ação foi composta pela ADAB em conjunto com a vigilância sanitária local e a polícia militar.

A operação fiscalizou locais em Conquista e Barra do Choça.

Adab realiza operação contra o abate e a comercialização de carne clandestina

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 08 maio 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:ADAB/Ba

Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), realizou nos últimos dias, uma operação de fiscalização e combate ao abate clandestino de carne nas regiões oeste e sudoeste da Bahia. A operação visa assegurar a qualidade dos produtos de origem animal e vegetal que chegam à mesa do consumidor.

Foram percorridos, cerca de 4 mil km em operações de fiscalização. Mais de 1 mil kg de produtos clandestinos, móveis e utensílios impróprios para comercialização em açougues foram apreendidos por fiscais da autarquia. Carros de passeio e caminhões que circulavam pelas estradas levando carne de bovinos, aves e peixes sem documentação sanitária ou qualquer cuidado no armazenamento e transporte foram flagrados logo na primeira operação nos municípios de Bom Jesus da Lapa, Serra do Ramalho e Riacho de Santana. Os produtos foram apreendidos e incinerados em aterros sanitários e um dos motoristas levado à delegacia.

Equipes segue atuando em barreiras móveis em pontos diversificados para inibir o abate clandestino e, assim, garantir alimentos seguros aos consumidores.

…Leia na íntegra

Adab intensifica fiscalização nas estradas na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 13 jan 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte: Ascom/ Adab

As ações de fiscalização de produtos de origem vegetal, animal e subprodutos, nas rodovias baianas e federais que cortam o estado, foram intensificadas pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab)

Foram programadas ações para o mês de janeiro, em 22 postos fixos e nas barreiras móveis para averiguação da documentação das cargas transportadas e garantia da qualidade dos produtos. A operação visa também a inibição do abate clandestino de animais. As abordagens resultaram em autos de infração a condutores que trafegavam sem a GTA (Guia de Trânsito Animal).

Com apoio das polícias Militar e Rodoviária Federal, os fiscais checam também itens como transporte e armazenamento dos produtos. “O trabalho de fiscalização terá continuidade esse mês e no restante do ano. Trabalhamos para que os produtos cheguem ao destino final sem oferecer riscos ao consumidor”, enfatiza o diretor-geral da autarquia Maurício Bacelar.

A Adab fiscalizou entre julho e dezembro de 2019, quase 60 mil veículos, 123 mil bovinos, 8.615 equinos, além de caprinos, ovinos, peixes e alevinos. Entre os produtos de origem animal, foram vistoriadas mais de 140 mil toneladas e 368 mil toneladas de produtos de origem vegetal, mudas, sementes, frutas, legumes, entre outros, resultando em 27 apreensões.

Carretas com 5.700 aves ilegais apreendidas pela ADAB

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 19 dez 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Fonte:Secom/BA

O sinal de alerta das equipes da ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária) , especialmente nas divisas, tem resultado na apreensão de animais clandestinos, como aconteceu nessa terça (17), na divisa do município de Guanambi com o estado de Minas Gerais.

Duas carretas carregadas com 5.700 galinhas de descarte foram apreendidas após os condutores não atenderem ao sinal de parada emitido pelos fiscais. A Polícia Militar foi acionada e iniciou-se a perseguição até que os policiais interceptaram os veículos. ”É uma prática que já estamos combatendo. Produtores de outros estados tentam circular pela Bahia de forma ilegal, no entanto, sem o documento sanitário as aves não podem ser comercializadas, o que colocaria em risco a sanidade de 18 milhões de animais do nosso rebanho avícola”, enfatiza o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar.

As aves foram encaminhadas ao abate em frigorífico certificado, sob escolta policial. “Imagine quantos frigoríficos são prejudicados, quantos empregos da Bahia estão em risco? Essa prática é criminosa e tem quer ser combatida para desarticular as ações audaciosas de gente sem compromisso com o desenvolvimento da cadeia produtiva”, ressalta Maurício.

Declaração de vacinação dos rebanhos é prorrogada em toda Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 16 dez 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), prorrogou até o dia 28 de dezembro, o prazo para a declaração de vacinação dos rebanhos em toda a Bahia.

Segundo informações da Adab, a medida foi adotada, por conta da inconsistência no Sistema de Integração Agropecuária (Siapec), durante o período da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa.

A prorrogação foi para que os produtores tenham tempo suficiente para atualização de todo o rebanho da propriedade. A obrigação do produtor com a Vacinação só termina quando a declaração de todo o rebanho é feita, em qualquer escritório da Adab.

