Desemprego no Brasil cresce durante pandemia e chega a 13,7 milhões

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 18 set 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

A Tarde

A taxa de desocupação no Brasil atingiu 14,3%, na quarta semana de agosto, totalizando 13,7 milhões de desempregados. Com isso o país atingindo o maior patamar da série histórica da pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciada em maio.

Essa alta acompanha o aumento na população desocupada na semana, representando cerca de 1,1 milhão a mais de pessoas à procura de trabalho no país.

A coordenadora da pesquisa, Maria Lucia Vieira, ressalta o crescimento da taxa de desocupação, que era de 10,5% no início de maio, e explica que a alta se deve tanto às variações negativas da população ocupada quanto ao aumento de pessoas que passaram a buscar trabalho.

Anvisa autoriza dobrar número de voluntários em testes de vacina de Oxford no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 15 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

A Tarde

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a ampliação do número de voluntários que devem fazer parte de estudos da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford no Brasil. A vacina está sendo desenvolvida em parceria com a farmacêutica AstraZeneca.

Com isso, o total de participantes no país deve passar de 5 mil para 10 mil. A agência também autorizou uma mudança na faixa etária de testes da vacina, que passa a incluir participantes maiores de 69 anos.

Os estados do Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. também vão ser incluídos nos testes.

Decreto abre caminho para instalação do 5G no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 04 set 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

Fonte: Brasil 61

Atendendo à demanda do setor de telecomunicações, o governo federal publicou nesta semana, um decreto que dispensa que antenas de pequeno porte passem pelo processo de licenciamento. Além disso, o texto autoriza e define as regras do compartilhamento de infraestruturas. O decreto regulamenta a chamada Lei das Antenas (Lei 13.116/2015) e foi recebido pelo setor como uma preparação para o leilão do 5G, que deve ocorrer no próximo ano.

De acordo com o governo, as novas regras foram definidas porque a instalação do 5G no Brasil vai exigir uma grande expansão na infraestrutura de telecomunicações, processo que seria difícil com as regras anteriores. “Esse decreto é um divisor de águas porque no ano que vem teremos o leilão do 5G. Vamos precisar nesse leilão de dez vezes mais antenas [do que na instalação do 4G]”, explicou o ministro das Comunicações, Fábio Faria. 

Vacina chinesa que será testada já chegou no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 20 jul 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte: radardf

Chegou ao Brasil da madrugada desta segunda-feira (20), no Aeroporto Internacional de Guarulhos, a vacina chinesa que vai começar a ser testada no país pelo Instituto Butantan. O avião saiu de Frankfurt, na Alemanha, e, após 11 horas de viagem, pousou por volta das 4h20 em Cumbica.

A vacina  para testagem seguirá para o Instituto Butantan, em São Paulo. A Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) já autorizou o início dessa fase de testes clínicos com a vacina, que devem acontecer por três meses.

Para essa primeira etapa de análises, apenas  nove mil voluntários que já estão recrutados vão participar da testagem. A inscrição dos interessados foi feita por aplicativo, lançado na última segunda-feira. Os testes já começam hoje.

60% das pessoas que tiveram a Covid-19 no Brasil estão recuperadas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 10 jul 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Brasil 61

O boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (9) aponta que 60% das pessoas que tiveram a Covid-19 estão recuperadas. O total de infectados no Brasil é de 1.755.779, sendo mais de 42 mil casos notificados no período de 24 horas. Desde o início da pandemia, pouco mais de 69 mil pessoas morreram em decorrência da infecção pelo coronavírus.

Acre, Tocantins e Mato Grosso do Sul são os três estados menos afetados pela pandemia até o momento. Nas três primeiras posições de locais com maior incidência da Covid-19, estão São Paulo, Ceará e Rio de Janeiro. Segundo o Ministério da Saúde, quatro mil mortes ainda são investigadas e 632 mil casos estão em acompanhamento.

Mais de 254 mil pessoas já foram diagnosticadas com coronavírus no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 19 maio 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

AR+

Desde que a pandemia pelo novo coronavírus chegou ao Brasil, 254.220 pessoas já foram diagnosticadas com a doença. Deste número, 100.459 pessoas se recuperaram depois contrair a doença, o que representa 39%. Além disso, outras 136.969 ainda aguardam resultado para saber se estão com a Covid-19. 

Apesar disso, o número de mortes decorrentes do coronavírus também não para de crescer e, até agora, foram registrados 16.792 óbitos confirmados enquanto 2.277 outros casos aguardam confirmação. Esses são os dados oficiais do Ministério da Saúde, desta segunda-feira (18), com base nas informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde de todo o país. 

Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Amazonas continuam como os mais atingidos pela doença no país. Enquanto isso, Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul seguem como os estados com menor casos de doentes e mortes. 

Mais de 162 mil pessoas já foram diagnosticadas com a Covid-19 no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 11 maio 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

AR+

O Brasil registrou 162.699 pessoas diagnosticadas com a covid-19, neste domingo (10). O número de mortos por causa da doença, está em 11.123 de acordo com  análises realizadas nos últimos três dias. Esses são dados oficiais do Ministério da Saúde com base nos registros feitos por estados e municípios. Outras 1.892 mortes estão em investigação para descobrir se também estão relacionadas ao novo coronavírus. 

O que se apresenta de boa notícia, em relação a situação da pandemia no Brasil, é que mais de 64 mil pessoas que tiveram a Covid-19 conseguiram se recuperar. Isso significa dizer que 39% das pessoas doentes conseguiram se curar da doença no Brasil.   

Conforme mostrado nas últimas semanas, os estados que concentram as maiores quantidade de pessoas infectadas continuam sendo São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Amazonas. Enquanto isso, os estados com menor taxa da doença são Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Estes estados, inclusive, são os que apresentam o menor número de mortes por coronavíru

Brasil ultrapassa 100 mil infectados pelo novo coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 04 maio 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

AR+

De acordo com os dados divulgados neste domingo (3) pelo Ministério da Saúde, o número de casos confirmados de Covid-19 no Brasil chegou a 101.147. De acordo com o levantamento, em 24 horas, o país registrou 4.588 novos casos, um acréscimo de 5%. A doença já matou 7.025 pessoas no Brasil. Neste sábado (2), o número chegava a 6.750.

Até o momento, o estado de São Paulo é o mais afetado pelo novo coronavírus. Ao todo, são 31.772 paulistas infectados. O número de óbitos chega a 2.627. A lista é seguida por Rio de Janeiro, com 11.139 confirmações, e Pernambuco, com 8.643. Tocantins, com 246 casos confirmados, é a Unidade da Federação com o menor número de registros da doença. 

Número de casos confirmados de Covid-19 no Brasil chega a mais de 91 mil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 02 maio 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

AR+

O último balanço com dados do novo coronavírus no Brasil aponta que 91.589 pessoas foram infectadas, segundo o Ministério da Saúde. O número representa uma alta de 7%, ou seja, 6.209 casos a mais nas últimas 24 horas.
 
A Covid-19 já matou 6.329 brasileiros. Na quinta, o número chegava a 5.901.

São Paulo ainda é o estado mais afetado pelo vírus, com 30.374 casos de Covid-19 e 2.511 mortes. Na sequência aparecem Rio de Janeiro e Ceará, com 10.166 e 7.879 casos confirmados, respectivamente. Tocantins registrou 164 casos e 3 mortes, sendo a Unidade da Federação com o menor número de registros. 

Para mais informações sobre a Covid-19, acesse coronavirus.saude.gov.br. 

Número de infectados por Covid-19 no Brasil passa de 71 mil casos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 29 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

AR+

Os casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no Brasil ultrapassou a barreira dos 71 mil nesta terça-feira (28). Já o número de mortos aumentou 7% nas últimas 24 horas, chegando a pouco mais de 5 mil. São Paulo continua sendo o estado mais afetado, registrando cerca de um terço das ocorrências.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, São Paulo tem mais de 24 mil pessoas infectadas. O estado tem a situação mais preocupante e é seguido por Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco.

Na distribuição por faixa etária, a concentração de maior atenção continua sendo os idosos. No Brasil, o maior número de casos fatais se encontra na faixa etária de 60 a 89 anos, sendo que em 67% dos casos a vítima apresentava pelo menos um fator de risco, como diabetes, cardiopatia e doença renal.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, ressaltou que o Ministério vem aprendendo com os números e espera, após a reunião de todos os dados até aqui, organizar melhor as ações de enfrentamento ao novo coronavírus.

Brasil tem 43 mil casos de coronavírus e 2,7 mil mortes registradas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 22 abr 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

EBC

Novos números sobre a pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país, foram divulgadas pelo Ministério da Saúde, nesta terça-feira (21). De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem 43.079 casos confirmados da doença e 2.741 mortes foram registradas. A taxa de letalidade está em 6,4%. Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 2.498 novos casos e 166 mortes.

