Em entrevista coletiva, Comitê de Gestão de Crise e Secretaria de Saúde explicam medidas para garantir combate ao coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 11 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Secom/PMVC (conteúdo)

Na manhã deste sábado (11), o secretário de Administração, Kairan Rocha, e o secretário de Saúde, Alexsandro Costa, concederam entrevista coletiva para a imprensa de Vitória da Conquista. O objetivo foi o de esclarecer o posicionamento da Prefeitura frente às medidas divulgadas pelo Governo do Estado para combate ao coronavírus no município.

Em vídeo veiculado por uma TV local, nesta semana, o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que: “Traçamos uma estratégia de montar 500 leitos de UTI da cidade de Salvador, dedicados exclusivamente para o coronavírus e trazer para a capital todos os pacientes graves que precisarem de ventilação mecânica”.  Os secretários municipais, Kairan Rocha e Alexsandro Costa, foram enfáticos ao afirmar que essa medida é muito perigosa, pois pacientes que necessitem de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) podem não conseguir chegar a Salvador e morrerem no meio do caminho. “A principal preocupação da Prefeitura de Vitória da Conquista é com as vidas humanas que podem se perder durante uma viagem de mais de 500 quilômetros”,  esclareceu Kairan Rocha.

Em seguida, o secretário Kairan afirmou: “Quando falamos da necessidade de ter os leitos instalados em Conquista e que precisamos manter o diálogo com o Governo do Estado para um planejamento contínuo é porque somos responsáveis pela vida de cerca de 1 milhão e 800 mil pessoas que vivem na macrorregião de Conquista”, enfatizou o coordenador do Comitê de Gestão de Crise do Município.

Nesse mesmo vídeo, o secretário estadual afirma que Vitória da Conquista optou por não gerenciar o recurso destinado pelo Governo Federal para custeio de ações de prevenção e combate ao coronavírus. Através da Portaria nº 480, de 23 de março de 2020, o Governo Federal destinou aos municípios o valor mínimo de 2 reais por habitantes. No caso de Vitória da Conquista, o valor a ser repassado é de cerca de 700 mil reais, mas nunca chegou aqui. O que o Estado enviou foi uma pequena quantidade de material, que seria insuficiente para abastecer apenas uma Unidade de Saúde por um mês.

O secretário Alexsandro Costa esclareceu que Conquista jamais abriu mão de gerenciar os recursos, como afirmou Vilas-Boas: “É falsa a afirmação, uma vez que o município não esteve presente na reunião por não ter sido convidado. A verba é oriunda da Portaria 480 que estabelece que a Comissão Intergestora Bipartide (CIB) teria 24 horas para informar como seria a divisão dos recursos. A reunião da CIB aconteceu no dia 27 de março apenas com a diretoria, sem ter sido enviada nenhuma informação à Vitória da Conquista”, explicou Alexsandro. Ele reafirmou que o município não deixaria de assumir a gestão dos recursos que são tão importantes neste momento de crise: “O Município não foi consultado em momento algum!”.

O secretário municipal de Saúde afirmou que medidas administrativas e jurídicas estão sendo encaminhadas tanto em relação à retenção do recurso pelo Governo do Estado, quanto à reunião da CIB feita à revelia da maioria das cidades baianas.

Vitória da Conquista está buscando o diálogo com o Governo do Estado com o intuito de garantir à população o direito aos cuidados no próprio município. O Plano de Contingência do Estado prevê que o Estado é o responsável pela disponibilização dos leitos de UTI no município e a Prefeitura quer unir forças e realizar um planejamento de ações em conjunto com os órgãos estaduais.

O Secretário do Estado também informou no vídeo veiculado na TV, que o Hospital das Clínicas de Conquista estaria sendo contratado para disponibilizar leitos para tratar pacientes de média complexidade. Mas o secretário Kairan ressaltou que a Prefeitura, até o momento, não recebeu nenhuma informação oficial a respeito. O secretário reforça que a Prefeitura entende que a soma de esforços é necessária para que Prefeitura e Governo do Estado trabalhem juntos no cuidado e preservação da vida humana.

