Estado e municípios baianos traçam estratégias contra o Aedes aegypti

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 17 dez 2015

Tags:, , , , ,

Da Redação

mosquito
Na manhã desta quinta-feira (17), foi realizada em Salvador um encontro entre o Governo do Estado e gestores de mais de 100 municípios baianos. O evento teve como objetivo traçar estratégias de combate ao mosquito o Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, febre chikungunya, entre outras doenças.

Com o encontro, o Estado buscou conscientizar as prefeituras com relação à importância de se adotar medidas efetivas para conter a proliferação do mosquito e das doenças, principalmente após o crescimento do número de casos de microcefalia relacionados ao zika vírus. Na oportunidade,  os prefeitos receberam da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) instruções e metas para diminuir os números de casos no interior.

O próximo passo da Secretaria de Saúde da Bahia, é reunir secretários municipais e técnicos de saúde para estabelecer as estratégias e disseminar algumas ações, no que se refere ao combate ao mosquito, ao atendimento às pessoas que estão com as doenças e outras consequências dessas enfermidades, e à promoção do desenvolvimento tecnológico, educação e pesquisa. No encontro, o governo ressaltou que os municípios contarão com incentivos financeiros a serem aplicados no combate ao vetor e em campanhas publicitárias.

Além disso, às prefeituras ficou recomendado que estruturem e reforcem as equipes de combate, mobilizem as comunidades, as secretarias, e intensifiquem ações em espaços públicos. O acesso da população à saúde e acompanhamento, em especial às gestantes e recém-nascidos, é fundamental.

Governo lançará cartilha para conscientizar alunos no combate ao Aedes Aegypti

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , , , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

Da Redação

No próximo ano letivo, o Governo da Bahia deverá lançar uma cartilha para para conscientizar alunos da Rede Estadual de Ensino no combate ao Aedes Aegypti. A ação faz parte de uma força tarefa conjunta entre as Secretarias de Educação e de Saúde.

IMG_4578Foto: Renata Farias – Bahia Notícias

O material contará com informações sobre a Dengue, Zika e Chikungunya, doenças que são transmitidas pelo mosquito. A ideia é que crianças e jovens sejam multiplicadores da luta contra o Aedes Aegypti. No entanto, além deles, toda a sociedade tem que estar envolvida nessa causa, já que as consequências da proliferação do mosquito atinge a todos.

Além dessa, outras ações devem ser promovidas pelo Governo nos próximo dias para evitar que que a infestação do mosquito Aedes Aegypti se torne ainda mais grave a partir de fevereiro de 2016.

Produção de repelente aumenta 200% com casos de zika e dengue

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 06 dez 2015

Tags:, ,

Estado de São Paulo

repelenteCom a epidemia de dengue e a explosão de casos de microcefalia relacionados ao zika vírus, o laboratório fabricante do repelente considerado o mais efetivo no combate ao mosquito Aedes aegypti aumentou em 200% a produção do item entre 2014 e 2015 e já prevê a necessidade de novo planejamento do processo de fabricação frente à ameaça de disseminação da zika para todos os Estados brasileiros.

“A alta na demanda já vem do início do ano, por causa da epidemia de dengue. Chegamos a ter problemas no fornecimento. Com base nisso, refizemos nosso planejamento para produzir 200% a mais para esse verão. Mas, desde a confirmação do Ministério da Saúde de que há relação entre zika e microcefalia, nossa demanda cresceu ainda mais e estamos aumentando nossa produção”, conta Paulo Castejón Guerra Vieira, presidente do laboratório Osler no Brasil, produtor do repelente Exposis.

…Leia na íntegra

Microcefalia: combate ao Aedes Aegypti deve se intensificar

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 30 nov 2015

Tags:, , , ,

Da Redação

mosquito
Nesse fim de semana, o Ministério da Saúde confirmou que existe relação entre o Zika Vírus e os casos de microcefalia na região Nordeste do país. De acordo com a nota divulgada pela pasta, exames feitos em um bebê nascido no Ceará com microcefalia e outras malformações congênitas revelaram a presença do vírus em amostras de sangue e tecidos.

O Governo afirmou que vai dar continuidade às investigações para descobrir quais as formas de transmissão, como o vírus atua no organismo e qual período de maior vulnerabilidade para a gestante. Mas com essa confirmação, a luta contra Aedes Aegypti, mosquito transmissor do Zika Vírus e também da Dengue e da Chikungunya, deve ser intensificado em todo o país.

