Vacinação contra HPV supera meta de 80% do público-alvo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 02 jun 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

campanha vacinação HPVEm menos de três meses de mobilização, mais de 4,1 milhões de meninas já receberam a primeira dose da vacina contra HPV (Papiloma Vírus Humano). O número representa 83,5% do público-alvo, formado por 4,9 milhões de adolescentes na faixa-etária de 11 a 13 anos. A meta era vacina 80% deste grupo. A partir de setembro, as meninas receberão a segunda dose da vacina.

Os estados com maior cobertura são Ceará, com 98,8% do público prioritário vacinado; São Paulo, com 96%; e Santa Catarina, com 92,8%. Na Bahia, 83,45% do total de 379.528 meninas aptas a receber a vacina já foi imunizada.

A vacina contra HPV tem eficácia comprovada para proteger mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. Hoje, ela é utilizada como estratégia de saúde pública em 51 países, por meio de programas nacionais de imunização.

Primeira etapa da campanha de vacinação conquista HPV termina amanhã

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 09 abr 2014

Tags:, ,

Da Redação

campanha vacinação HPVMais de 5.500 meninas com idade entre 10 e 13 anos em Vitória da Conquista já receberam a primeira dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), é o que revela boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. Esse número corresponde a 67% do público-alvo da campanha, que está estimado em 8.288 adolescentes.

Quem ainda não se vacinou, deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência até o dia 10 de abril, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A Secretaria Municipal de Saúde conta com 40 equipes de vacinação espalhadas em 40 unidades de saúde das zonas rural e urbana.

O esquema de vacina está dividido em três doses: a primeira, até o dia 10 de abril; a segunda, seis meses após a primeira; e a terceira, cinco anos após a primeira dose. É importante destacar que a vacina não substitui a realização do exame preventivo, o papanicolau ou o uso de preservativos.