O secretário Alexsandro explicou: “Nós temos que dizer que há uma condução unilateral do Estado que precisa ser questionada por todos, pela sociedade conquistense e da região. Tem que ser contestada, inclusive, pelo Conselho Municipal de Saúde. O Conselho precisa se posicionar frente ao Estado cobrando que a destinação desses recursos seja transparente para toda a população de Conquista e região. A projeção de leitos do HCC e, não se sabe quantos do HGVC, é insuficiente para toda a região de Vitória da Conquista”.

A Secretaria Municipal de Saúde reforçou o convite ao diálogo com o secretário de Saúde do Estado no dia 08 de abril, mas até o momento não obteve resposta. A Administração Municipal entende que o momento pede um trabalho coletivo e, por isso, tem se reunido com o Conselho Municipal de Saúde, com representantes da Câmara de Vereadores, Ministério Público e demais entidades importantes para o trabalho de combate ao coronavírus. O planejamento das ações em conjunto com o Governo do Estado é imprescindível para a preservação de vidas do povo conquistense.

Secretário de Saúde fala sobre medidas de prevenção ao COVID-19 em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (20), de forma online, o Secretário e Saúde de Vitória da Conquista, Alexsandro Costa, falou sobre as novas medidas de prevenção ao novo Coronavírus que devem ser adotadas no município.

O quadro de casos suspeitos de infecção pelo Novo Coronavírus (COVID-19) em Conquista foi apresentado, sendo 43 casos notificados com suspeita, 12 descartados laboratorialmente e 31 aguardam análise. Dos casos de suspeitos, 27 estão em isolamento domiciliar e 4 estão em isolamento hospitalar.

Entre as recomendações feitas pelo secretario, esta o isolamento social, umas das forma mais efetiva de se combater a disseminação do vírus. Outro alerta foi para que pessoas com sintomas leves não corram para as unidades de saúde porque isso prejudica a prevenção.

Durante a coletiva o Secretário também falou sobre o Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública, a implantação do Call Center, e ações de educação planejadas para os próximos dias.

Lembrando que a população Conquistense agora conta com mais canais para entra em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e tirar suas duvidas sobre o Covid-19. O Call Center conta com uma equipe que vai estar disponível todos os dias, de 8h às 19h, para prestar esclarecimentos e atender às pessoas que estiveram em viagem para as áreas de transmissão ou em contato com pessoas desse perfil, apresentando febre ou, pelo menos, um sintoma respiratório.

Telefones:
  • Celulares: (77) 98834-9988/9911/9900/9977
  • Fixos: 3429-7451/7434/7436

Petistas não convencem e atacam a Secretária de Saúde Ceres

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 16 nov 2017

Tags:, ,

Da Redação / Foto Dilson Gusmão BRG

Na câmara municipal de vereadores, nesta-quinta feira (16), foi solicitada pela Vereadora Viviane (PT) e pelo Deputado Federal Jorge Solla (PT), coletiva de imprensa, questionando a gestão atual em relação à saúde, afirmando que a atual gestão mente ao relatar a situação de alguns pontos na saúde, a exemplo das ambulâncias.

Foi questionado por eles sobre a possibilidade de terceirização das ambulâncias, acusando o atual gestor de incapacidade administrativa, porém várias prefeituras no Brasil, após realizarem estudos, trabalham com terceirização, a exemplo de São Bernardo, Santo André, Diadema e Mauá.

Vereadores de Curitiba aprovaram, este ano, projeto que permite não só terceirizar serviços da saúde, mas também da educação. Curitiba é uma cidade de referência, mas para Solla (PT) terceirizar é sinônimo de incapacidade.

Foram apresentadas por eles, fotografias das ambulâncias que se encontravam em manutenção na gestão anterior, sendo perguntado pelo nosso Blog o porque não foram dadas as devidas manutenções, deixando para a atual gestão, em resposta, a vereadora Viviane (PT) afirmou que as mesmas não tinham condições técnicas de rodarem, havendo a necessidade que fossem compradas mais ambulâncias. Se as ambulâncias não estavam em condições técnicas para rodarem no governo passado, como as mesmas estariam em condições técnicas para rodarem na nova gestão?