SIAPEC na ADAB já está em funcionamento

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 09 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte; secom/BA

O SIAPEC, sistema utilizado pela ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia), está funcionando desde ultima sexta (6) para emissão de GTAs (Guias de Trânsito Animal) e PTVs (Permissão de Trânsito de Vegetais). Pela primeira vez, a agência passou a dispor do banco de dados – de sua propriedade – e informa que nenhum prejuízo foi registrado para a agropecuária baiana e todos os dados referentes às 400 mil propriedades e 10 milhões de animais que estavam em mãos de terceiros, já constam preservados em seu banco de informações.

Embora a Justiça tenha autorizado o uso de força policial para o resgate do banco de dados e acesso aos seus servidores, estes alocados na PRODEB (Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia), a ADAB entendeu que o melhor caminho seria o da conciliação. No entanto, não poderia abrir mão da propriedade sobre o banco de informações, pertencente ao poder público.

Dessa forma, os produtores voltaram a ter a assistência e o conforto que merecem com a volta da normalidade do sistema. Durante o período de instabilidade, uma medida emergencial para evitar colapso no abastecimento, proposta pela direção geral da autarquia, foi adotada para regularizar manualmente, através dos blocos, a documentação sanitária de animais e vegetais que transitam pelo território baiano. Os técnicos da agência empreendem esforços incessantes para realizar todos os ajustes e correções necessários do programa.

Carne de cavalo que seria vendida como se fosse de gado é apreendida pela ADAB em Jequié

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Polícia, Saúde | Data: 04 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_black_friday-1.gif

Fonte:A Tarde

No inicio da semana, durante uma operação conjunta da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Vigilância Sanitária da Bahia e Polícia Civil de Jequié, foram apreendidas cerca de 1.500 kg de carne de cavalo.

De acordo com informações do médico veterinário da Adab, Wanderley Lauria Júnior, que detalhou a operação durante participação em um programa de rádio de Jequié, a carne era de três cavalos que teriam sido roubados em uma propriedade rural do município e seria comercializada de forma clandestina no comércio da cidade.

O caso foi descoberto após denúncia feita pelo proprietário dos cavalos, que percebeu o desaparecimento dos animais. Apesar da descoberta da carne, os autores da ação ainda não foram encontrados e são procurados pela polícia.

ADAB intensifica ações de fiscalização em diferentes regiões da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 20 nov 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Fonte: Ascom/ADAB

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia, intensificou os esforços para evitar o abate clandestino de animais, em postos fixos ou barreiras móveis, em diferentes regiões do Estado. Em uma semana, mais de cinco toneladas de carne foram apreendidas a caminho dos pontos de venda.

Mais cinco toneladas de carne foram apreendidas em uma semana de operação contra o abate clandestino de animais. No Litoral Norte, extremo sul e Região Metropolitana de Salvador, técnicos e fiscais receberam denúncias sobre a circulação de mercadorias ilegais e reforçaram ações de fiscalização com apoio da Polícia Militar. As cargas apreendidas foram levadas para destruição em graxaria certificada pelo SIE (Serviço de Inspeção Estadual). Em Teixeira de Freitas, extremo sul baiano, a ADAB identificou um caminhão carregado com carcaças bovinas sem documentação sanitária ou nota fiscal.

“A carga estava sendo transportada em condições totalmente inadequadas já em processo de deterioração, e durante a aferição dentro do caminhão, o termômetro marcou mais de 30 graus, muito superior à temperatura permitida para o transporte desses produtos, que é de até sete graus. A fiscalização é exatamente para impedir que a população consuma produto estragado ou sem inspeção, como uma forma de evitar a entrada de doenças importantes para a defesa agropecuária”, ressalta Maurício Bacelar, diretor-geral da ADAB.

No município de Conde, Litoral Norte, carcaças de ovinos e suínos foram apreendidas no momento que eram descarregadas no mercado municipal.  Já em Camaçari (RMS), a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) identificou, nessa terça (19), um veículo com irregularidades na documentação que transportava produtos cárneos sem o selo de inspeção da ADAB. A autarquia enviou técnicos ao local após ser acionada e a carga foi levada à incineração.

ADAB promove treinamento para o controle da raiva em herbívoros

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 11 set 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Da Redação

Fonte: Adab.ba

A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), realizou novas edições do Treinamento para médicos veterinários da saúde pública e setor autônomo, com ênfase na colheita de material do sistema nervoso central para diagnóstico da Raiva dos Herbívoros e Encefalopatia Espongiforme Bovina – o Mal da Vaca Louca (EEB) -, nas regionais de Vitória da Conquista e Itapetinga, na primeira semana de setembro.

