Serasa oferece renegociação de dívidas para inadimplentes

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 16 set 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Uma ação para facilitar o pagamento de dívidas, com desconto de até 50% nos valores devidos, foi lançado pela Serasa nesta quarta (16). Segundo a consultoria, a ação tem potencial para que até 20 milhões de consumidores deixem de ter o nome negativado.

A iniciativa possibilita a renegociação de dívidas especialmente com lojas, bancos e empresas de telefonia e internet. As renegociações acontecem exclusivamente com dois parceiros da Serasa: a Ativos S.A e a Recovery.

Para consultar as possibilidades de negociação, o consumidor deve acessar a plataforma da Serasa Limpa Nome. Lá é possível consultar se há dívidas pendentes a partir do número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). É possível também fazer a negociação por aplicativo de celular.

Caixa lança campanha de renegociação de dívidas com descontos de até 90%

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 11 set 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Nesta quinta-feira (10), a Caixa Econômica Federal lançou uma campanha de renegociação de dívidas para pessoas físicas e jurídicas. Os descontos para pagamentos à vista podem chegar a 90% do valor da conta em atraso.

Batizado de “Você no Azul”, o programa vai até 31 de dezembro deste ano. De acordo com projeções do banco, deve atender mais de 3 milhões de clientes e mais de 350 mil empresas. A janela de valores é ampla, de R$ 50 a R$ 5 milhões, e o desconto concedido varia de acordo com a modalidade de crédito contratada e duração do atraso de quitação das parcelas.

Os pedidos podem ser realizados pelos canais digitais da Caixa, sem necessidade de ir a uma agência. O banco indica renegociar seu contrato pelo WhatsApp no número 0800 726 0104, opção 3; pelo telefone no número 0800 726 8068, opção 8, ou pelo site http://www.caixa.gov.br/negociar.

Banco do Brasil renegocia mais de R$ 7 milhões em dívidas por Whatsapp

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 25 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

Agência Brasil

Em quase um mês de funcionamento, a renegociação de dívidas de clientes do Banco do Brasil (BB) por meio do whatsapp refinanciou R$ 7 milhões. Desde a estreia da ferramenta, no início de agosto, cerca de 800 acordos com pessoas físicas foram firmados exclusivamente com o uso do sistema de inteligência artificial. O banco espera encerrar o ano com R$ 100 milhões em débitos renegociados pela plataforma.

O assistente virtual está disponível na API do Whatsapp Business, versão do aplicativo destinada a contas comerciais. A ferramenta facilita a comunicação de empresas de médio e grande porte com os seus clientes por meio do whatsApp e permite a renegociação de dívidas de até R$ 1 milhão, usando um fluxo simples e intuitivo fornecido pelo assistente virtual.

Caso o cliente se enquadre no público-alvo, o sistema oferecerá três opções para solução do débito. A ferramenta permite ainda cancelar acordo realizado, emitir segunda via de boleto de renegociação e liquidar acordos de forma antecipada.

Para usar a funcionalidade, o cliente deve acessar o whatsApp do BB, pelo número (61) 4004-0001. Ele pode iniciar uma conversa com o assistente virtual ou enviar o texto #renegocie, escrito com hashtag. O assistente virtual identifica as ofertas de renegociação disponíveis e oferece as opções ao cliente. O boleto é enviado pelo próprio whatsapp.

Em qualquer momento, o cliente pode pedir para conversar com um atendente, mas o processo pode ser concluído apenas com o uso da inteligência artificial. Para fazer uso da ferramenta, o dispositivo móvel do cliente deve estar liberado para transações pelo whatsApp.

Segundo o Banco do Brasil, o atendimento e a realização de transações pelo whatsapp aumentaram durante a pandemia do novo coronavírus, que ocasionou restrições de mobilidade e redução do horário de funcionamento das agências. Nos últimos quatro meses, a instituição atendeu a quase 5 milhões de pessoas pelo aplicativo, movimentação recorde na plataforma.

O banco começou a usar o whatsapp como canal de atendimento em 2017, apenas para consultas. Em 2018, o uso da inteligência artificial foi ampliado para a realização de transações financeiras.

Bolsonaro sanciona lei de negociação de dívidas das micro empresas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 06 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Fonte: A.Brasil

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira (5) o Projeto de Lei Complementar (PLP) 9/2020, que autoriza a extinção de créditos tributários devidos pelas micro e pequenas empresas integrantes do Simples Nacional. O anúncio foi feito durante transmissão pelas redes sociais.

Segundo o presidente, a medida visa garantir a preservação de empregos durante a pandemia do novo coronavírus. O projeto havia sido aprovado em julho e aguardava sanção presidencial.

