Correios fazem mutirão para entrega de encomendas na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 24 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-2.png

Nesta quarta-feira (23), os trabalhadores dos Correios iniciarão mutirões para normalizar o fluxo de entregas de encomendas e cartas na Bahia. Os mutirões serão feitos como forma de compensar as horas não trabalhadas, enquanto a categoria fazia greve, a partir de uma determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST). As ações serão feitas com os empregados das áreas administrativa e operacional.

A recomendação é que os clientes esperem a chegada das encomendas e evitem procurar as agências, para evitar aglomerações. As postagens com hora marcada permanecem temporariamente suspensas – medida em vigor desde o anúncio da pandemia.

Para mais informações, os clientes podem entrar em contato pelos telefones 3003-0100 e 0800 725 0100 ou através do site.

Correios: funcionários acatam decisão da Justiça e decretam fim da greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 23 set 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-2.png

A Tarde

Após 35 dias em greve, os sindicatos que representam os funcionários dos Correios decidiram acatar a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e determinaram o fim da greve dos Correios nesta terça-feira (22). Categoria estava em greve desde o dia 17 de agosto.

A informação foi confirmada pela direção da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). A Federação chegou a orientar que os sindicatos mantivessem a paralisação mesmo com a decisão da Justiça. No entanto, a Fentect voltou atrás e resolveu cumprir a determinação do TST.

Em caso de descumprimento da decisão do TST, uma multa diária de R$ 100 mil seria cobrada, os funcionários terão os pontos no trabalho cortados e há a possibilidade de que seja considerado abandono de emprego.

A greve foi deflagrada em protesto contra a proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. Segundo a entidade, foram retiradas 70 cláusulas de direitos em relação ao acordo anterior, como questões envolvendo adicional de risco, licença-maternidade, indenização por morte e auxílio-creche, entre outros benefícios.

Greve dos Correios: TST aprova reajuste de 2,6%

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Trabalho | Data: 22 set 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-2.png

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) aprovou nesta segunda-feira (21)  um reajuste de 2,6% para os funcionários dos Correios. A maioria do tribunal decidiu que a greve, iniciada no dia 17 de agosto, não foi abusiva. Com isso, metade dos dias de greve será descontada do salário dos empregados. A outra metade deverá ser compensada.

 De acordo com a assessoria do sindicato da categoria, uma assembléia será realizada nesta terça-feira (22) para definir a data de retorno das atividades. Se os funcionários não retornarem aos postos de trabalho, a categoria fica sujeita a multa diária de R$ 100 mil.

O secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresa dos Correios e Similares, José Rivaldo, afirma que para a entidade a greve continua. O resultado do julgamento será discutido em assembleia com os trabalhadores.

Tribunal Superior do Trabalho determina fim da greve dos Correios

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 21 set 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-2.png

A.Brasil

Nesta sexta-feira(21), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários dos Correios e o retorno ao trabalho a partir de amanhã (22). O tribunal julgou o dissídio de greve dos trabalhadores da estatal, que estão parados desde 17 de agosto, diante das discussões do novo acordo coletivo.

Os ministros da Seção de Dissídios Coletivos consideraram que a greve não foi abusiva. No entanto, haverá desconto de metade dos dias parados e o restante deverá ser compensado. Além disso, somente 20 cláusulas que estavam previstas no acordo anterior deverão prevalecer. O reajuste de 2,6% previsto em uma das cláusulas foi mantido. 

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), a greve foi deflagrada em protesto contra a proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. Segundo a entidade, foram retiradas 70 cláusulas de direitos em relação ao acordo anterior, como questões envolvendo adicional de risco, licença-maternidade, indenização por morte, auxílio-creche, entre outros benefícios. 

Durante a audiência, os advogados dos sindicatos afirmaram que a empresa não está passando por dificuldades financeiras e que a estatal atua para retirar direitos conquistados pela categoria, inclusive os sociais, que não têm impacto financeiro. 