O número de pacientes que se recuperaram da doença é 24.325, o que representa um percentual de 56,5% do número de infectados. A Região Sudeste registra 23.133 (53,7%) casos confirmados da doença. Em seguida, aparecem as regiões Nordeste, com 10.868 (25,2%); Norte, com 4.431 (10,3%); Sul, com 2.991 (6,9%), e Centro-Oeste, com 1.656 (3,8%).

Em 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou situação de pandemia de coronavírus em todos os países. O termo é usado quando uma epidemia – grande surto que afeta uma região – se espalha por diferentes continentes com transmissão sustentada de pessoa para pessoa.

Brasil tem 159 mortes e 4.579 casos confirmados de coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 30 mar 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte:

Foi divulgado nesta segunda-feira (30) pelo Ministério da Saúde, um novo balanço com as mortes causadas pela pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Até esta tarde, foram registrados 159 óbitos em decorrência da doença. Além disso, subiu para 4.579 o número de casos confirmados. A taxa de letalidade também foi alterada, subindo de 3,2%, registrado no domingo (29), para 3,5% nesta segunda. 

No levantamento anterior, divulgado no domingo (29), o Brasil tinha 136 mortes e 4.256 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. O aumento no total de mortes foi de 17% e de 7,9% no total de casos.

Número de mortes pelo novo Coronavírus sobe para 57 no país

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Morte, Saúde | Data: 26 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

De acordo com a última atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta quarta-feira (25), o número de mortes decorrentes do novo coronavírus (covid-19) chegou a 57. Pela primeira vez desde o início da pandemia, foram registradas mortes fora dos epicentros do surto no país, São Paulo e Rio de Janeiro. Falecimentos em razão da covid-19 ocorreram em Pernambuco, no Rio Grande do Sul e no Amazonas.

As mortes marcam um aumento de 11 em relação a terça, quando a contabilização marcava 46 vítimas que vieram a óbito por conta da infecção. Na segunda-feira, eram 25 falecimentos. Do total, 48 foram em São Paulo, seis no Rio de Janeiro, uma no Amazonas, uma no Rio Grande do Sul e uma em Pernambuco.

O total de casos confirmados saiu de 2.201 ontem para 2433 casos. O resultado de hoje marcou um aumento de 28% nos casos em relação ao início da semana, quando foram contabilizadas 1.891 pessoas infectadas.

Discurso polêmico de Bolsonaro sobre coronavírus tem apoio de militares

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 26 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif
Resultado de imagem para Bolsonaro em pronunciamento na TV

A narrativa do presidente Jair Bolsonaro de que há uma “histeria” de governadores e da imprensa na condução da crise envolvendo a pandemia do novo coronavírus encontra respaldo entre integrantes do Alto Comando das Forças Armadas. O Estado ouviu dez oficiais-generais sobre o discurso do presidente, que recebeu críticas por estar na contramão dos que o mundo prega para combater o avanço da doença.

Nesta terça-feira, 24, em cadeia nacional de rádio e TV, Bolsonaro se colocou contra o isolamento e fechamento de escolas e do comércio. Entre os generais ouvidos pelo Estado há um consenso: o presidente errou na forma, no tom de confronto ao distribuir ataques a governadores, prefeitos, mídia, e esquecendo a razão e a ciência.

Mas acertou no conteúdo. Esses militares dizem que, de fato, não é possível fechar o País, parar todas as atividades econômicas porque isso trará prejuízos irreversíveis à economia. Lembram ainda que um País, com a população essencialmente jovem, e que tem na informalidade um contingente demais de 38 milhões de autônomos, a dose exagerada do remédio poderá matar o paciente.

Outra preocupação é que esse desespero das pessoas possa levar a um caos social, inclusive com possibilidade de saques. Uma figura de linguagem usada por um desses militares dizia que se alguém leva um tiro na perna em uma guerra, não pode ficar deitado esperando ser atendido para tirar a bala, precisa continuar atacando, reagindo, para garantir sua sobrevivência. Nas Forças Armadas, os discursos oficiais dos comandantes do Exército, general Edson Pujol, e da Marinha, almirante Ilques Barbosa, são de que o País está em uma guerra e que o momento é de “serenidade” e “firmeza”. O general Pujol fala que “talvez essa seja a missão mais importante da nossa geração”, mas avisa que a tropa tem de “manter a capacidade operacional”, ou seja, trabalhar.