A principal orientação é que população mantenha os cuidados no combate ao mosquito, com eliminação dos focos de água parada em suas residências e nas áreas públicas.

Secretaria de Saúde nega caso de microcefalia em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 27 nov 2015

Tags:, ,

BannerResenhaGeral_600x65px

Da Redação

mosquitoNessa quinta-feira (26), por meio de nota, a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista confirmou o registro de um caso de microcefalia na cidade. No entanto, nesta sexta-feira (27), o órgão informou que após a realização de investigação epidemiológica o caso notificado como microcefalia em um recém-nascido do Hospital Municipal Esaú Matos foi descartado.

“A criança em questão nasceu após 33 semanas de gestação, pré-matura. Por conta desta condição, permanece internada na UTI Neonatal do Esaú Matos recebendo os cuidados necessários para o seu desenvolvimento.”, diz a nota, que também afirma que a Saúde Municipal continuará em alerta para o aparecimento de casos da doença e orienta os profissionais de saúde a ficarem atentos às orientações da nota técnica que já foi distribuída para todos os serviços de saúde do município.

Como o aumento no número de casos de microcefalia ( malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada) está sendo associada inicialmente ao Zika Vírus, que é transmitido pelo Aedes aegypti, mesmo mosquito transmissor da dengue e da Chinkungunya, a Secretaria de Saúde ressalta que a população deve manter os cuidados no combate ao mosquito, com eliminação dos focos de água parada em suas residências.

Caso de Microcefalia é registrado em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 26 nov 2015

Tags:, , ,

Da Redação

mosquitoA Secretaria de Saúde Vitória da Conquista confirmou um caso de microcefalia (malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada), em um recém-nascido do município. O caso, que foi registrado, antes do dia 25 de novembro, está sendo investigado pelo órgão. Até agora, de acordo com a Secretaria, não foi identificada correlação com o Zika Vírus.

Segundo o Ministério da Saúde, os casos de contaminação por Zika Vírus registrados no primeiro semestre são a “principal hipótese” para explicar o aumento da ocorrência de microcefalia no Nordeste. A relação entre o Zika Vírus e a microcefalia ganhou força após gestantes que apresentaram sintomas da infecção durante a gravidez terem bebês com microcefalia confirmada. Exames laboratoriais encontraram o vírus no líquido amniótico, que envolve o bebê na gestação.

O Zika Vírus é transmitido pelo Aedes aegypti, mesmo mosquito transmissor da dengue e da Chinkungunya. Assim, neste momento de alerta, a Prefeitura orienta a população, sobretudo as gestantes, para eliminarem o mosquito da dengue e também realizarem suas consultas de pré-natal, fazendo todos os exames recomendados pelos médicos. Caso apareça algum sintoma da doença, como febre alta, manchas avermelhadas e coceiras, procure imediatamente a unidade de saúde mais próxima de sua residência.

Ministério da Saúde confirma 8 casos de zika vírus na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 16 Maio 2015

Tags:, , ,


Com informações do G1

IMG_2121O Ministério da Saúde confirmou a circulação do zika vírus no Brasil. Segundo o ministro Arthur Chioro, 8 amostras provenientes de Camaçari, na Bahia, e 8 do Rio Grande do Norte são efetivamente da doença.

Apesar da entrada do vírus no Brasil e de 1.200 suspeitas sendo investigadas no Nordeste, o ministro disse não haver motivo para preocupação: “O zika vírus não nos preocupa. Trata-se de uma doença benigna que tem uma evolução para cura. A febre é baixa, o maior incômodo é o prurido, manchas vermelhas. Requer muito pouco acesso dos pacientes ao prontos-socorros e serviços médicos. Toda a nossa preocupação é com a dengue, porque dengue mata.”

O zika vírus é uma doença viral que passa sozinha, em geral, em até sete dias. Ela se caracteriza por febre, dores musculares, manchas vermelhas no corpo, inchaço nas extremidades, e dor atrás dos olhos, que também podem ficar vermelhos. A transmissão se dá por meio da picada do mosquito Aedes Aegypti e há um período de incubação de cerca de quatro dias.

O tratamento é baseado no uso de paracetamol para febre e dor. Não há registros de óbitos causados pela doença. Também não há vacinas contra ela. As medidas de prevenção são semelhantes às da dengue e da chikungunya.