O projeto facilita a renegociação de dívidas dessas empresas com a União nos termos da Lei do Contribuinte Legal (Lei 13.988, de 2020). A lei, sancionada em abril deste ano, permite ao governo fazer negociações chamadas de transações resolutivas de litígios quanto a dívidas com a União, seja em fase administrativa, judicial ou em fase de créditos inscritos em dívida ativa

O PLP prevê também a prorrogação do prazo para enquadramento no Simples Nacional para as micro e pequenas empresas. Essa prorrogação ainda será regulamentada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional.

Coelba disponibiliza condições especiais de pagamento para clientes com dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 05 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

G1

Após ser encerrado o prazo de suspensão do corte de energia elétrica de clientes com débitos, a Coelba divulgou condições especiais para quitar a dívida. A empresa de energia salienta que os consumidores com conta em aberto serão reavisados, de forma prévia, da existência do débito, e terão a oportunidade de quitar a dívida com condições especiais de pagamento, como parcelamento dos débitos.

Após receber o reaviso, o cliente terá aproximadamente 15 dias para regularizar a situação. Se permanecer o débito, pode ocorrer a suspensão do fornecimento. Nesse caso, a energia será restabelecida em até 48 horas após a quitação das faturas em aberto.

Os consumidores que tiverem fatura de energia em aberto, entre 24 de março e 31 de julho, podem ter o serviço cortado. Para quitar os débitos, a Coelba está disponibilizando um Portal de Negociação para pagamentos e parcelamento. As condições só são válidas para os clientes residenciais que possuem mais de duas contas de energia em aberto.

O Portal de Negociação da Coelba oferece alternativas de pagamento de faturas, como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito (nesses dois últimos casos, por meio da Flexpag, com bônus de R$ 35 para os primeiros 1.300 clientes que negociarem o débito). Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex.

Além dos clientes com baixa renda, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu que as famílias inscritas no programa Tarifa Social vão continuar com serviço, mesmo com contas vencidas, até dezembro deste ano.

Serasa vai permitir quitar dívidas de até R$ 1.000 por apenas R$ 100

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 17 jun 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

A Serasa iniciou uma ação de regularização de débitos de consumidores. O programa permite que endividados até R$ 1 mil quitem suas dívidas por apenas R$ 100. O plano foi lançado pela Serasa Limpa Nome em parceria com a Ativos, em atenção especial a quem adquiriu dívidas desde o início da pandemia do novo coronavírus.

A estimativa da empresa é de que a ação pode beneficiar mais de 1,5 milhão de consumidores, incluindo parcela da população que perdeu o emprego ou está em dificuldade para receber o Auxílio Emergencial, por exemplo.

Para isso, no entanto, é preciso que a dívida esteja com a empresa Ativos, uma parceira da plataforma Serasa Limpa Nome.

Para saber se a dívida poderá ser negociada nessas condições, o consumidor precisa acessar o site do Serasa Limpa Nome: www.serasa.com.br. As informações também podem ser acessadas via aplicativo da Serasa disponível para Android e iOS.

Apenas um em cada dez brasileiros terá renda para quitar dívidas no começo de 2020

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 24 jan 2020

Tags:,

Editar imagem

Uma pesquisa realizada e divulgada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), aponta que apenas um em cada dez brasileiros terá renda suficiente para quitar as dívidas e contas do início do ano — 11% ao todo. De acordo com o levantamento, pelo menos 26% das pessoas que participaram do estudo precisaram economizar nas festas e presentes do final do ano para conseguir pagar em dia as contas de 2020.

A pesquisa mostra ainda que 14% das pessoas vai precisar de trabalhos extras para complementar a renda e não passar o mês de janeiro com a conta no vermelho. Segundo o professor do curso de Economia do Centro Universitário Internacional, Cleverson Pereira, os dados são reflexo de 2019. ‘‘Foi um ano difícil. Além de fatores como o aumento de contas básicas como água e luz, aumento no número de desemprego e queda na renda, o brasileiro não tem o hábito de planejar’’, diz.

Para não repetir o aperto financeiro do começo de 2020, o professor dá dicas. ‘‘Procurar ter uma educação financeira é um bom começo. Além disso, é preciso colocar as contas no papel e acompanhá-las’’, afirma. O especialista ainda fala sobre impostos como o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Para ele, a melhor opção é guardar os valores durante o ano anterior para pagá-los à vista. ‘‘Ao pagar à vista, a pessoa entra no ano seguinte com o orçamento em dia. Fazendo o pagamento desses impostos de uma só vez, o desconto será muito atrativo e valerá mais a pena’’, finaliza.

