Vitória da Conquista registra 23 casos de dengue em 2015

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 05 fev 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

dengueA cidade de Vitória da Conquista ainda está dentro da zona de risco do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue e Chikungunya. O primeiro levantamento de infestação pelo mosquito de 2015, conhecido como LIRAa, indicou que o município está com um índice de 4%. Até o dia 5 de fevereiro, foram notificados 31 casos suspeitos de dengue e Chikungunya, destes 7 foram negativos, 1 inconclusivo e 23 positivos para a dengue.

Para tentar reduzir estes números, a Secretaria Municipal de Saúde realizará ações educativas no dia “D” de combate à dengue e a febre Chikungunya, que acontece no próximo sábado (7) em todo o Brasil. O evento tem por objetivo alertar a população quanto aos cuidados que se deve ter para eliminar possíveis criadouros do mosquito aedes aegypti.

Um dia antes, nessa sexta, a equipe da Coordenação de Endemias realizará uma blitz para divulgar informações sobre a doença e a eliminação do mosquito, nas avenidas João Pessoa e Brumado. Já no sábado, a partir das 9h, na Praça 9 de Novembro, acontecerá a Feira de Saúde do dia “D”.

Ações de prevenção e combate à dengue e a Chikungunya em Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 27 jan 2015

Tags:, ,


Da Redação

Até o dia 23 de janeiro, foram notificados 18 casos suspeitos para dengue, destes, 5 foram negativos e 13 positivos.

Ações de prevenção e combate à dengue e a Chikungunya em Vitória da ConquistaO combate às larvas do mosquito aedes aegypti (transmissor da dengue e da Febre Chikungunya), em Vitória da Conquista, é realizado durante todo o. Mas, no verão, as ações são intensificadas com a realização de mutirões que acontecem todos os sábados, em diferentes bairros da cidade.

Para somar ao tratamento nas residências, a Prefeitura tem um cuidado diferenciado em alguns pontos da cidade que são considerados estratégicos, como cemitérios e borracharias. Há 122 pontos cadastrados. Eles são visitados mensalmente pela equipe de Ponto Estratégico (PE), da Coordenação Municipal de Endemias. …Leia na íntegra

Dengue: índicie de infestação cresce consideravelmente em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 14 jan 2015

Tags:,

por Mateus Novais

dengueO índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, cresceu muito nos primeiros dias no ano de 2015. O primeiro Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa) de 2015 indicou que Vitória da Conquista está com um índice de 4%. Com isso, a cidade está em na zona de alto risco, segundo o Ministério da Saúde.

Em novembro do ano passado, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou dados muito abaixo dos registrados nesta quarta-feira (14). O índice de infestação estava no nível de alerta: 1,3%. Até o dia 13 de janeiro, a Coordenação de Endemias notificou 1 caso suspeito de dengue, com resultado positivo.

O LIRAa é uma pesquisa bimestral feita pelos agentes de endemias em todos os bairros e que consiste na visita dos imóveis para verificar a presença de larvas nos reservatórios.

Brasil enfrentará primeiro verão com dengue e chikungunya

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 21 dez 2014

Tags:,

Agência Brasil

650x375_cartaz-de-campanha-contra-a-dengue-e-chikungunya_1476391O verão no Hemisfério Sul começou neste domingo, 21, com um desafio particular para o Brasil. Pela primeira vez na estação, dengue e febre chikungunya circulam juntas pelo país. As doenças têm sintomas parecidos e são transmitidas pelo mesmo mosquito. Em entrevista à Agência Brasil, o coordenador do Comitê de Doenças Emergentes da Sociedade Brasileira de Infectologia, Rodrigo Angerami, explicou como identificar os sinais de cada uma delas e as formas mais eficazes de prevenção.

Angerami lembrou que o que torna o verão mais vulnerável à ocorrência de surtos e epidemias é a sazonalidade das doenças. O comportamento do Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre chikungunya, segundo ele, tende a se intensificar em períodos de temperaturas mais altas e de muita chuva.

…Leia na íntegra

Bahia receberá R$ 12 milhões para combater dengue e chikungunya

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia, Saúde | Data: 13 dez 2014

Tags:, ,

Correio da Bahia

DENGUE BO Ministério da Saúde destinou uma verba de R$ 12,3 milhões para ações de vigilância, prevenção e controle da dengue e febre  chikungunya na Bahia. A decisão integra portaria publicada nesta sexta-feira (12) no Diário Oficial da União, segundo a qual todos os municípios brasileiros receberão uma parcela dos RS 150 milhões previstos ao combate das duas doenças no país.