Os representantes dos Correios no julgamento afirmaram que a manutenção das cláusulas do acordo anterior podem ter impacto negativo de R$ 294 milhões nas contas da empresa. Dessa forma, a estatal não tem como suportar essas despesas porque teve seu caixa afetado pela pandemia. 

A empresa também sustentou que não pode cumprir cláusulas de acordos que expiraram, sob forma de “conquista histórica” da categoria.

Greve dos Correios: 80% da categoria está paralisada no município

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 17 set 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Fonte:

Depois de várias tentativas frustradas de conciliação, os dirigentes da empresa pública anunciaram, que estão aguardando a decisão judicial sobre a greve para normalizar as atividades operacionais.

A greve nacional dos servidores completou um mês nesta quarta-feira (17). Em Vitória da Conquista, dos cerca de 80% dos funcionários estão paralisados.

No comunicado, a empresa destacou que conversa com os trabalhadores desde julho. No entanto, reconhece que “não há margem para propostas incompatíveis com a situação econômica atual da instituição e do país, o que exclui de qualquer negociação a possibilidade de conceder reajustes”.

Correios aguardam decisão da Justiça sobre greve de trabalhadores

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 15 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

A Tarde

Os Correios anunciaram nesta terça-feira (15), que estão no aguardo da decisão judicial sobre a greve para normalização das atividades operacionais. De acordo com a nota divulgada pela empresa, negociações estavam sendo feitas desde julho e buscam preservar o âmbito financeiro da estatal com cortes de privilégios e “adequação à realidade do país”.

O julgamento da ação de dissídio coletivo está marcado para a próxima segunda-feira, 21. Os profissionais estão paralisados desde 17 de agosto, mas parte do contingente funcional está trabalhando e nas últimas quatro semanas foram registrados mais de 187 milhões de catas e encomendas entregues em todo o Brasil.

Em comunicado, os Correios afirmam que os termos exigidos pelos funcionários para a retomada regular das atividades põem em risco a economia que vinha sendo aplicada. A empresa registra prejuízo acumulado de R$ 2,4 bilhões e esperava economizar cerca de R$ 800 milhões ao ano. Segundo a estatal, esse valor, em três anos, cobriria o déficit financeiro atual.

“É evidente, portanto, que não há margem para propostas incompatíveis com a situação econômica atual da instituição e do país, o que exclui de qualquer negociação a possibilidade de conceder reajustes”, registra a nota.

A empresa lamenta ainda o contexto da pandemia, e afirma que a explosão do e-commerce – o comércio eletrônico, que depende exclusivamente do serviço de transporte e logística para a entrega de mercadorias, – seria uma forma de “alavancar o negócio em um dos poucos setores com capacidade para crescer neste período.

TST marca audiência de conciliação e greve dos Correios pode chegar ao fim

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 10 set 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:A.Brasil

Foi marcada para amanhã (11), pela ministra Kátia Arruda, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), uma audiência de conciliação sobre a greve dos trabalhadores dos Correios. A audiência será realizada por meio de videoconferência e com participação restrita aos representantes dos sindicatos dos funcionários, da empresa e do Ministério Público do Trabalho (MPT).

Os funcionários da estatal entraram em greve no dia 17 de agosto diante das discussões do novo acordo coletivo. Segundo a ministra, que é relatora do processo de dissídio, a audiência será uma tentativa de buscar uma solução consensual para o impasse e evitar que o caso seja levado para julgamento na Seção de Dissídios Coletivos.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), a greve foi deflagrada em protesto contra a proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. Segundo a entidade, foram retiradas 70 cláusulas de direitos em relação ao acordo anterior, como questões envolvendo adicional de risco, licença-maternidade, indenização por morte e auxílio-creche, entre outros benefícios. 

Os Correios declararam que aguardam o julgamento do dissídio no TST e afirmam que o fim da greve é essencial para a população. De acordo com o comunicado, a empresa teve suas receitas impactadas pela pandemia da covid-19 e “não têm mais como suportar as altas despesas”, incluindo benefícios que “não condizem com a realidade atual de mercado”.