Da mesma forma, o almirante Ilques pede “serenidade, para não sermos envolvidos em mensagens alarmistas quanto à realidade dessa situação”. Depois de lembrar que “já vencemos situações semelhantes e ainda piores”, se referindo a companheiros que teriam tombado, seja na Segunda Guerra Mundial, com a gripe espanhola, ou na tragédia do Haiti, entre outras, o almirante Ilques afirmou que essa situação “será superada”, e pediu que as determinações das autoridades sejam seguidas.

O almirante adverte que é preciso atuar com firmeza e orientar os seus “semelhantes quando percebermos que estão sendo envolvidos por mensagem, que não apontam em solução”. Os comandantes não interpretam as palavras do presidente da República. Mas os oficiais-generais estrelados que, por uma questão de disciplina não expressam abertamente suas opiniões, têm repetido que o momento é de esquecer a retórica de Bolsonaro, que está em guerra com governadores de estado e se concentrem nas ações que o governo está adotando.

O ex-secretário de Assuntos Estratégicos, general General Maynard Santa Rosa, demitido por Bolsonaro, reverbera esse sentimento dos militares, ao dizer que concorda com o presidente no discurso, mas não na forma. “Concordo que ele está certo, entendendo o clima que poderemos viver quando a economia entrar em colapso. Será um caos social, saques, problemas sérios de lei e da ordem, um clima de instabilidade terrível, sem que isso afete o coronavirus”, comentou.

Ponte de equilíbrio entre confinamento e manutenção da atividade econômica

O general ressalvou que, “o grande problema é encontrar o ponto de equilíbrio entre o confinamento necessário em alguns casos e a manutenção da atividade econômica. O general Santa Rosa cita ainda que “o Brasil é um continente, tem uma população jovem, que existem diferentes realidades no País, e que por conta da guerra política, está havendo radicalização de alguns governadores e prefeitos que não estão vendo o day after quando a economia do País implodir”. Por isso, mesmo, prega um confinamento mais seletivo. Já o presidente do Clube Militar, general Eduardo José Barbosa, reconhece que o problema é complexo, o momento é delicado e, no seu diagnóstico, irá impor “escolhas de Sofia”.

“Se o remédio for muito forte, acaba com o vírus, mas acaba matando o paciente também. Os pacientes vão começar a morrer não pelo vírus, mas de fome e aí será tarde demais para se conseguir reverter a da sobrevivência econômica do País”, comentou. Depois de dizer que toda essa situação é inédita, o presidente do Clube reconheceu que “não existirá decisão perfeita porque não tem como resolver esse tipo de problema, sem causar dano colateral”.

Por isso, fala da importância de proteger as pessoas com mais de 60 anos e as que têm doenças, mas repete o presidente ao dizer que para a grande maioria, a covid-19 será como uma gripe. Para o general, o presidente está sem saber responder os governadores e prefeitos que estão tendo atitudes mais radicais, que querem fechar tudo, e entra no jogo do confronto político-eleitoral, que é absolutamente negativo e desnecessário, neste momento.

Estadão Conteúdo

Brasil registra primeira morte por novo coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Morte, Saúde | Data: 17 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

Um paciente do Estado de São Paulo se tornou a primeira vítima fatal do novo coronavírus no Brasil. A informação foi divulgada pelo governo na manhã desta terça-feira (17).

O secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann, e o Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip, vão fornecer informações relacionadas à morte em entrevista coletiva nesta tarde.

São Paulo é o estado com o maior número de casos da doença. Cerca de 152 pacientes já foram confirmados e mais de mil suspeitos.

Sobe para 200 o número de casos de coronavírus no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 16 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Neste domingo (15), o Ministério da Saúde divulgou um novo balanço dos casos confirmados do novo coronavírus no Brasil: são 200 casos. No relatório, São Paulo é o estado com o maior número de casos confirmados, com 136. Isso representa 68% de todos os casos no país. O Rio de Janeiro é o segundo estado com mais casos, com 24.

O Ministério da Saúde informou ainda que nas duas cidades, São Paulo e Rio de Janeiro, há casos de transmissão comunitária. De acordo com a pasta, os casos de transmissão comunitária são aqueles em que não é possível identificar a trajetória de infecção do vírus.

Sobe para 34 número de casos confirmados de coronavírus no país

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 11 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

O Ministério da Saúde informou que subiu para 34 o número de casos confirmados do novo coronavírus no país. A quantidade de casos suspeitos, ainda sob investigação, é de 893, segundo o balanço nacional do ministério.

Apenas a Região Norte não tem casos confirmados da doença. O estado com mais casos confirmados é São Paulo (19), seguido pelo Rio de Janeiro (8).