Repetindo o que o prefeito Herzem Gusmão já havia relatado, a Secretaria de Saúde está preparando uma nota oficial para evidenciar que o parlamentar falta com a verdade. Segundo o prefeito, o relatório da transição provará a inoperância da Secretaria de Saúde do governo passado, que era comandada pela atual vereadora Viviane (PT). Milhares de seringas, soro e outros medicamentos já estavam com a data de validade vencida desde o governo passado. A atual gestão encontrou somente duas ambulâncias operando, sendo que uma estava sem condições de uso, mostrando a inverdade da secretária do governo de Guilherme Menezes (PT).

Realizações do governo Herzem

  1. Recuperação do Hospital Esaú Matos que foi deixado pela administração anterior com 48 pontos de goteira. Não escaparam nem o centro cirúrgico e o berçário
  2. Implantou o Unacon no Hospital Samur para o tratamento do câncer com cirurgias oncológicas, radioterapia e quimioterapia
  3. Inaugurou nova sede da Secretaria de Saúde com moderno prédio com elevador, acessibilidade, garagem, auditório , fisioterapia e até uma unidade de tratamento avançada de pé diabético
  4. Reforma da unidade de saúde de Inhobim com mais uma equipe

 

Coletiva: “Em nossa gestão ninguém vai responder processo por crítica”, afirma Herzem Gusmão

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 02 nov 2016

Tags:, , ,

Blog do Fábio Sena

Herzem Gusmão e Irma Lemos. Foto do Blog do Marcelo.

Herzem Gusmão e Irma Lemos. Foto do Blog do Marcelo.

O prefeito eleito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), reuniu a imprensa local – rádios, jornais, blogs, TV’s – para sua primeira aparição pública após a eleição e demonstrou os caminhos que pretende trilhar a partir de janeiro de 2017, quando assume o comando da terceira maior cidade baiana e mais longevo reduto do Partido dos Trabalhadores no Brasil. Foram cinco mandatos consecutivos, 20 anos.

Acompanhado da vice-prefeita eleita, Irma Lemos (PTB) e de parte de seu staff, Herzem Gusmão declarou, logo no início, em sua apresentação, que nenhum jornalista em Vitória da Conquista sofrerá processo judicial por manifestação de opinião. Radialista de profissão, o futuro prefeito afirmou que a crítica é fundamental à administração e à sociedade, como à democracia.

“Quero assegurar que, durante nossa gestão, ninguém vai responder processo por crítica. Ninguém. Eu entendo que vivenciamos um momento difícil da imprensa, mas não só a imprensa. Uma reclamação geral da interrupção do diálogo. Nós vamos devolver o diálogo. Vamos governar com paz, sem perseguir quem quer que seja. Todos os meus colegas jornalistas sintam-se à vontade para exercer a crítica”.

Ao ser indagado sobre a transição de governo, informou que na próxima terça-feira (8) divulgará os nomes das pessoas que comporão sua equipe e que estaria encaminhando ainda nesta terça-feira (1) um pedido para que o prefeito Guilherme Menezes editasse um decreto antecipando o prazo para constituição do grupo de transição. Legalmente, o prefeito deve fazê-lo há trinta antes do término do mandato.

“É uma prerrogativa do prefeito baixar o decreto 30 dias antes, mas vamos invocar o consenso no sentido de antecipação. Pretendemos protocolar pedindo ao prefeito para antecipar o decreto para levar a equipe e trabalhar de forma tranquila, harmoniosa e responsável”. Segundo Herzem, por ter sido um período de 20 anos à frente da máquina pública, seria essencial mais tempo para a interação.

Indagado por este blog quanto à manifestada ideia de proceder uma auditoria nas contas do governo municipal, Herzem Gusmão fez questão de afirmar não tratar-se de nenhum tipo de perseguição, mas que era imperativo dar esta resposta à sociedade, sobre como encontrou a administração municipal. Declarou que o assunto foi tema em sua campanha eleitoral e que não poderia ficar apenas na retórica eleitoral.

