Palestra da 1ª Exposição de Caprinos e Ovinos atrai grande número de produtores

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 27 mar 2015

Tags:, , ,

Por Mateus Novais*

SONY DSC

Em parceria com a Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac), a Uesb está realizando durante a Exposição Conquista, a 1ª Exposição Especializada de Caprinos e Ovinos do Sudoeste da Bahia. A ação promoveu na última quinta-feira (26), um Ciclo de Palestras voltado para a caprinovinocultura e aspectos ligados à criação.

No Auditório da Coopmac, o professor do Departamento de Fitotecnia e Zootecnia da universidade, Jurandir Ferreira da Cruz, contextualizou sobre a realidade da caprinovinocultura brasileira, em relação ao cenário mundial. Dados atuais do IBGE expressam que a participação do país ainda é tímida nesse sentido. No entanto, é no Nordeste que se concentra a maior parte das famílias que estão na cadeia produtiva dos caprinos e ovinos: cerca de 300 mil. Tudo isso desponta para a oportunidade que surge na região, com destaque para a expressiva participação dos municípios de Anagé, Caetanos e Manoel Vitorino, quando se fala do Estado da Bahia.

SONY DSCO professor explica que os animais já foram expostos em outras oportunidades, mas que o volume e qualidade genética dessa iniciativa são um grande diferencial, o que fez com que a 1ª Exposição Especializada de Caprinos e Ovinos do Sudoeste da Bahia fosse incluída no calendário anual da área. “Os animais que estão aqui são apresentados nas principais exposições do país. Com esses animais, os produtores estão tendo a oportunidade de ver a alta genética de várias raças, como exemplo das raças Dorper, Anglo-Nubiana, Saanen, Santa Inês. Está bem representado aqui o padrão genético que elas podem mostrar para o público e a capacidade de produção de cabras”, destacou.

Para levar o conhecimento acadêmico além dos muros da Universidade, a Uesb conta com parcerias como a da Coopmac. “Esse é o espírito do cooperativismo, que é embasado exatamente nas parcerias. É maravilhoso lotarmos um auditório desse pelo conhecimento. Por isto que uma exposição existe, para democratizar a genética. E sem a parceria da Uesb e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural da Bahia (Senar/BA), isso não poderia ser realizado”, ressaltou o presidente da Cooperativa, Jaymilton Gusmão. …Leia na íntegra