Vitória da Conquista registra 23 casos de dengue em 2015

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 05 fev 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

dengueA cidade de Vitória da Conquista ainda está dentro da zona de risco do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue e Chikungunya. O primeiro levantamento de infestação pelo mosquito de 2015, conhecido como LIRAa, indicou que o município está com um índice de 4%. Até o dia 5 de fevereiro, foram notificados 31 casos suspeitos de dengue e Chikungunya, destes 7 foram negativos, 1 inconclusivo e 23 positivos para a dengue.

Para tentar reduzir estes números, a Secretaria Municipal de Saúde realizará ações educativas no dia “D” de combate à dengue e a febre Chikungunya, que acontece no próximo sábado (7) em todo o Brasil. O evento tem por objetivo alertar a população quanto aos cuidados que se deve ter para eliminar possíveis criadouros do mosquito aedes aegypti.

Um dia antes, nessa sexta, a equipe da Coordenação de Endemias realizará uma blitz para divulgar informações sobre a doença e a eliminação do mosquito, nas avenidas João Pessoa e Brumado. Já no sábado, a partir das 9h, na Praça 9 de Novembro, acontecerá a Feira de Saúde do dia “D”.

Vitória da Conquista realiza “Dia D” contra mosquito aedes aegypti

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 06 dez 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1533Terminou neste sábado (6), o “Dia D” contra o mosquito aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue e da Chinkungunya. Na sexta, os agentes comunitários de endemias e de saúde de Vitória da Conquista realizaram um ‘faxinaço’ para alertar quanto aos riscos.

Em parceria com a Mobilização Social Contra Dengue da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM), os agentes visitaram casas e terrenos do bairro Cidade Maravilhosa, orientando a população quanto à importância da eliminação dos criadouros do mosquito aedes aegypti. Com existência da Chinkungunya os cuidados devem ser redobrados.

Neste sábado, a mobilização terminou com a realização de atividades na Praça 9 de Novembro.

Chikungunya: sanitarista alerta para a necessidade de eliminar o mosquito aedes aegypti

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 15 out 2014

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

Juarez 03Em recente visita a Vitória da Conquista, o sanitarista e coordenador da Superintendência Estadual de Vigilância e Emergência em Saúde Pública (Suvesp), Juarez Dias, realizou uma palestra de capacitação sobre as febres Chikungunya e Ebola. Na Bahia, já foram registrados cerca de 300 casos, 274 só em Feira de Santana. Conquista não tem nenhuma ocorrência até o momento.

Segundo Juarez Dias, a “Chikungunya é uma doença que tem uma letalidade muito baixa. Não é como a dengue, que pode levar ao óbito. Mas tem uma coisa muito ruim que é a dor que permanece por muito tempo. Então o que nós orientamos é quem tem os sintomas da dengue, mas com dores muito intensas nas articulações, procuram o posto de saúde para diagnosticar”, alertou.

O médico sanitarista também revelou que a Chikungunya é transmitida pelo mesmo transmissor da dengue, o mosquito aedes aegypti. “Então, temos que trabalhar para não ter o aedes. Eliminando o aedes não vamos ter Chikungunya, nem dengue”.

De acordo com o último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2014, Conquista continua na zona de alerta. Mesmo assim, caiu de 2,2% para 1,3% de índice de infestação predial.

Dengue: índice de infestação cai em Vitória da Conquista, mas requer atenção

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 16 jul 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengue_site2-300x204O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, caiu em Vitória da Conquista. Por meio do resultado do terceiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2014, ficou constatada a diminuição de 1,9% do índice em relação ao último ciclo.

A cidade saiu zona de alto risco, com índice de 4,1%, para a zona de alerta, com 2,2% de índice de infestação predial, segundo a Secretaria Municipal de Saúde concluiu na última semana. Além da redução no índice de infestação, a Secretaria registrou queda acentuada no número de notificações de casos suspeitos em relação ao primeiro semestre do ano passado. De janeiro a junho, foram notificados 132 casos. No mesmo período de 2013, foram 855 notificações.

É considerado de baixo risco pelo Ministério da Saúde índice de infestação menor que 1%. Acima de 1% até 3,9% representa um sinal de alerta. Já a partir de 3,9% a área é classificada como de alto risco de contaminação pela dengue.