O iniciativa busca ampliar os procedimentos de controle da raiva dos herbívoros e aumentar o atendimento aos casos suspeitos nas unidades veterinárias locais. As palestras foram ministradas pelos fiscais agropecuários Dr. José Neder Moreira Alves (Responsável Técnico Estadual/PECRH) e Dr. Evandro Moraes Silva, do Programa Nacional de Controle da Raiva dos Herbívoros PNCRH e Programa Nacional de Prevenção e Vigilância da EEB (PNEEB). “A meta é possibilitar a redução de prejuízos na criação pecuária e diminuir o impacto à saúde pública, já que a raiva e EEB são zoonoses de alto risco para seres humanos”, destaca Neder. Na prática do treinamento, os participantes realizaram a coleta de material do SNC de bovinos.

Realizados desde maio, os treinamentos acontecem em oito unidades veterinárias locais (Teixeira de Freitas, Eunápolis, Miguel Calmon, Irecê, Itabuna, Jequié, Vitória da Conquista e Itapetinga) com 151 profissionais de saúde capacitados, entre os quais 73 médicos veterinários do setor privado e da saúde pública. “As ações atendem à demanda da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) que, em visita técnica realizada em 2014 no estado, verificou a necessidade de maior interação entre os demais agentes de defesa agropecuária e o serviço veterinário oficial”, frisou Rui Leal, diretor de Defesa Sanitária Animal da ADAB

Morte de animais em fazenda de Tanhaçu foi causada por intoxicação confirma Adab

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 20 nov 2018

Tags:, ,

Da Redação

Fonte: G1

A causa das mortes de 125 animais, entre bois e vacas, em uma Fazenda de Tanhaçu, na região sudoeste da Bahia, foi desvendada. De acordo com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab),  o motivo das mortes foi intoxicação alimentar, como era suspeitado.

Segundo a Adab, os laudos comprovaram que os animais não morreram por um problema patológico, mas em função de um erro de manejo das rações, que continham grande concentração de proteicos.

Como os animais tinham mudado de ração há pouco tempo, sem antes passar por um processo de adaptação, eles sofreram uma espécie de empanzinamento e morreram.

Itapetinga: Adab proíbe município de confinar jumentos; caso ocorre após maus-tratos

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 01 nov 2018

Tags:, , ,

Da Redação


A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) proibiu o confinamento de jumentos em Itapetinga.  A decisão foi tomada depois que um guarda municipal de Itororó, município vizinho, flagrou nove jumentos mortos em uma estrada de chão, na última segunda-feira (29).

Conforme as informações divulgadas, um caminhão que levava os animais para o frigorífico parou na estrada e deixou os jegues mortos. Além dos jumentos mortos, o caminhão estava com mais 53 bichos, todos sem comida ou água. O caso foi registrado na Polícia Civil. A partir de agora, segundo a Adab, os animais devem ser encaminhados diretamente para o abate.

Em Itapetinga, o Frigorífico Sudoeste presta serviço de abate para a empresa chinesa Cuifeng Lee desde agosto. A estimativa é que mais de 4 mil animais tenham sido abatidos desde então. O frigorífico ficou fechado há um ano e foi reaberto apenas para abater jumentos. A Adab diz que o estabelecimento é legal.

Mais de 6 mil aves transportadas irregularmente são apreendidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 18 set 2016

Tags:, ,

Da Redação
foto: divulgação Adab

avesNa última semana, mais de seis mil aves transportadas irregularmente foram apreendidas pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), próximo a Vitória da Conquista. As aves estavam sendo transportadas em dois caminhões, sem documentação sanitária pertinente e sem a Guia de Trânsito Animal (GTA).

“A suposta origem da carga é Minas Gerais, tendo como provável destino a região de Vitória da Conquista”, afirmou a Adab. Após a apreensão e o auto de infração, os caminhões seguiram escoltados pelos fiscais da coordenadoria regional da ADAB do município até o frigorífico Chico do Galeto, em Valença, onde será realizado o abate inspecionado das aves.

Ainda de acordo com a ADAB, “o valor arrecadado com a comercialização da carne de frango será repassado ao Fundo de Amparo do Desenvolvimento e Defesa Sanitária Avícola do Estado da Bahia (Faeba), revertido em prol da defesa agropecuária baiana”.

Segue durante todo o mês de maio a campanha de vacinação contra febre aftosa na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 02 maio 2016

Tags:, , ,

Da Redação

vacinação-contra-febre-aftosa-300x200Começou neste domingo (1º) e segue até o dia 31 de maio, a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa na Bahia. Neste ano, a estimativa da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) é vacinar 10.854.311 bovinos e bubalinos pertencentes a 384.393 criadores.

A vacinação é necessária para que nenhuma doença comprometa os rebanhos baianos, principalmente a febre aftosa. Além das mortes dos animais, a doença reflete também em prejuízos econômicos causados pelas barreiras comerciais com outros países.

A febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa, que afeta animais de casco fendido, como os bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos. Pode ser transmitida principalmente pelo contato entre os animais doentes e sadios. O vírus pode ser transportado pela água, ar, alimentos, pássaros e pessoas que entram em contato com os animais doentes.