Feira de Santana, município baiano com o maior número de casos confirmados da febre (748), receberá R$ 400 mil da verba destinada ao estado, enquanto Salvador (com 57 casos) receberá quase R$ 2 milhões.

…Leia na íntegra

Vitória da Conquista realiza “Dia D” contra mosquito aedes aegypti

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 06 dez 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_1533Terminou neste sábado (6), o “Dia D” contra o mosquito aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue e da Chinkungunya. Na sexta, os agentes comunitários de endemias e de saúde de Vitória da Conquista realizaram um ‘faxinaço’ para alertar quanto aos riscos.

Em parceria com a Mobilização Social Contra Dengue da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM), os agentes visitaram casas e terrenos do bairro Cidade Maravilhosa, orientando a população quanto à importância da eliminação dos criadouros do mosquito aedes aegypti. Com existência da Chinkungunya os cuidados devem ser redobrados.

Neste sábado, a mobilização terminou com a realização de atividades na Praça 9 de Novembro.

Dia “D” de combate à dengue e a Chinkungunya em Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 02 dez 2014

Tags:,

Da Redação

dia “D” de combate à dengue e a ChinkungunyaNo próximo sábado (06), o Ministério da Saúde realizará, em todo o Brasil, o dia “D” de combate à dengue e a Chinkungunya. Com o tema “O perigo aumentou. E a responsabilidade de todos também”, a campanha lembra para a população que o mosquito aedes aegypti que antes transmitia apenas o vírus da dengue, agora também transmite o vírus da febre Chinkungunya.

Em Vitória da Conquista, as atividades para alertar a população quanto à importância de eliminar os criadouros do mosquito, principalmente, dentro das residências, terão início nessa quarta-feira (03). Para as ações a Coordenação de Endemias, contará com a parceria da Mobilização Social Contra Dengue da Fundação Luís Eduardo Magalhães e do Programa de Educação pelo Trabalho (PET-Dengue).

Confira a programação completa: …Leia na íntegra

Dengue: Vitória da Conquista em situação de risco

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 05 nov 2014

Tags:, ,

da Redação
ilustração G1

PAinel Denque

O Ministério da Saúde registra que 27 cidades do Estado da Bahia estão em situação de risco para dengue. A cidades de Santo Amaro, Iuiú e Itabuna correm risco de epidemia. Nestas cidades o índice de infestação do mosquito transmissor, o Aedes aegypti, nos imóveis é superior a 3,9%.

Em Vitória da Conquista, o índice de infestação do mosquito da dengue continua no nível de alerta com 1,3% e está merecendo atenção especial do Ministério da Saúde. Na Bahia outros municípios a exemplo de Cafarnaum, Ipibepa, Ipirá, Muritiba, Valença, Gaunambi, Araci, Dias D´Ávila, Ipupiara, Cruz das Almas, Simões Filho, Campo Formoso, Itaeté, Itapetinga, Matina, Gandu, Nordestina, Palmas de Monte Alto, Uibaí, Souto Soares, Seabra, Lauro de Freitas, Alagoinhas, Valente, Jequié e Pindaú também estão em alerta.

Bahia: caem casos e óbitos por dengue; Chikungunya ainda preocupa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 05 nov 2014

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

mosquitoO Ministério da Saúde divulgou os dados do Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) realizado em outubro, que demonstra os registros de casos confirmados e óbitos por dengue. O levantamento também revela os números da febre Chikungunya. A pesquisa foi realizada em conjunto com estados e municípios, em 1.463 cidades brasileiras.

Em 2014, foram registrados 13.511 casos de dengue na Bahia, contra 59.874 em 2013, uma redução de 77%. O número de óbitos também teve uma redução significativa. Em 2013 foram 17 mortes, este ano 11; queda de 35%. Em Vitória da Conquista, o índice de infestação do mosquito da dengue continua no nível de alerta: 1,3%.