INSS notifica beneficiários por cartas físicas e digitais enviadas pelos Correios

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Nessa semana, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a notificar segurados que tiveram seus benefícios revisados, com base no art. 69, da Lei 8.212/91. A novidade é que agora as cartas enviadas também estarão disponíveis em versão digital no aplicativo dos Correios.

Em todo o país, 1,7 milhão de beneficiários serão notificados por meio de carta de cumprimento de exigência. Os beneficiários deverão estar atentos, pois terão 60 dias para enviar a documentação solicitada, preferencialmente pelo aplicativo Meu INSS. O segurado notificado que não apresentar a documentação pelo Meu INSS ou não realizar o agendamento para entrega no prazo poderá ter o benefício suspenso e bloqueado.

Diante do avanço das comunicações digitais em meio à pandemia, o INSS firmou parceria inédita com os Correios para disponibilizar a carta de exigência também de forma online no aplicativo dos Correios, por meio do ‘Entrega Digital’, solução que amplia o acesso da população às comunicações oficiais.

…Leia na íntegra

TST determina que funcionários dos Correios mantenham 70% do efetivo

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 03 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

valorinveste

A ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Kátia Arruda determinou que os Correios mantenham 70% das atividades enquanto perdurar a greve dos servidores, que não poderão sofrer descontos em seus salários. De acordo com a decisão, os funcionários que aderiram à paralisação não poderão impedir a livre circulação de pessoas e de cargas postais.

O cálculo do percentual de 70%, segundo a ministra, deve ser feito com base na quantidade de empregados que estavam trabalhando presencialmente em 14 de agosto, último dia útil antes de deflagrada a paralisação. A greve tem origem em um impasse na negociação do acordo coletivo de trabalho do biênio 2020/2021.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) havia pedido ao tribunal a declaração de abusividade da greve e retorno imediato aos trabalhos, sob pena de multa de R$ 1 milhão para cada sindicato. Caso esses requerimentos não pudessem ser atendidos, que fosse determinada a manutenção mínima de 90% do efetivo.

Sobre os descontos nos salários, a ministra disse que eles não podem ocorrer, pois a Constituição Federal assegura aos trabalhadores o direito de fazer greve. Para ela, suprimir parte da remuneração devido à paralisação configura “tentativa de intimidar e obstruir o livre exercício” desse direito.

Funcionários dos Correios ameaçam intensificar greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 28 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:/bahia.ba/

Os sindicatos que representam os trabalhadores dos Correios dizem que pretendem intensificar a greve e ampliar os protestos pelo país, após a recusa dos Correios em aceitar o acordo proposto pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho).

“A greve vai continuar. Vamos intensificar os piquetes e as mobilizações”, disse à coluna o secretário da FENTECT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares), Emerson Marinho.

Na quinta-feira (27), o vice-presidente do TST, ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho, propôs um acordo entre os Correios e seus funcionários, que estão em greve desde o dia 17 de agosto. A sugestão do magistrado era estender por mais um ano o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do ano passado, mantendo os atuais benefícios dos funcionários, mas sem que seja concedido o reajuste de 5%. Além disso, ele colocou como condição do acordo o fim da paralisação.

Os trabalhadores se manifestaram no sentido de debater a proposta em Assembleias, mas com a recomendação de que ela fosse aceita. Os Correios, por sua vez, afirmaram que não poderiam manter os termos atuais do ACT por causa do impacto da pandemia do coronavírus nas contas da estatal.

Correios ajuíza Dissídio Coletivo de Greve

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 27 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

Correios

Tendo em vista não haver acordo com as entidades representativas, mesmo os Correios tendo se colocado à disposição para negociar o Acordo Coletivo de Trabalho 2020/2021, e que foi decretada paralisação parcial, a empresa ajuizou, nesta terça-feira (25), o Dissídio Coletivo de Greve no Tribunal Superior do Trabalho.

Desde o início de julho, os Correios tentaram negociar com as entidades representativas dos empregados os termos do ACT. Dando continuidade às ações de fortalecimento de suas finanças e consequente preservação de sua sustentabilidade, a empresa apresentou uma proposta que visa a adequar os benefícios dos empregados à realidade do país e da estatal.

