MPF denuncia associação criminosa em tráfico de animais silvestres na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 05 ago 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

A.Sertão

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou seis pessoas por integrarem associação criminosa especializada em tráfico de animais silvestres capturados principalmente no Parque Nacional de Boa Nova, unidade de proteção integral na Bahia. Parte dos denunciados reponde, ainda, por maus tratos aos animais.

O grupo também atua em outras áreas ambientais protegidas, na região sudoeste do estado e em Minas Gerais, e foi alvo da Operação Ajueretê, deflagrada em agosto do ano passado. A denúncia é do dia 15 de julho.

Segundo o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), o tráfico de animais é o terceiro maior mercado ilegal do planeta, movimentando perto de R$ 39 bilhões. No Brasil, a estimativa é que o comércio movimente US$ 2,5 bilhões. Somente no Brasil, a cada ano são retirados da natureza 38 milhões de animais.

De acordo com ação, a caça, a manutenção em cativeiro e o tráfico de animais são as atividades principais dos denunciados, que atuam sob a liderança de Rodrigo Barros de Calmon e Adriano Luiz Cordeiro, apontados pelo Ibama como dois dos principais traficantes de animais silvestres do país.

As investigações sobre a atuação do grupo, que se iniciaram ainda em 2018 pela Polícia Federal, possibilitaram 14 apreensões, totalizando 1.030 animais de diversas espécies, como: papagaio (Amazona aestiva), arara canindé (Ara ararauna), arara azul (Anodorhynchus hyacinthinus), arara vermelha (Ara chloropterus), pássaro preto (Molothrus otyzivorus), periquitos-rei (Eupsitula Aurea) e tucano (Scaphidura oryzivora). Além disso, no âmbito da Operação Ajuruetê, na segunda fase das investigações, foram apreendidos apetrechos para captura e armazenamento de animais, anilhas, armas e munições.

Moradores denunciam caça ilegal de animais silvestres na região

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 03 ago 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

A caça e o comércio de animais silvestres sem autorização é crime. Nos últimos dias, o Blog da Resenha Geral vem recebendo denúncias de caça predatória na comunidade do Ribeirão dos Paneleiros, Pedra Branca e Batalha, em Vitória da Conquista.

Uma das pessoas que fez denúncias ao BRG, e não quis se identificar, relatou: “Nesse período de seca famílias de veados e onça se aproximam para beber água, são espreitados e abatidos pelos ribeirinhos e caçadores de Vitória da Conquista”.

Entramos em contato, com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), por meio da Unidade Regional (UR) de Vitória da Conquista, que explicou sobre a situação de caça predatória nessas regiões. “As situações de caça é um dos problemas que temos maior dificuldade de realizar uma atividade, e punir os infratores em loco. Isso acontece porque não temos os horários que esse pessoal caça, geralmente acontece de madrugada, fins de semana aleatórios, dias aleatórios, dias na semana também. Com isso, o Inema tem uma grande dificuldade de poder realizar uma ação e identificar esses infratores “, explicou o coordenador da UR de Vitória da Conquista, Glauber Guerra.

E o coordenador ainda completou: “As pessoas que denunciam, se elas puderem identificar de alguma forma, com um endereço, para que a gente possa ir na casa dessas pessoas, pois às vezes elas possuem um freezer onde armazena os animais, ai podemos realizar a apreensão e autuação desses possíveis caçadores”.

A equipe do Inema também a possibilidade de ir até o local para fazer um estreitamento com a comunidade, para que sejam identificados os possíveis autores do crime.
Em caso de denúncia, entre em contato pelo telefone 3421-1309.

Mais de 200 animais silvestres são resgatados pela Polícia Militar na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 09 jun 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

Fonte: Ascom/PMBA

Na tarde da última terça-feira (8), os policiais militares da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA – Porto Seguro) receberam um chamado, na tarde da última terça-feira (8), informando a existência de um cativeiro de animais silvestres em uma fazenda no município de Itapebi.

Os policiais se dirigiram ao local indicado e constataram uma grande quantidade de pássaros e jabutis mantidos em jaulas e gaiolas. Os pássaros eram, em sua maioria, cardeais. Também foram apreendidas 50 gaiolas.