Chikungunya

Os registros da Febre Chikungunya foram os mesmos antecipados pelo BLOG DA RESENHA GERAL no final do último mês: 458 casos na Bahia. Os registros se concentram em seis cidades do estado, a maioria em Feira de Santana (371) e Riachão do Jacuípe (82). …Leia na íntegra

Nova vacina contra a dengue reduz em 95% os casos graves

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 04 nov 2014

Tags:,

A Tarde

dengue123-1024x750A nova vacina contra a dengue, que já passou por todas as fases de estudos e testes, mostrou redução de 95,5% das formas graves da doença, inclusive a do tipo hemorrágica, na etapa de testes no Brasil e na América Latina. Até a primeira semana de outubro pelo menos 377 pessoas morreram em decorrência da dengue no país.

A vacina, desenvolvida pelo Laboratório Sanofi Pasteur, é a primeira contra a dengue concluída no mundo. O produto demonstrou proteção de 60,8% contra os quatro tipos da doença. Ou seja: a cada 100 pessoas imunizadas, 60,8 não contraem a doença; e entre as que contraem, 95,5 em cada grupo de 100 não terão as formas graves da dengue. …Leia na íntegra

Chikungunya: sanitarista alerta para a necessidade de eliminar o mosquito aedes aegypti

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 15 out 2014

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

Juarez 03Em recente visita a Vitória da Conquista, o sanitarista e coordenador da Superintendência Estadual de Vigilância e Emergência em Saúde Pública (Suvesp), Juarez Dias, realizou uma palestra de capacitação sobre as febres Chikungunya e Ebola. Na Bahia, já foram registrados cerca de 300 casos, 274 só em Feira de Santana. Conquista não tem nenhuma ocorrência até o momento.

Segundo Juarez Dias, a “Chikungunya é uma doença que tem uma letalidade muito baixa. Não é como a dengue, que pode levar ao óbito. Mas tem uma coisa muito ruim que é a dor que permanece por muito tempo. Então o que nós orientamos é quem tem os sintomas da dengue, mas com dores muito intensas nas articulações, procuram o posto de saúde para diagnosticar”, alertou.

O médico sanitarista também revelou que a Chikungunya é transmitida pelo mesmo transmissor da dengue, o mosquito aedes aegypti. “Então, temos que trabalhar para não ter o aedes. Eliminando o aedes não vamos ter Chikungunya, nem dengue”.

De acordo com o último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2014, Conquista continua na zona de alerta. Mesmo assim, caiu de 2,2% para 1,3% de índice de infestação predial.

Cai infestação por Aedes aegypti em Conquista; 83 casos de dengue foram confirmados

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 10 out 2014

Tags:,

por Mateus Novais

dengue123-1024x750O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, voltou a cair em Vitória da Conquista. Por meio do resultado do terceiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2014, fechado na última semana, foi constatada a diminuição de 0,9% do índice em relação ao último ciclo.

A cidade continua na zona de alerta, saindo de 2,2% para 1,3% de índice de infestação predial, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Uma constatação proveniente do novo Levantamento foi o fato de que a maioria das larvas do aedes aegypti que foram encontradas estavam dentro de residências – o que aponta para a necessidade, cada vez maior, de que a população reforce os cuidados domésticos para evitar possíveis focos do mosquito.

Mesmo com a redução do índice de infestação, a Secretaria registrou 83 casos positivo de dengue neste ano. De janeiro a setembro, foram registradas em Vitória da Conquista 163 notificações de casos suspeitos de dengue.

É considerado de baixo risco pelo Ministério da Saúde índice de infestação menor que 1%. Acima de 1% até 3,9% representa um sinal de alerta. Já a partir de 3,9% a área é classificada como de alto risco de contaminação pela dengue.

Febre Chikungunya: 16 casos registrados no Brasil, 14 somente em Feira de Santana

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 24 set 2014

Tags:, ,

Por Mateus Novais

mosquitoDe acordo com o Ministério da saúde, já foram registrados 16 casos da febre Chikungunya no Brasil, 14 deles somente no município de Feira de Santana. Os casos foram confirmados após amostras de pacientes da cidade serem analisadas pelo IEC (Instituto Evandro Chagas), no Pará.

Em Vitória da Conquista, até o momento, nenhum caso foi confirmado. Mas, nessa terça-feira (23), a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, encaminhou para todas as unidades de saúde do município, particulares e públicas nota técnica sobre a febre. A ação tem como objetivo alertar todos os profissionais de saúde para a importância de ficar atentos aos sinais e sintomas suspeitos da doença.