Os Correios ressaltam que os vencimentos de todos os empregados seguem resguardados e os trabalhadores continuam tendo acesso, por exemplo, ao benefício Auxílio-creche e aos tíquetes refeição e alimentação, em quantidades adequadas aos dias úteis no mês, de acordo com a jornada de cada trabalhador.

…Leia na íntegra

Funcionários dos Correios mantêm greve por tempo indeterminado

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 26 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

Fonte:tribunapr

Os funcionários dos Correios decidiram que vão manter por tempo indeterminado a greve da categoria, iniciada no último dia 18.Nesta segunda-feira (24), os trabalhadores da estatal divulgaram carta aberta à população para expor os motivos que levaram à paralisação.

No documento, assinado pela Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect), os funcionários afirmam que a estatal quer retirar direitos da categoria, “mesmo com lucro de R$ 460 milhões dos Correios no primeiro semestre de 2020”, diz a carta.

“A greve não é culpa do carteiro, do atendente, do operador de triagem, do motorista ou motociclista. Eles já ganham os menores salários entre os trabalhadores de todas as estatais brasileiras. E estão tendo a remuneração reduzida através do corte de direitos”, dizem os sindicalistas na carta. Segundo o movimento sindical, os Correios quebraram um acordo coletivo assinado ano passado e que seria válido até 2021. A empresa, entretanto, conseguiu, em 2019, uma liminar que delimitou a vigência do contrato somente até este ano.

Correios garantem que greve de trabalhadores não afeta atendimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 20 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

A paralisação parcial dos empregados dos Correios, começou nesta segunda-feira (17), os Correios informou que a paralisação não afeta os serviços de atendimento. Segundo a estatal, um levantamento parcial, realizado nessa terça (18), mostra que 83% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente.

A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas.

A rede de atendimento dos Correios está aberta em todo o país e os serviços, inclusive SEDEX e PAC, continuam sendo postados e entregues em todos os municípios.

Confira a nota dos Correios sobre Negociação

Desde o início das negociações com as entidades sindicais, os Correios tiveram um objetivo primordial: cuidar da sustentabilidade financeira da empresa, a fim de retomar seu poder de investimento e sua estabilidade, para se proteger da crise financeira ocasionada pela pandemia.

…Leia na íntegra

Funcionários dos Correios entram em greve em todo o país

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 18 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

G1

Nesta segunda-feira (17), a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT) decidiu entrar em greve. Segundo a entidade, não há prazo para o fim da paralisação na estatal.

De acordo com a federação, os grevistas são contra a privatização da estatal, reclamam do que chamam de “negligência com a saúde dos trabalhadores” na pandemia e pedem que direitos trabalhistas sejam garantidos. A entidade afirma que desde julho os sindicatos tentam dialogar com a direção dos Correios sobre estes pedidos, o que, segundo eles, não aconteceu. Alegam que, em agosto, foram surpreendidos com a revogação do atual Acordo Coletivo que estaria em vigência até 2021.

De acordo com texto publicado no site da federação, “Foram retiradas 70 cláusulas com direitos como 30% do adicional de risco, vale alimentação, licença maternidade de 180 dias, auxílio creche, indenização de morte, auxílio creche, indenização de morte, auxílio para filhos com necessidades especiais, pagamento de adicional noturno e horas extras.”

No comunicado publicado no site da FENTECT, o secretário geral da federação, José Rivaldo da Silva, afirma que “o governo Bolsonaro busca a qualquer custo vender um dos grandes patrimônios dos brasileiros, os Correios. Somos responsáveis por um dos serviços essenciais do país, que conta com lucro comprovado, e com áreas como atendimento ao e-commerce que cresce vertiginosamente e funciona como importante meio para alavancar a economia. Privatizar é impedir que milhares de pessoas possam ter acesso a esse serviço nos rincões desse país, de norte a sul, com custo muito inferior aos aplicados por outras empresas”.