Não havia ninguém no local, mas os dados do imóvel foram transmitidos ao Ministério Público para a adoção das medidas cabíveis. Os animais foram entregues ao Inema, em Eunápolis, para posterior reintegração à natureza.

Esta é a segunda ação da PMBA, somente esta semana, de combate ao cativeiro e ao tráfico de animais silvestres. Na segunda-feira (7), policiais militares da COPPA, com apoio da 64ª CIPM e do esquadrão de motociclistas Asa Branca, resgataram mais de 380 aves em Feira de Santana.

MP pede aumento da fiança de homem preso por tráfico de 500 animais silvestres em Poções

0

Publicado por Editor 2 | Colocado em Justiça, Sudoeste | Data: 04 maio 2021

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_blog_728x90px_SEVILHA_PEL-1.gif

O Ministério Público estadual solicitou à Justiça aumento do valor da fiança para um homem preso em flagrante por tráfico de animais silvestres em Poções. O pedido foi realizado pelo promotor de Justiça Ruano Fernando Leite no último dia 30. Segundo o promotor, a prisão ocorreu no dia 27 de abril, por comercialização ilícita e maus-tratos de mais de 500 aves silvestres, apreendidas no município, e o homem liberado no mesmo dia após pagar fiança estipulada pela autoridade policial em cinco salários mínimos. Ruano Leite pede que o valor seja majorado para 50 salários mínimos.

Conforme o pedido, o homem preso “submeteu os animais a situação de abuso e maus-tratos ao mantê-los em condições precárias em caixas e em cativeiro residencial sem espaços apropriados, causando até a morte de muitos deles”.  

O promotor argumenta que a “resposta penal” não pode ser menor do que “a repercussão administrativa”, uma vez que a multa aplicada pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) teria sido de R$ 24 mil. Ele destaca ainda que, conforme valores informados pelo autuado, a venda ilegal dos animais silvestres apreendidos pela Polícia renderia um “lucro de R$ 21,9 mil, sem contar os animais que já foram vendidos anteriormente”.  

PRF resgata aves silvestres mantidas em cativeiro

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Polícia, Vit. da Conquista | Data: 29 set 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é DIS_728x90px-SEMANA-NACIONAL-DE-TRA%CC%82NSITO-1.gif

Fonte:

A Polícia Rodoviária Federal (PRF),continua atuando no combate aos crimes ambientais na região. Dessa vez os agentes resgataram 14 aves silvestres mantidas em cativeiro em Vitória da Conquista (BA). Os resgates foram realizados entre os trechos 830 e 871 da BR 116, com destaque para duas apreensões em que os proprietários seguiam com os animais para outro estado.

No primeiro flagrante, um pássaro silvestre da espécie conhecida como Pixoxó, foi encontrado em uma gaiola no interior de um VW/Gol. O responsável pelo animal, passageiro do veículo, informou que transportaria a ave de Diadema (SP) para Acopiara (CE). Ele não possuía autorização do órgão ambiental para criação ou transporte.

Já em fiscalização a um ônibus, 04 pássaros tipo canário-belga foram encontrados pela equipe. Os agentes verificaram que os animais estavam em uma gaiola pequena, dentro de uma sacola fechada, sem água ou ventilação. O passageiro identificado informou que adquiriu as aves em Extrema (MG) para levá-la até sua residência em Alagoinha (PE). Ele também não possuía autorização do órgão ambiental.

Os outros animais resgatados, foram visualizados em residências da região e entregue voluntariamente por seus proprietários. Na ocasião, eles foram informados que a lei de crimes ambientais isenta de medidas administrativas e penais as pessoas que promovem o ato voluntariamente. Entre os animais estavam, 01 sabiá, 01 periquito tuim e 07 canários.

Todos os pássaros foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Ibama e quando estiverem aptos, serão devolvidos a natureza.