A Chikungunya, assim como a Dengue, é uma doença transmitida pelos mosquitos Aedes Aegypti e Aedes Albopictos. E seus sintomas são semelhantes: dor de cabeça, febre, dores musculares e nas articulações. Para combater e prevenir a febre Chikungunya também é preciso reduzir o número de mosquitos transmissores, ou seja, a população deve continuar evitando água parada em reservatórios descobertos em suas residências.

Bahia tem 200 casos suspeitos de Chikungunya

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia, Saúde | Data: 21 set 2014

Tags:,

iBahia.com

chikunguya_arte_01

Cinco casos de febre Chikungunya foram confirmados em Feira de Santana e fizeram a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) colocar a Bahia em alerta para um surto. A Chikungunya tem sintomas parecidos com os da dengue (febre, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo) e é transmitida pelo mesmo mosquito, o Aedes Aegypti, além do Aedes Albopictus.

Uma diferença normalmente observada é que, em vez de dor muscular, como ocorre em pacientes com dengue, a pessoa infectada pelo vírus CHIKV (Chinkungunya) sente mais frequentemente dores nas articulações, além de inchaços no corpo. Essas dores articulares podem durar meses — não à toa, o nome da doença significa “andar curvado”, no idioma kamakonde, falado por tribos da Tanzânia, onde ocorreu o primeiro surto, em 1952.

Ainda não existe tratamento específico nem vacina disponível. “Por ser um vírus novo, a população está susceptível porque ainda não tem imunidade. A pessoa que tem (a doença) só terá uma vez, ao contrário da dengue, que pode ter quatro vezes, porque são quatro vírus diferentes”, explicou Alcina Andrade, superintendente de Vigilância e Proteção da Saúde da Sesab. …Leia na íntegra

Prefeitura alerta a população para o combate contra a dengue no mês em que começa a primavera

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 10 set 2014

Tags:

Da Redação

Mosquito da dengueO mês de setembro exige cuidado redobrado com relação à dengue. Com a chegada da primavera, no próximo dia 23, começa também o período de chuva e de aumento da temperatura – circunstâncias mais favoráveis para a proliferação da doença. Nesse sentido, é fundamental a parceria da população para somar às ações da iniciativa pública, a fim de conter a reprodução do mosquito Aedes Aegypti, principal vetor de transmissão do vírus da dengue.

Além da vistoria e combate do dia a dia, todos os sábados são realizados mutirões em diferentes localidades da cidade. Nas ocasiões, os agentes de endemias visitam as residências e orientam os moradores sobre os cuidados para evitar possíveis criadores dos mosquitos transmissores e sobre os sintomas da doença. Além disso, também são tratados os reservatórios de água, resultando em ações preventivas e de tratamento focal.

A equipe de Endemias realiza ainda uma série de ações educativas em escolas municipais, estaduais e particulares, como também em eventos ligados à saúde em toda a cidade. O objetivo é levar informação para a população e conscientizá-la. Afinal, a prevenção a essa doença começa dentro de casa, mantendo os recipientes livres de água parada. …Leia na íntegra

Dengue: índice de infestação cai em Vitória da Conquista, mas requer atenção

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 16 jul 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengue_site2-300x204O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, caiu em Vitória da Conquista. Por meio do resultado do terceiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2014, ficou constatada a diminuição de 1,9% do índice em relação ao último ciclo.

A cidade saiu zona de alto risco, com índice de 4,1%, para a zona de alerta, com 2,2% de índice de infestação predial, segundo a Secretaria Municipal de Saúde concluiu na última semana. Além da redução no índice de infestação, a Secretaria registrou queda acentuada no número de notificações de casos suspeitos em relação ao primeiro semestre do ano passado. De janeiro a junho, foram notificados 132 casos. No mesmo período de 2013, foram 855 notificações.

É considerado de baixo risco pelo Ministério da Saúde índice de infestação menor que 1%. Acima de 1% até 3,9% representa um sinal de alerta. Já a partir de 3,9% a área é classificada como de alto risco de contaminação pela dengue.