“Não é uma auditoria para perseguir nem para olhar para o passado. É auditoria da responsabilidade. Eu tenho certeza que se eu assumisse a Prefeitura sem auditoria, diriam: ‘foi o primeiro erro de Herzem: assumiu uma Prefeitura de 20 anos sem auditar’. O objetivo é que a população de Vitória da Conquista tenha conhecimento da realidade e que depois eu não vá para um discurso vazio”.

Questionado pelo radialista Paulo Martins sobre sua proposta de redução do número de secretarias municipais, o prefeito eleitor afirmou que pretende seguir o exemplo administrativo do prefeito de Salvador, ACM Neto. “Não vamos reinventar a roda nem a pólvora”, argumentou, acrescentando que procederá um estudo para uma reforma administrativa planejada, mas que o norte é reduzir cargos de confiança”.

Sobre a relação com o legislativo municipal, afirmou que não pretende ferir a autonomia dos vereadores e que inclusive não vai se envolver4 na eleição do novo presidente da Casa. “A Câmara tem independência. Não tenho candidato nem vou pedir voto”, disse. Se comprometeu em manter relação amistosa com todos os vereadores e que receberá periodicamente as duas bancadas para dialogar.

PEC 241: “Sabemos da nossa responsabilidade. Mas estou em sintonia com o que está acontecendo no país. O marketing político é responsável, às vezes, por apresentar distorções. Nós estamos em sintonia com o Governo Federal, que está fazendo um grande bem ao nosso país. Esta PEC 241 é uma benção para a pátria. É um freio de arrumação. A PEC 241 é o Plano Real de volta. Ao contrário do que disseram na propaganda política, aumenta os repasses para a educação e para a saúde. Amplia a fiscalização porque a LRF atingia apenas municípios e estados, agora alcança o governo federal, a gastança, a irresponsabilidade. Então, estamos em sintonia com o Governo Temer”, afirmou Herzem Gusmão.

 

‘Vamos trabalhar com planejamento’, destaca Herzem em sua primeira coletiva como prefeito eleito

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 01 nov 2016

Tags:, ,

Ascom Herzem Gusmão

dsc_0246

Na manhã desta terça-feira  (1), o prefeito eleito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), ao lado da vice-prefeita eleita Irma Lemos, concedeu uma entrevista coletiva à  imprensa local. Durante o encontro, Herzem agradeceu, novamente, aos 95 mil votos que obteve e destacou alguns pontos do seu governo, que se inicia no dia 1º de janeiro de 2017.

Herzem fez questão de frisar que irá fazer um governo de paz, transparente, e de diálogo. “Devolveremos a prefeitura para Vitória da Conquista e haveremos de administrar com o envolvimento de toda cidade”, afirmou o prefeito eleito.

dsc_0260

Sobre sua futura equipe de trabalho, Herzem  ressaltou que irá “trabalhar com os melhores”, com técnicos capacitados, a exemplo do modelo de gestão do prefeito de Salvador, ACM Neto. “Uma cidade do tamanho de Vitória da Conquista não permite improvisações,  por isso, vamos trabalhar com planejamento, com os melhores”.

Na oportunidade, Herzem disse que na próxima semana, anunciará sua equipe de transição: “Só depois que conhecermos todo o funcionamento da Prefeitura é que apresentaremos a composição do nosso secretariado”.

O prefeito eleito de Vitória da Conquista também destacou que irá fazer uma gestão com austeridade, aplicando o dinheiro público de forma coerente e responsável. “Depois dessa belíssima votação,  quando o povo confiou em mim, tenho a obrigação de fazer uma gestão exemplar”.

Embasa convoca imprensa para falar da crise hídrica em Vitória da Conquista 

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 Maio 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto arquivo BRG

DSC_1449Barragens Água Fria 1 e 2 possuem 2,6 bilhões de litros de água acumulados (39% de sua capacidade total)

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A (Embasa) convocou a imprensa de Vitória da Conquista para uma coletiva para tratar a disponibilidade hídrica das bacias dos rios Catolé, Água Fria e Monos e as medidas para garantir a continuidade do abastecimento de água no município. Na convocação, a Embasa não aponta, mas há a possibilidade de que seja anunciado o início de mais um racionamento em Conquista. A coletiva ocorrerá na próxima segunda-feira (16), às 9h.

