Coelba amplia prazo de negociação especial para evitar suspensão de energia de baixa renda

0

Publicado por Editor 2 | Colocado em Economia, Vit. da Conquista | Data: 18 jan 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou, desde o dia 1º de janeiro, o corte de energia por inadimplência de clientes classificados baixa renda. No entanto, a Coelba decidiu adotar a ação apenas a partir do próximo dia 25. Os consumidores com faturas em aberto com a empresa estão sendo reavisados e, portanto, têm a oportunidade de negociar os débitos durante esta semana e evitar a suspensão do fornecimento. E para de facilitar a quitação de dívidas, a concessionária está oferecendo condições diferenciadas. Exclusivamente para os clientes baixa renda, a empresa zerou os juros de financiamento.

Como forma de assegurar mais comodidade e segurança para os clientes, as condições especiais também estão oferecidas no Portal de Negociação da Coelba, disponível no site www.coelba.com.br. No ambiente online, o consumidor encontra uma série de vantagens no pagamento de faturas, tais como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito. Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex. 

Para utilizar os serviços do portal e ter acesso às opções de negociação, é necessário realizar o acesso informando o CPF e a conta contrato do cliente. Depois desse primeiro passo, é possível visualizar o débito e as condições de pagamento disponíveis. A empresa salienta ainda que as lojas de atendimento presencial e o atendimento telefônico, também estão preparados para informar aos clientes a situação do débito e concluírem a negociação.

…Leia na íntegra

Conta de luz fica com bandeira amarela em janeiro, diz Aneel

0

Publicado por Editor 2 | Colocado em Bahia, Brasil, Vit. da Conquista | Data: 02 jan 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

A bandeira utilizada como referência para as contas de luz será amarela em janeiro deste 2021. A definição foi tomada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com isso, o preço da energia fica em R$ 1,34 para cada 100 quilowatts consumidos por hora. O valor é menor do que o estabelecido para o mês passado, quando foi ativada a bandeira vermelha, com preço de R$ 6,2 para cada 100 quilowatts consumidos por hora.

O sistema de bandeiras é utilizado para gerir o valor cobrado aos consumidores a partir das condições de geração de energia. Quando o quadro piora, a bandeira pode ser alterada em uma escala de verde, amarela e vermelha.

Na mudança para a bandeira amarela, a Agência informou ter identificado melhoria no cenário de produção hidrelétrica com elevação das vazões dos afluentes dos principais reservatórios. Fonte: Agência Brasil