Polícia Federal realiza operação para desarticular quadrilha que vendia animais silvestres

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente, Polícia | Data: 27 ago 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Fonte:

 Foi deflagra na manhã desta quinta-feira, (27), a Operação Ajuruetê, que visa desarticular esquema criminoso de tráfico de pássaros silvestres nos Estados da Bahia e Minas Gerais. A ação foi realizada pela Polícia Federal, juntamente com o IBAMA, o ICMBio e o INEMA/BA, e com o apoio da Polícia Militar da Bahia.

As investigações tiveram início após a prisão em flagrante de um traficante de animais silvestres em Caruaru, Pernambuco, no ano de 2018, quando então verificou-se que a maioria dos fornecedores de pássaros para o referido indivíduo era da região sudoeste da Bahia.

A partir de então, já no ano de 2019, o avançar das investigações permitiu confirmar a existência de uma extensa rede de traficantes de pássaros silvestres com atuação especialmente nos estados da Bahia e de Minas Gerais, sendo obtidos indícios, também, de que parte dessas aves estivessem sendo capturadas em unidades de conservação federais, como o Parque Nacional de Boa Nova e o Parque Nacional Grande Sertão Veredas.

Entre meados de 2019 e o início de 2020 foram realizados sete flagrantes de tráfico com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e do IBAMA, que resultaram na lavratura de termos circunstanciados de ocorrência e na apreensão de 824 pássaros, sendo a maioria de papagaios (que possuem maior valor no mercado ilegal), mas também de araras e até de tucanos, muitos desses pássaros ainda filhotes.

…Leia na íntegra

Pássaros silvestre são resgatados em Encruzilhada e Cândido Sales

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 18 maio 2018

Tags:, ,

em>Da Redação
foto: divulgação


Uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou 39 pássaros nas cidades de Encruzilhada e Cândido Sales. A ação ocorreu nesta quinta-feira (17).

Entre os animais resgatados havia pássaros das espécies sabiá, azulão, canários-da-terra, papa-capim, trinca-ferro, dentre outras. Os pássaros foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) em Vitória da Conquista.

A ação contra crimes ambientais foi feita em conjunto com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) e com Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO).

Galos de briga e pássaros silvestres são apreendidos em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente | Data: 29 nov 2016

Tags:, ,

Da Redação

apreensao-600x399
A Gerência de Defesa e Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) realizaram duas operações que apreenderam pássaros silvestres e galos de briga em Vitória da Conquista.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, no último dia 23, uma operação desmontou um local que servia para treinar e preparar galos para o combate, inclusive com intervenções cirúrgicas e aplicação de compostos químicos e alimentícios. No local, foram apreendidos 83 galos que seriam comercializados na região. O responsável pelo local responderá por crime de crueldade contra animais.

No dia seguinte, 24, uma nova operação nos bairros Patagônia, Kadija e Jurema apreendeu 77 aves de várias espécies de diversas regiões do país, como trinca-ferro, cardeal e custipio, criadas para o comércio ilegal. Os infratores serão penalizados e responderão pelos danos causados ao meio ambiente. As aves foram encaminhadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Município (Cetas), onde serão recuperadas para retornarem à natureza.

Cetas recebe 260 animais apreendidos em ação do Ministério Público

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente | Data: 30 nov 2015

Tags:, ,

Da Redação

SC2_1092-598x399Foto: Divulgação – Secom PMVC

Nesta semana,  o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Vitória da Conquista recebeu 260 animais que foram apreendidos em cidades do Oeste da Bahia. Esse é o resultado da operação de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), realizada pelo Ministério Público da Bahia e Comitês da Bacia do Rio São Francisco e do Rio Paraguaçu.

A ação, que  teve como objetivo preservar o meio ambiente, foi realizada entre os dias 16 e 28 de novembro, nas cidades de Cocos, Santa Maria da Vitória, Bom Jesus da Lapa, Serra do Ramalho, Correntina, São Félix do Coribe. Ao todo, 710 animais silvestres, que estavam em posse de supostos traficantes, foram apreendidos.

Para Vitória da Conquista, foram trazidos filhotes de papagaios, além de tucanos, veados, macaco e outras aves.