De acordo com a Embasa, a falta de chuvas e a consequente crise hídrica em toda a região estão contribuindo para a redução do volume de água armazenado nas barragens de Água Fria I e II e diminuindo a vazão do rio Catolé. “Juntos, esses mananciais estão ofertando apenas 13 mil litros de água por dia. No entanto, para atender a demanda da cidade, seriam necessários 48 mil litros. Atualmente, os reservatórios possuem 2,6 bilhões de litros de água acumulados, o que significa 39% de sua capacidade total de acumulação. Enquanto isso, a adutora do Catolé, que já chegou a ser responsável por 45% da água distribuída na cidade, hoje representa apenas 20% da oferta”, aponta a empresa.

Para a coletiva, os técnicos da empresa estão refazendo os cálculos para definir como ficará a situação de abastecimento em Vitória da Conquista, Tremedal e Belo Campo e se há a viabilidade de estender o início do racionamento. Segundo os cálculos atuais, somente neste mês de maio a barragem já apresenta um déficit diário de 20.500 metros cúbicos de água (20,5 milhões de litros), enquanto no período mais drástico de 2012/2013 apresentava déficit de 7.000 metros cúbicos de água (sete milhões de litros) por dia.

Participarão do encontro, o Gerente da Unidade Regional da Embasa, José Olímpio Cardoso da Silveira, o Gerente do Escritório Local, Álvaro Aguiar, além de técnicos do corpo operacional e da área socioambiental da empresa.

Índice de infestação do Aedes aegypti em Conquista é 4 vezes maior do que o tolerável

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 27 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

coletiva
Durante coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, na manhã desta segunda-feira, os responsáveis pela pasta informaram que, de acordo com Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), apresentou um índice de infestação do Aedes aegypti de 4,5.  Com esse número, o índice de infestação predial no município é quatro vezes maior do que o tolerável  Organização Mundial de Saúde, que deve ser no máximo de 1%.

O último levantamento, que é realizado a cada dois meses, é referente à primeira quinzena de abril. Na oportunidades, foram visitados pelos agentes de endemias 5.415 imóveis de 79 logradouros da zona urbana da cidade. Segundo os dados, a cidade encontra-se em estado de alerta para infestação do mosquito. Portanto, é muito importante que as pessoas continuem realizando ações para erradicar o Aedes aegypti.

Ainda segundo as informações divulgadas na coletiva de imprensa, em 2016, foram notificados 2.354 casos de dengue, sendo 437 positivos, 156 negativos e 5 inconclusivos. Em relação à Zika, 17 casos notificados, sendo 3 positivos e 14 aguardando resultado. Também foram notificados 209 casos de chikungunya, sendo 2 deram negativos e 207 aguardando resultado.

Os números relacionados às três doenças nestes primeiros quatro meses do ano já são maiores dos que os casos notificados em todo o ano de 2015. Até dezembro do ano passado, por exemplo, foram notificados 603 casos suspeitos de dengue, dos quais 342 foram positivos.

Zé Raimundo não convocou coletiva para comentar declarações de Guilherme

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 03 mar 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Zé-RAimnudoEm contato com o BLOG DA RESENHA GERAL, a assessoria do deputado estadual José Raimundo comunicou que o mesmo não concederá entrevista coletiva para comentar as recentes declarações do prefeito Guilherme Menezes. A informação foi veiculada no BRG nesta quinta-feira (3), apontando que a suposta coletiva ocorreria na sexta.

“Em nenhum momento foi cogitado uma coletiva como está sendo noticiado na imprensa. Tudo isso foi um grande equívoco, um erro de comunicação”, destacou a assessoria, apontando que o deputado não comentará as declarações feitas pelo atual prefeito de Vitória da Conquista.