Dos nove novos infectados, dois são de transmissão local, quando o contágio foi feito dentro do Brasil. Sete são importados, com pessoas que fizeram viagem ao exterior. Do total de 34 infectados, 29 tiveram contato com o coronavírus no exterior. Cinco pessoas se infectaram dentro do Brasil, sendo quatro em São Paulo e uma na Bahia. Todos são parentes ou amigos das pessoas infectadas. Cinco pacientes ainda estão hospitalizados. O Ministério da Saúde não divulgou o estado de saúde dos internados.

Brasil tem 25 casos confirmados do novo coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 09 mar 2020

Tags:,

Editar imagem

Fonte:

Mais seis novos casos do novo coronavírus foram confirmados pelo Ministério da Saúde, neste domingo (08), totalizando 25 casos até o momento. Dos novos registros, três estão em São Paulo, um em Alagoas, um no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais.

Cinco desses casos foram de pessoas que se contaminaram fora do país. O outro caso, um dos três de São Paulo, é de uma contaminação local, ou seja, quando é possível identificar a fonte do contágio. Segundo a Secretaria de Saúde do estado, os três novos casos do estado estão estáveis e em isolamento domiciliar.

No caso do paciente do Rio de Janeiro, trata-se de uma mulher de 42 anos, moradora no município do Rio, que acompanhou em viagem à Itália uma pessoa já confirmada como positiva para o coronavírus. Ela retornou do exterior na última quarta-feira, 4. Os primeiros sinais apareceram no dia seguinte à sua chegada ao Brasil. Essa mulher também está em isolamento domiciliar.

Atualmente, 664 casos são considerados suspeitos e outras 632 pessoas já foram descartadas como portadoras do Covid-19. O ministério recebe as notificações de suspeitas das secretarias estaduais de saúde. Da mesma forma, são as secretarias que confirmam os casos, sendo que a contraprova deve ser realizada por laboratórios atestados pelo governo federal.

Para combater a doença, as dicas são cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar; utilizar lenço descartável para higiene nasal; evitar tocar as mucosas de olhos, nariz e boca; limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado; lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar álcool gel.

Brasil tem oito casos confirmados do novo coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 06 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte:G1

O Ministério da Saúde (MS) confirmou nesta quinta-feira (5), o aumento do número de casos confirmados e de estados do Brasil com pacientes infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). O governo confirmou ainda que foram registrados os primeiros casos de transmissão local do vírus responsável pela doença Covid-19.

De acordo com Wanderson de Oliveira, o Brasil passou a ser um país com transmissão local, ou seja, existem dois tipos de contaminados: os que chegaram de viagem internacional, vindos de países com circulação do vírus; e pessoas que tiveram contato com essas pessoas que estiveram no exterior.

Os principais dados do boletim apontam:

  • 8 casos confirmados, eram 3 casos no balanço de quarta-feira
  • 3 estados têm casos confirmados: São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro; no boletim anterior, só havia casos em São Paulo
  • 635 casos suspeitos, eram 488 no boletim anterior
  • 378 casos foram descartados desde o início do monitoramento

Segundo ele, o brasileiro não deve mudar seus hábitos, como usar máscaras, por exemplo. O que deve ser feito é adotar práticas de higiene, como lavar as mãos e levar as mãos à boca ao espirrar. “Não muda nada nas condutas adotadas até o momento. […] Se apresentar sintomas gripais não vá trabalhar, não vá viajar e não vá estudar. Não vá para locais públicos, fique em casa se hidratando e se alimentando bem”.

Coronavírus deve afetar indústria e comércio popular no Brasil

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral, Saúde | Data: 02 mar 2020

Tags:, , ,

Editar imagem

Fonte:Metro1

Após interferir em viagens de negócios entre Brasil e China, o coronavírus começa a comprometer a logística de abastecimento de cadeias de suprimentos entre os dois países. Dos 28 navios que deveriam vir da China com mercadorias, nove não zarparam, segundo monitoramento da consultoria em logística e comércio exterior Solve Shipping. Os 19 que estão a caminho trazem um volume muito menor de cargas. A informação é da Folha.

A retração na entrega de insumos industriais e produtos acabados, até o momento, afeta apenas indústrias e empresas de logística, mas a previsão é que ela chegue ao consumidor final nas próximas semanas. O comércio popular de áreas como a Avenida Sete de Setembro, em Salvador, e a 25 de Março, em São Paulo, deve sentir o baque. A maioria – 96% – do comércio entre Brasil e China é feita por navio.