Funcionários dos Correios anunciam greve por tempo indeterminado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 05 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Fonte:

Cerca de 100 mil trabalhadores dos Correios em todo o Brasil devem entrar em greve por tempo indeterminado a partir da noite do dia 17 de agosto. A categoria protesta contra o acordo coletivo de trabalho oferecido pela estatal. Uma nova assembleia no dia 16 deverá oficializar a paralisação das atividades.⁠

A greve foi definida em reuniões realizadas pela Federação Nacional dos Trabalhdores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) e outras entidades da categoria nesta terça-feira, 4. Entre os principais pontos de reivindicação estão a retirada de 70 direitos do atual Acordo Coletivo, com vigência de dois anos (até 2021), como 30% do adicional de risco, vale alimentação, licença maternidade de 180 dias e auxílio creche, entre muitos outros.

Segundo a estatal, a mudança dos benefícios está de acordo com o estabelecido pela CLT. O pacote prevê uma redução de R$ 600 milhões por ano dos cofres públicos

O sindicato reclama também das condições de trabalho. “Empresa não promove concurso público para garantir o funcionamento adequado dos Correios, e expõe a vida dos trabalhadores e clientes. Apesar de alegarem gastos vultuosos com equipamentos de segurança, em muitas agências, principalmente no interior do país, esse material nunca apareceu”, afirmou a Fentect em nota.

Correios alerta clientes sobre falsos perfis nas redes sociais e e-mails maliciosos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 06 jul 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Correios

Em tempos de isolamento social e consequente aumento de compras pela internet, os Correios chamam a atenção de clientes e consumidores que aguardam a entrega de suas encomendas, para a origem de mensagens e alertas eletrônicos. Os conteúdos que circulam na internet, por meio de sites, e-mails, mensagens instantâneas, redes sociais e SMS podem ocultar intenções criminosas para realização de fraudes online.

Geralmente, os criminosos cibernéticos se passam por empresas respeitáveis e sites confiáveis para atrair pessoas, utilizando uma técnica denominada “phishing”, que consiste em jogar iscas para pescar informações, aludindo à palavra inglesa “fishing”, que quer dizer pescaria. Esse tipo de golpe pode resultar em inúmeros transtornos e prejuízos financeiros para as vítimas.

Como prestadora de serviços de interesse coletivo, assim como instituições bancárias, os Correios também são alvo de frequentes ações de grupos ou pessoas mal intencionados. A empresa reitera que não envia mensagens eletrônicas sem prévia autorização do cliente e não dá permissão para que terceiros o façam em seu nome. Desta forma, orientamos os clientes a não abrirem os arquivos ou clicarem nos links e excluírem as mensagens imediatamente.

Muitas mensagens eletrônicas falsas são disparadas citando indevidamente o nome dos Correios (Imprensa Correios; Sedex Brasil; Financeiro Correios; Correios Brasil) e informando sobre a tentativa de entrega de uma encomenda. Trata-se de spam, com links contendo vírus ou agentes maliciosos. Nas redes sociais, diversos perfis falsos se apresentam, normalmente, como “Suporte Correios”, oferecendo uma suposta ajuda em troca de informações dos clientes, para utilização indevida.

…Leia na íntegra

Parceria entre Correios e Serasa facilita a baixa de restrições financeiras

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 30 jun 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Fonte:Correios

Agora os cidadãos que precisam negociar dívidas diretamente com os credores e estão na base de dados de inadimplência do SERASA, já podem regularizar suas pendências financeiras em uma das mais de 6 mil agências dos Correios espalhadas pelo Brasil. A novidade é resultado da parceria firmada entre a estatal e SERASA Experian para a prestação do serviço “Limpa Nome”.

A ideia é dar mais uma opção aos consumidores que desejam renegociar suas dívidas através de pontos físicos, como as agências dos Correios. Desta forma, os cidadãos têm mais facilidade para obter informações sobre sua vida financeira e renegociar créditos com os mais de 40 parceiros dentro da plataforma. Muitas destas instituições têm anunciado planos emergenciais e condições especiais na oferta de crédito, uma oportunidade que se mostra ainda mais importante nesse contexto da pandemia de Covid-19.