Zé Raimundo convoca coletiva para rebater declarações de Guilherme

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 03 mar 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_1493

Após o prefeito Guilherme Menezes ir à imprensa falar sobre o racha interno do partido dos trabalhadores e alfinetar correligionários, agora é a vez do deputado estadual José Raimundo, principal opositor ao grupo guilhermista, convocar os jornalistas. A coletiva de Zé Raimundo ocorrerá nesta sexta-feira (4), às 15h30, no escritório regional do deputado.

O convite aponta que o assunto a ser tratado será os rumos das eleições 2016, mas espera-se que o deputado rebata as declarações do prefeito, que declarou estar sendo escanteado no processo de escolha do pré-candidato petista à prefeitura de Conquista. Guilherme ainda afirmou que Zé Raimundo e seu colega, o deputado federal Waldenor Pereira, surgiram para política a partir de uma articulação sua.

Coletiva: Guilherme confirmará Odir como pré-candidato a prefeito

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 01 mar 2016

Tags:, , , ,

da Redação

ODIRBB

Comentaristas e políticos falam nos bastidores que o prefeito Guilherme Menezes (PT), ao anunciar o nome de Odir Freire, como o pré-candidato a prefeito, quis apenas buscar o entendimento com o PT para o seu projeto político para 2018.

Aqueles que conhecem mais de perto as movimentações do prefeito apostam que o nome de Odir foi lançado e não será retirado. Uma velha liderança petista, não quer ser identificado, tem pregado que Guilherme é o único no PT que pode bancar um candidato até o fim. O fato de ser prefeito de Vitória da Conquista é relevante. Na coletiva de logo mais às 9 horas, na sede do PT, o prefeito deverá confirmar o nome de Odir na disputa eleitoral deste ano.

Nos bastidores também aumenta a corrente dos que acham que a direção estadual do PT vai recuar. Nas prévias que foram adiadas o nome de Odir Freire é o mais forte já que o prefeito detém a maioria na legenda.

O Palácio de Ondina e a Casa Civil do governo Dilma Rousssef desejam e apoiam o nome do ex-prefeito e deputado estadual José Raimundo. Os desejos palacianos poderão ser atropelados e o “candidato do coração” confirmado como pré-candidato.

“Estamos lutando pela sobrevivência da paciente”, diz corpo clínico responsável por médica vítima de assalto

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 dez 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_0111O corpo clínico do Hospital SAMUR, local onde está internada a Dra. Neuzalinda Correia, vítima de um assalto na última quinta-feira (18), concedeu entrevista esclarecendo o estado de saúde da paciente. De acordo com os médicos responsáveis pela Dra. Neuzalinda Correia, eles estão “lutando pela sobrevivência da paciente”.

O estado de saúde da médica é estável, como já vinha sendo informado pela imprensa. “Esse cenário tem sido positivo. A paciente encontra-se completamente consciente, sem necessidade de utilizar aparelhos para respirar. Ela sabe o que aconteceu com ela, sobre o assalto, os tiros e que está com déficit motor [dificuldades para se movimentar]”, esclareceram os médicos responsáveis pelo acompanhamento da paciente.

Os médicos responsáveis pelo acompanhamento da paciente (o neurologista Dr. Davi Tanajura e o neurocirurgião Dr. Gustavo Bilat, juntamente com o coordenador da UTI do hospital, Dr. Miquéias Martins) explicaram também que a médica teve quatro lesões por arma de fogo, um em cada braço e dois na costa. Os disparos que atingiu ela provocou uma lesão raquimedular. “É um trauma grave, com lesão grave. Ela está fora de possibilidade cirúrgica nesse momento. Estamos lutando pela sobrevivência da paciente”, esclareceram.

Dra. Neuza também apresenta sensibilidade nos membros superiores, porém os médicos esclareceram que somente no prazo de seis meses a um ano será possível dizer quais as reais sequelas o trauma irá deixar.

Sobre a necessidade de se manter a Dra. Neuza na UTI, o corpo clínico afirmou que “é muito mais questão de vigilância, para saber se há lesão concomitante ou que pode gerar lesões secundárias”. Os médicos também não sabem definir até quanto ela ficará na UTI. “Vai depender de como ela vai se comportar nos próximos dias”, finalizaram.

