Prefeitura e Estado avaliam segunda etapa do Começar de Novo

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 14 set 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

Com objetivo de avaliar o funcionamento da segunda etapa do Programa Começar de Novo, representantes da Secretaria Municipal de Governo (Segov) e da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap/Ba) participaram de uma reunião, em Salvador, nessa segunda-feira (13).

Pioneiro no estado da Bahia e modelo para outros municípios, a segunda etapa do Começar de Novo teve início em agosto. Nesta fase, 55 internos de regime semiaberto do Presídio Nilton Gonçalves foram selecionados para atuar em projetos e programas ligados à Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Urbano (Semagri).

O superintendente de Ressocialização da Seap, Luís Antônio Fonseca, lembrou que nesta segunda edição a ideia é aproximar cada vez mais os internos de suas famílias, oferecendo também a eles apoio de psicólogos e assistentes sociais. “Todos têm direito a uma nova oportunidade e essa oportunidade deve ser dada em forma de educação, capacitação, profissionalismo e acima de tudo acompanhamento”.

A secretária municipal de Governo, Geanne Oliveira, afirmou que este é um momento de avaliação e reforçou o compromisso do município com o Programa. “Esperamos com esta iniciativa não apenas gerar emprego, mas principalmente resgatar vidas”, destacou.

Ligado à Segov, o Começar de Novo é desenvolvido por meio de parceria entre a Prefeitura de Vitória da Conquista, a Seap/Ba e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Começar de Novo: projeto de ressocialização de apenados recomeça no próximo dia 17

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 05 ago 2021

Tags:,

A partir do dia 17,  começa a segunda etapa do Projeto Começar de Novo, realizado pela Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio de convênio com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Saep) e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ – BA), com o objetivo de promover a ressocialização de apenados por meio do trabalho. Ontem (4), os ajustes finais para o retorno foram feitos em reunião entre representantes do Governo Municipal e da Seap, na Secretaria de Governo, localizada na Prefeitura da Zona Oeste.

O projeto é pioneiro no estado e tem servido como modelo para outros municípios, como Feira de Santana. A princípio, para esta nova edição, serão selecionados 50 internos do regime semiaberto, do Presídio Nilton Gonçalves, para atuar em áreas da administração municipal que requerem atividades laborais específicas e que possuem defasagem de mão de obra. “Eles deverão atuar sobretudo em projetos e programas ligados à Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Semagri), como o Palmas para Conquista e o Umbu Gigante, uma vez que a secretaria de agricultura precisa de mão de obra para lidar no campo”, enfatiza a secretária de Governo, Geanne Oliveira.

…Leia na íntegra

Começar de novo: Prefeitura, Estado e Justiça definem nova fase do projeto de ressocialização de apenados

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 15 jul 2021

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

Na tarde desta quarta-feira (14), representantes da Prefeitura Municipal, da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap-BA) e do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) estiveram reunidos na Prefeitura da Zona Oeste (PZO) para discutir o início de uma nova etapa do projeto “Começar de Novo”, que trata da ressocialização de apenados por meio do trabalho externo, e que passou por uma pausa devido à pandemia da Covid-19.

“A experiência do programa em Vitória da Conquista é pioneira e outras cidades têm procurado implementar também este modelo. Hoje fizemos a terceira reunião com a Seap e o TJ para discutir os últimos detalhes desta nova etapa que deverá funcionar ainda este ano”, explicou a secretária municipal de Governo, Geanne Oliveira.

Desta vez, serão selecionados 50 internos do regime semiaberto do Presídio Nilton Gonçalves para atuar em projetos ligados à Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Semagri), como o Palmas para Conquista e o Umbu Gigante. Além de remuneração e redução da pena, os participantes adquirem conhecimento técnico para atuação no mercado de trabalho após o cumprimento da pena.

Durante a primeira etapa do programa, iniciada em 2018, os apenados plantaram pelo Programa Palmas para Conquista mais de 10 hectares de palmas, resistentes à praga colchonilha e que foram distribuídas entre pequenos agricultores. Segundo o diretor adjunto do Presídio Nilton Gonçalves, Joir Sala, o programa contribuiu para a redução dos índices de violência na cidade.

“A gente têm acompanhado o progresso da maioria dos detentos participantes do programa, vários oriundos de outros municípios, onde podemos afirmar que eles desenvolvem hoje uma atividade produtiva, aplicando os conhecimentos adquiridos e saindo do mundo do crime”, disse Joir.

Conquista: Prefeitura de Feira de Santana vem conhecer os projetos pioneiros “Palmas para Conquista” e “Começar de Novo”

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 31 out 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte:Secom/PMVC

Nesta quarta-feira (30), o secretário de Serviços Públicos da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, Justiniano França, esteve em Vitória da Conquista para conhecer as ações e levar a experiência para o seu município sobre os projetos “Palmas para Conquista” e “Começar de Novo“.

Por meio do projeto “Começar de Novo”, 80 apenados em regime semiaberto do Conjunto Penal Nilton Gonçalves estão trabalhando atualmente em serviços da Prefeitura de Vitória da Conquista. A ação – que é fruto de um convênio do Governo Municipal com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Saep – BA) e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ – BA), tem gerado redução de pena, remuneração e ressocialização.

Uma das frentes de atuação dos internos é no programa “Palmas para Conquista”, onde eles atuam no plantio de 20 hectares de mudas de palmas, que já estão sendo distribuídas gratuitamente a agricultores da região como alternativa para convivência com a seca.