Casos da dengue caem no Brasil e aumentam em Vitória da Conquista, diz Ministério da Saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 18 mar 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengue123-1024x750Como já foi adiantado pelo Blog da Resenha Geral, dados do Ministério da Saúde sobre o índice de infestação por dengue, divulgado nesta terça-feira (18), colocam Vitória da Conquista em estado de alerta. No Balanço de Casos da Dengue do Governo Federal, a cidade, com 3,9%, está próxima do estado de risco (cidades acima de 4% de infestação).

Enquanto os casos de dengue caíram 80% no país no primeiro bimestre de 2014, em relação ao mesmo período de 2013, Vitória da Conquista viu o Índice de Infestação por aedes aegypti subir de 2,1% para 3,9%, segundo os dados do Ministério da Saúde. Este ano, a capital do sudoeste já registrou o primeiro caso oficial de dengue.

O levantamento atual do Ministério da Saúde revela que 321 cidades brasileiras estão em situação de risco, 725 em situação de alerta e 413 em situação considerada satisfatória. O percentual de municípios identificados em situação de risco foi de 22% em 2014. No mesmo período de 2013, o índice era de 27%.

Após confirmação de primeiro caso de dengue, prefeitura intensifica trabalhos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 07 mar 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC09740Por meio de nota, o Governo Municipal informou que “vem intensificando as visitas aos imóveis, por meio da realização de mutirões aos sábados, coleta de pneus e orientação à comunidade quanto à importância de evitar o acúmulo de água em reservatórios destampados”.

É importante o cuidado com a residência, onde segundo o Levantamento Rápido de Infestação (LIRAa) realizado no mês de dezembro de 2013, 90% das larvas coletadas pelos agentes de endemias estavam nas residências, o que aumenta a responsabilidade de todos nas ações de combate a dengue.

O primeiro caso de dengue em Vitória da Conquista neste ano foi confirmado na última quinta-feira (6). Segundo a coordenação de endemias, foram registrados 15 casos suspeitos, sendo 14 negativos, nos dois primeiros meses do ano, janeiro e fevereiro.

Prefeitura anuncia primeiro caso confirmado de dengue em Vitória da Conquista em 2014

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 06 mar 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

dengue123-1024x750A Prefeitura Municipal, através do Programa Municipal de Controle de Endemias anunciou o primeiro caso confirmado de dengue em Vitória da Conquista neste ano. Segundo a coordenação de endemias, foram registrados 15 casos suspeitos, sendo 14 negativos, nos dois primeiros meses do ano, janeiro e fevereiro.

A prefeitura não informou quando e onde foi contraída a doença, nem o nome da pessoa infectada.

Em janeiro, a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, divulgou o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por aedes aegypti (LIRA) de Vitória da Conquista estava em 3,8%: estado de alerta. …Leia na íntegra

Dengue: indicie de infestação de 3,8% coloca Vitória da Conquista em estado de alerta

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 14 jan 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC09740Com o verão, vem o perigo da dengue. Segundo a Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, divulgado diz nesta quarta-feira (14), o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por aedes aegypti (LIRA) está em 3,8%: estado de alerta.

O levantamento foi realizado pelos agentes de endemias nas primeiras semanas de janeiro. Segundo a Coordenação de Endemias, o levantamento também constatou que 90% das larvas do mosquito encontradas estão dentro das residências, o que significa que a população deve estar atenta para os possíveis criadouros do mosquito, como reservatórios de água destampados, pneus e demais recipientes que possam acumular água parada.

Segundo o Ministério da Saúde, os municípios com índices de infestação entre 1% e 3,9% estão em situação de alerta para a dengue, enquanto índices considerados satisfatórios são menores que 1%. Os municípios com indicie acima de 3,9% entram em estado de risco.

Com chegada do verão, prevenção à dengue deve ser reforçada

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 23 dez 2012

Tags:,

A Tarde

Características climáticas típicas do verão, que começou esta semana, são sinal de alerta para a transmissão da dengue no país. Para o coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue, Giovanini Coelho, o período de chuvas intensas e de maior umidade exige reforço dos cuidados de prevenção por parte dos gestores municipais e também da própria população.

O último Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), do Ministério da Saúde, mostra que 77 cidades brasileiras estão em situação de risco para a dengue. Dessas, em dez, a situação de risco prevalece desde 2011.

…Leia na íntegra