Quase mil animais são apreendidos durante Fiscalização Preventiva Integrada

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Justiça, Meio Ambiente, Polícia, Vit. da Conquista | Data: 04 ago 2015

Tags:, ,

Da Redação

Parte dos animais apreendidos vão ser encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Vitória da Conquista (Cetas).

apreensão animaisAproximadamente mil animais silvestres foram apreendidos durante a primeira semana da segunda etapa da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) que o Ministério Público Estadual (MPE) está realizando, juntamente com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e outros órgãos, em 12 municípios integrantes da Bacia do Rio Paraguaçu, na região de Itaberaba, no centro norte do estado.

Também foram apreendidas armas de fogo, motosserras, produtos de origem florestal e animal, além de expedidas aproximadamente 100 notificações e autos de infração. A ação teve início no dia 27 de julho último e prossegue até esta sexta-feira (7), quando será realizada audiência pública para apresentação final dos resultados da operação. …Leia na íntegra

Mais de 300 aves apreendidas em operação são entregues em centro de animais silvestre conquistense

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 29 ago 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais
fotos: Ascom PMVC

DSC_47671O Centro de Triagem de Animais Silvestres de Vitória da Conquista (Cetas) recebeu 304 aves, na última quinta-feira (28), oriundas de uma operação realizada na região de Lençóis, na Chapada Diamantina. Os animais foram encaminhados para serem tratados na unidade do município.

As aves foram recuperadas após denúncias e entregas voluntárias, além de outras apreendidas em operações com o objetivo de deter tráfico de animais. Segundo o coordenador do Cetas, o veterinário Aderbal Azevedo, foram recebidas espécies de canário, azulão, sabiá, cardeal, trinca-ferro, periquitos e uma arara. “Esses animais foram apreendidos e não estão bem cuidados. A gente precisar tomar alguns cuidados com eles a partir de agora, como alimentação correta e a realização de alguns exames clínicos”, explica o coordenador. …Leia na íntegra

Centro de Triagem de Animais Silvestres passa por ampliação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 18 mar 2014

Tags:,

por Mateus Novais

cetas-2O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) ganhará duas salas para técnicos, recepção, cozinha, almoxarifado, área de depósito para ração e frutos, vestiário e sanitário. Após a reforma, a unidade, implantada em 2000, se tornará ideal para o manejo dos animais.

O local também contará com sala específica para medicamentos, guaritas e recinto para grandes felinos. “a recuperação do recinto destinado aos grandes felinos vai ser ótima, porque também temos demandas de animais como leões e tigres provenientes de circos”, explicou o coordenador do Cetas, Aderbal Azevedo.

Homem é detido por traficar animais silvestres em Poções

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Polícia, Vit. da Conquista | Data: 16 maio 2013

Tags:, , ,

Da Redação

Pássaros silvestres apreendidos em PoçõesUm homem foi preso na tarde de ontem (15) no bairro Primavera, em Poções, acusado de tráfico de animais silvestres. De acordo com informações da Polícia Civil da cidade, Ademir Bonfim Aparício, 40 anos, foi abordado por uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) e em posse dele estava 146 pássaros silvestres. Ademir informou que os animais seriam comercializados em São Paulo. O acusado e os animais apreendidos foram encaminhados para a delegacia, e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) foi acionado.

PRF de Conquista apreende 105 animais silvestres na BR-116

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 02 out 2012

Tags:,

Por Rodrigo Ferraz

Policiais Rodoviários Federais da Delegacia de Vitória da Conquista apreenderam na manhã de hoje (terça-feira)  105 pássaros silvestres.

A apreensão ocorreu durante fiscalização no Km 826 da BR 116, área do perímetro urbano da cidade. Ao abordar um homem de 79 anos que transportava quatro gaiolas, os PRFs constataram que o suspeito transportava ao todo 105 pássaros da espécie paroaria dominicana , mais conhecido como  Galo de Campina (Cardeal). As aves foram encaminhados ao IBAMA/CETAS de Vitória da Conquista.

Com esta apreensão sobe para 495 animais silvestres apreendidos pela PRF na Bahia. Na região de Vitória da Conquista a última apreensão ocorreu no dia 16 de julho, quando, após denúncia, foi resgatado bastante debilitado um macaco da espécie bugio que fora abandonado às margens da rodovia.