Hospital SAMUR anuncia coletiva sobre o estado de saúde de médica baleada em assalto

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 19 dez 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_1039O estado de saúde da médica Dra. Neuza Correia, baleada durante tentativa de assalto em sua residência, será divulgado em uma coletiva nesta sexta-feira (19). Dra. Neuza está internada no Hospital SAMUR em quadro estável, mas, até o momento, a administração da unidade de saúde não forneceu nenhum boletim médico.

Segundo a administração do Hospital, a divulgação dos boletins depende da autorização da família. Sendo assim, uma coletiva foi marcada para às 18h, no próprio Hospital SAMUR, para esclarecer o real estado de saúde da médica.

Polícia adia coletiva sobre operação Brasil Integrado

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 05 dez 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_0600O coordenador da 10ª Coorpin de Vitória da Conquista, Dr. Marcus Vinicius, adiou a coletiva com a imprensa para tratar dos detalhes da operação nacional intitulada Brasil Integrado – Ação Fronteiras e Nordeste. Na cidade, 9 pessoas foram presas durante a terceira edição da operação.

A coletiva estava marcada para às 15h desta sexta-feira (5). Em contato, o delegado Marcus Vinicius informou que “a coletiva foi adiada por conta de determinação superior. Acontecerá somente após o pronunciamento nacional do ministro da Justiça”.

Governo solicita tropas federais para garantir a segurança da população

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Polícia, Segurança, Vit. da Conquista | Data: 16 abr 2014

Tags:, , ,

da Redação

Foto BARBOSAFoto: Carla Ornelas – GOVBA

Em entrevista coletiva concedida na noite de ontem (15), o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, informou que o Governo do Estado está tomando todas as providências para manter a segurança da população. Solicitou a presença através de convocação de tropas federais. A medida foi tomada devido à greve da PM.

A capital baiana está sem polícia, sem trasnporte, e sem aula. Em função das últimas notícias que colocam a Bahia entre os estados mais violentos do Brasil, tem deixado os baianos mais apreensivos do que o período da greve de 2012. O Governo do Estado está mantendo um canal per,anente de negociações para por fim na greve da PM anunciada no início da noite desta 3ª feira (15).

Vitória da Conquista

DESERTASRUAS BBConforme noticiado, em Vitória da Conquista os policiais militares continuam trabalhando normalmente. Segundo informações, com a adesão da greve em Salvador, a tendência é que o movimento chegue rápido à cidade. O clima é de tensão e ontem à noite as ruas estavam desertas.

Dois pesos, duas medidas

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 06 jan 2014

Tags:, , ,

da Redação

Dois pesosA Serrana foi desclassificada da licitação pelo uso de um documento com informação tida como falsa e isso permitiu a contratação da Cidade Verde pelo valor de R$ 6 milhões. Na ação popular movida pelo vereador Arlindo Rebouças (PROS) o balanço da Cidade Verde está sendo contestado e que pode colocá-la na mesma situação da Serrana.

Por que a Prefeitura de Vitória da Conquista não adotou maiores cautelas antes de permitir à Cidade Verde operar o sistema? Por que a Serrana e Cidade Verde com falhas semelhantes (até julgamento do mérito) estão sendo tratadas de forma tão diferente? Por que a prefeitura não realizou uma nova licitação?

Na coletiva marcada para logo mais às 9 horas no anexo ao Memorial Regis Pacheco seria importante o prefeito Guilherme Menezes (PT) se explicar. Afinal de contas a discrepância de valores sugere uma justificativa à população conquistense. A Serrana tinha ofertado R$ 20,5 milhões. A Viação Vitória celebrou o mesmo contrato pagando R$ 37 milhões enquanto à Cidade Verde investiu apenas R$ 6 milhões para ganhar o direito de operar o Lote 2. Hum!

Prefeito e superintendente da Caixa ouvem questionamentos de jornalista em coletiva à imprensa

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 out 2013

Tags:, , ,

da Redação

CAIXAEm recente entrevista coletiva concedida à imprensa de Vitória da Conquista, que contou com a presença do prefeito Guilherme Menezes e José Ronaldo, Superintendente da CEF, o jornalista João Melo do Conquista News, fez questionamentos que geraram certo constrangimento. O mestre de cerimônia ficou visivelmente embaraçado e demonstrou nervosismo. O prefeito e o superintendente não esperam as indagações de Melo. Leia o relato (trecho) transcrito do Conquista News.