Casos de dengue caem 92% em Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 30 abr 2014

Tags:

Da Redação

DENGUE As ações de combate à dengue desenvolvidas em Vitória da Conquista já apresentam bons resultados no primeiro trimestre de 2014. Houve redução de 92,96% dos casos de dengue no município, quando comparado ao mesmo período de 2013. No primeiro trimestre do ano passado, foram notificados 363 casos suspeitos, sendo 128 positivos. Em 2014, foram registrados 40 casos suspeitos, sendo 9 casos positivos.

A diminuição no número de casos é resultado da realização de faxinaços, mutirões de tratamento, coleta diária de pneus, campanhas educativas e da mobilização social – feita em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), por meio da Fundação Luís Eduardo Magalhães. A Gincana Todos Contra a Dengue é uma iniciativa, do Município, que também vem incentivando a população, ao longo de quatro edições, aos cuidados para a não proliferação do mosquito transmissor da dengue. Com informações Secom/PMVC.

Casos da dengue caem no Brasil e aumentam em Vitória da Conquista, diz Ministério da Saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 18 mar 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais

dengue123-1024x750Como já foi adiantado pelo Blog da Resenha Geral, dados do Ministério da Saúde sobre o índice de infestação por dengue, divulgado nesta terça-feira (18), colocam Vitória da Conquista em estado de alerta. No Balanço de Casos da Dengue do Governo Federal, a cidade, com 3,9%, está próxima do estado de risco (cidades acima de 4% de infestação).

Enquanto os casos de dengue caíram 80% no país no primeiro bimestre de 2014, em relação ao mesmo período de 2013, Vitória da Conquista viu o Índice de Infestação por aedes aegypti subir de 2,1% para 3,9%, segundo os dados do Ministério da Saúde. Este ano, a capital do sudoeste já registrou o primeiro caso oficial de dengue.

O levantamento atual do Ministério da Saúde revela que 321 cidades brasileiras estão em situação de risco, 725 em situação de alerta e 413 em situação considerada satisfatória. O percentual de municípios identificados em situação de risco foi de 22% em 2014. No mesmo período de 2013, o índice era de 27%.

Morada Real tem mutirão de combate à dengue

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 18 mar 2014

Tags:, ,

da Redação

DengueA Prefeitura de Vitória da Conquista alcançou o 9º mutirão de combate à dengue na cidade com a atuação do último sábado (15) no Loteamento Morada Real. 80 agentes de endemias da Secretaria de Saúde visitaram mais de 1.000 residências. Os agentes trataram os reservatórios e orientaram os moradores sobre os cuidados para evitar a proliferação do mosquito aedes aegypti e esclareceram sobre os sintomas da dengue.

Com 25 notificações de casos suspeitos, sendo que 20 foram negativos e cinco positivos para dengue, até agora, a Administração Municipal vem cuidando da prevenção. “Até o momento, nós estamos com números abaixo do ano passado. Em 2013, nesta época, já estávamos com 46 casos positivos. Isso demonstra que as ações implementadas pelo Governo Municipal estão dando certo, como a intensificação das ações de visita aos domicílios e a realização de campanhas educativas”, destacou a coordenadora do Programa Municipal de Controle de Endemias, Polyana Gonçalves.  Os dados do Ministério da Saúde em relação a dengue colocam Vitória da Conquista em estado de alerta.

Pode ser constatado de qualquer prédio na cidade a existência de muitos tanques de água sem tampa o que contribui muito com a proliferação do mosquito da dengue. O combate deve contar sempre com apoio da população da cidade e também da zona rural.

Com informações e foto do site da PMVC

Após confirmação de primeiro caso de dengue, prefeitura intensifica trabalhos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 07 mar 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC09740Por meio de nota, o Governo Municipal informou que “vem intensificando as visitas aos imóveis, por meio da realização de mutirões aos sábados, coleta de pneus e orientação à comunidade quanto à importância de evitar o acúmulo de água em reservatórios destampados”.

É importante o cuidado com a residência, onde segundo o Levantamento Rápido de Infestação (LIRAa) realizado no mês de dezembro de 2013, 90% das larvas coletadas pelos agentes de endemias estavam nas residências, o que aumenta a responsabilidade de todos nas ações de combate a dengue.

O primeiro caso de dengue em Vitória da Conquista neste ano foi confirmado na última quinta-feira (6). Segundo a coordenação de endemias, foram registrados 15 casos suspeitos, sendo 14 negativos, nos dois primeiros meses do ano, janeiro e fevereiro.