Uma vez que a dívida é negociada, o cidadão possui seus dados retirados do cadastro de restrição, tendo, assim, a possibilidade de adequar-se financeiramente.

…Leia na íntegra

Correios dá dicas de como não cair em golpes na internet

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 22 jun 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Fonte

Com o aumento de compras feitas pela internet, em decorrência do isolamento social por conta da Pandemia de Covid-19, os Correios faz um alerta a clientes e consumidores que aguardam a entrega de suas encomendas. Os conteúdos que circulam na internet, por meio de sites, e-mails, mensagens instantâneas, redes sociais e SMS podem ocultar intenções criminosas para realização de fraudes online.

Geralmente, os criminosos cibernéticos se passam por empresas respeitáveis e sites confiáveis para atrair pessoas, utilizando uma técnica denominada “phishing”, que consiste em jogar iscas para pescar informações, aludindo à palavra inglesa “fishing”, que quer dizer pescaria.

Como prestadora de serviços de interesse coletivo, assim como instituições bancárias, o Correios também é alvo de frequentes ações de grupos ou pessoas mal intencionados. A empresa reitera que não envia mensagens eletrônicas sem prévia autorização do cliente e não dá permissão para que terceiros o façam em seu nome. Desta forma, a empresa orienta os clientes a não abrirem os arquivos ou clicarem nos links e excluírem as mensagens imediatamente.

Muitas mensagens eletrônicas falsas são disparadas citando indevidamente o nome dos Correios (Imprensa Correios; Sedex Brasil; Financeiro Correios; Correios Brasil) e informando sobre a tentativa de entrega de uma encomenda. Trata-se de spam, com links contendo vírus ou agentes maliciosos. Nas redes sociais, diversos perfis falsos se apresentam, normalmente, como “Suporte Correios”, oferecendo uma suposta ajuda em troca de informações dos clientes, para utilização indevida.

Pedido do auxílio emergencial já pode ser feito nos Correios

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 10 jun 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

As agências dos Correios em todo o Brasil, começaram a fazer na segunda-feira (8) o cadastramento do Auxílio Emergencial. A expectativa é realizar até 27 milhões de atendimentos.

A iniciativa é uma parceria com o Ministério da Cidadania e visa auxiliar à população mais vulnerável, sem acesso a meios digitais, que ainda não conseguiu solicitar o Auxílio Emergencial.

A população sem acesso aos meios digitais terá o cadastro feito gratuitamente por funcionários dos Correios. Os demais interessados que possuem condições de acesso à internet devem fazer o cadastro no aplicativo ou site da Caixa Econômica Federal ou da Dataprev.

Com o intuito de evitar aglomerações, foi estabelecido um calendário para a solicitação do cadastro do Auxílio Emergencial nas agências, conforme o mês de nascimento do cidadão

Inscrição para Jovem Aprendiz dos Correios termina nesta sexta

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 28 maio 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Os interessados em participar do Programa Jovem Aprendiz, dos Correios, tem até essa sexta-feira (29) para realizar sua inscrição.

Do total de 4.462 vagas, 815 destinam-se a negros e pardos, e 660 a pessoas com deficiência.Os candidatos devem ter idade entre 14 e 22 anos completos e cursar, no mínimo, o 6º ano do ensino fundamental ou matriculado e frequentando a escola (caso não tenham concluído o ensino médio).

Os jovens selecionados receberão o salário mínimo-hora, que em valores totais, pelo piso nacional, corresponde a até R$ 490,83 mensais – além de vale-transporte, vale-refeição ou alimentação e uniforme. A jornada de aprendizagem será de 20 horas semanais, distribuídas em 4 horas diárias, totalizando, no mínimo, 800 horas no decorrer do programa. O programa terá duração entre 12 a 24 meses consecutivos, a critério da administração pública.

As inscrições devem ser feitas até 29 de maio pelo site dos Correios. As inscrições são gratuitas.