Cunha quer criminalizar porte de armas brancas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 24 maio 2015

Tags:, ,


 

Por Josias de Souza

Em mensagem veiculada no Twitter, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), solidarizou-se com a família do médico Jaime Gold, 57, morto por esfaqueamento há cinco dias, na Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona Sul do Rio de Janeiro. Informou que levará rapidamente a voto, no plenário da Câmara, uma proposta de criminalização do porte de armas brancas.

A legislação penal brasileira não tipifica como crime o porte de facas, tesouras e outras armas branca. A lei 10.863, de 2003, proíbe apenas o porte de armas de fogo, excetuando as situações em que a profissão exige —como no caso dos policiais. Daí a movimentação de Eduardo Cunha.

O autor do crime contra o cardiologista Jaime Gold, 57 anos, esfaqueou-o para roubar-lhe a bicicleta. A polícia colocou as mãos num adolescente de 16 anos.Acusou-o de ter praticado o crime. Seria a 16ª anotação em seu longo prontuário. Ele negou ter atacado o médico.

Eduardo Cunha enxergou no episódio uma oportunidade para reafirmar seu apoio a à proposta que reduz a maioridade penal de 18 anos para 16 anos, que ele também pôs para andar na Câmara. Anotou: “Esse crime e mais uma argumentação de que temos, sim, de rever a maioridade penal”. …Leia na íntegra