(…) “Perguntamos quais os critérios de distribuição das casas, uma vez que pessoas inscritas desde que começou o Programa nunca foram chamadas e que outras recém-inscritas já estavam de casa nova. Dissemos ter recebido denúncias de que pessoas que possuem casas no centro foram contempladas e finalizamos, abordando os aspectos de apadrinhamento político (vereadores) nos sorteios”. …Leia na íntegra

‘Os distritos industriais não estão sendo bem tratados no interior da Bahia’, diz presidente da FIEB

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 09 Maio 2013

Tags:, , , , ,

Por Rodrigo Ferraz

DSC_0285Durante coletiva com a imprensa na tarde de hoje (quinta-feira), em Vitória da Conquista, o presidente da Federação das Indústrias da Bahia (Fieb), José Mascarenhas, comentou sobre a situação dos distritos industriais no interior do Estado, a exemplo de Vitória da Conquista.

“Na minha opinião, esse setor não está sendo bem tratado pelo governo da Bahia. Já contratamos uma empresa para realizar relatório e apontar os problemas, que serão encaminhados ao governador Jaques Wagner. Iremos aguardar as medidas”.

Durante a coletiva, que marcou o lançamento do Programa de Interiorização da FIEB, vários empresários de Conquista levaram queixas e reivindicações, no intuito de melhorar a situação do Distrito Industrial dos Imborés.

Gerente da Embasa dá detalhes sobre o novo racionamento em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 mar 2013

Tags:, ,

Por Rodrigo Ferraz

DSC_0069O gerente do escritório da Embasa de Vitória da Conquista, Álvaro Aguiar, durante entrevista coletiva concedida a imprensa, deu os detalhes do novo racionamento de água que vai atingir a população da terceira maior cidade da Bahia.

Aguiar revela que a medida começa a partir do dia 18 (segunda-feira) com algumas modificações com relação ao racionamento adotado no ano passado.

Ouça a entrevista na íntegra:

<em

Embasa promove coletiva para explicar retorno do racionamento em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 10 mar 2013

Tags:, , , ,

da Redação
Fonte: Ascom – Embasa

embasa

Em entrevista coletiva à imprensa na manhã da próxima segunda, 11, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) vai detalhar o funcionamento do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista, que terá o volume de água reduzido em toda a cidade a partir do dia 18 como medida preventiva de racionamento para garantir o abastecimento durante todo o ano.

No momento a barragem de Água Fria I detém a quantidade armazenada de 103mil/m³, o que representa 58% de sua capacidade total de177 mil/m³. Já Água Fria II está com 4.652 milhões/m³, ou seja, 72% de sua capacidade máxima que é de 6,458 milhões/m³.

…Leia na íntegra

‘Os políticos da cidade desistiram de cobrar o novo aeroporto de Conquista’, diz José Maria Caires

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 08 mar 2013

Tags:, ,

Por Rodrigo Ferraz

DSC_0031O empresário e presidente do Movimento Conquista Pode Voar Mais Alto, José Maria Caires, reuniu a imprensa para uma coletiva em um restaurante da cidade.

A pauta: demora na publicação do edital do novo aeroporto.

Durante a conversa com os jornalistas, Caires desabafou e revelou que a pessoa responsável pela gerência de projetos, que inclui o aeroporto de Conquista, está de licença prêmio e não colocaram ninguém para substituí-la.

“O projeto só será retomado quando ela voltar. Fica parecendo que os governantes e políticos que representam a nossa cidade jogaram a toalha ou desistiram de cobrar por essa obra que trará tantos benefícios para a região Sudoeste”.

O empresário ainda disse que não entende o fato do edital de licitação ainda não ser divulgado. “Estão esperando o quê? Já tem a área, licença ambiental, orçamento da obra, verba para execução. Fico sem saber”, questionou.