Bancos fazem mutirão para renegociar dívidas com descontos de até 92%

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 26 nov 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_black_friday-1.gif

No período de 2 a 6 de dezembro, o Banco do Brasil (BB), irá realizar um mutirão de renegociação de dívidas com descontos de até 92%, além de taxas de juros 14% menores. A ação vai acontecer com a participação de todas as agências do país, e no atendimento digital.

As condições especiais para liquidação de dívidas também incluem prazos maiores, de até 120 meses, com até 180 dias de carência.Podem participar do mutirão os clientes pessoa física que tenham operações de crédito vencidas com o BB, independentemente da faixa de renda, e com mais de 30 dias de inadimplência.

Na semana passada, o presidente do Banco Central anunciou que as instituições bancárias realizariam o mutirão e que, em contrapartida, para conseguir conseguir renegociar sus dívidas com taxas mais favoráveis, os clientes terão de passar por minicursos de educação financeira.Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil, destacou 57 agências da instituição vão abrir em horário estendido, das 10h às 22h, nas capitais e Distrito Federal (DF).

Bancos divulgam condições de mutirão de renegociação de dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 22 nov 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Fonte:EBC

Condições de renegociação de dívidas da primeira edição da Semana da Negociação e Orientação Financeira, já foram divulgadas pelos bancos: Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e o Santander. A ação acontece entre os dias 2 e 6 de dezembro.

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), 261 agências bancárias de todo o Brasil funcionarão neste dia até às 20h, oferecendo orientação financeira a clientes e a possibilidade de negociar dívidas em atraso. A negociação também poderá ser feita nas demais agências do país, no horário normal de funcionamento, nos canais digitais dos bancos e pela plataforma.

Nesta edição, seis bancos participam do mutirão de renegociação: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú Unibanco e Santander. A lista de agências estará disponível até a próxima semana.

Nesta edição, seis bancos participam do mutirão de renegociação: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú Unibanco e Santander. A lista de agências estará disponível até a próxima semana.

Feirão on-line de renegociação de dívidas do SPC Brasil começa na próxima quinta

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 19 nov 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

A partir desta quinta-feira, dia 21, milhões de brasileiros com contas em atraso terão a oportunidade de começar o próximo ano com o ‘nome limpo’. E para isso, nem será preciso sair de casa. O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) realiza em 11 capitais (São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, Recife, Goiânia, Cuiabá, São Luis, Teresina, Rio Branco e Manaus) e em mais quatro cidades do interior do país (Feira de Santana – BA, Ibirité – MG, Pato Branco – PR e Santo Antônio da Platina – PR) um feirão on-line de renegociação de dívidas.

Os consumidores interessados podem verificar no site do feirão do SPC Brasil (www.spcbrasil.org.br/feirao) se as empresas em que estão devendo aderiram ao programa. São mais de 120 empresas, desde bancos, consórcios, operadoras de telefonia, construtoras, supermercados e empresas do comércio e do ramo de serviços, que oferecerão condições especiais para quem estiver interessado em regularizar as pendências. As facilidades contemplam desde um desconto no valor da dívida, que em alguns casos podem chegar a 90%, até a possibilidade de um parcelamento maior ou um novo prazo para quitar a dívida.

O feirão on-line de negociação de dívidas do SPC Brasil começa nesta quinta, dia 21, e vai até o dia 15 de dezembro. Para participar, o consumidor deverá fazer um cadastro no site www.spcbrasil.org.br/feirao. Após receber a confirmação de autenticidade, o consumidor tem a opção de consultar o seu CPF, gratuitamente, para verificar se há pendências e se elas estão disponíveis para renegociação dentro do próprio site. Também é possível acompanhar o andamento de sua negociação de forma on-line, realizar o download do boleto com as novas condições ofertadas pelo credor e ser lembrado quando estiver perto do próximo vencimento.

Prazo para renegociação de dívidas do Fies termina hoje(29)

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Geral | Data: 29 jul 2019

Tags:, ,

Termina nesta segunda-feira (29), o prazo para renegociação de dívidas com Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A vantagem é que os valores podem ser parcelados por, no mínimo, 48 meses. Antes de abril, quando foi aberto o período para renegociação, só era possível o pagamento à vista.

Para pedir a renegociação, os estudantes precisam: ter firmado o contrato com o Fies até o segundo semestre de 2017; estar com as parcelas atrasadas em, no mínimo, 90 dias; e ter contratos em fase de amortização. Além disso, os contratos não podem ser objeto de ação judicial. A depender do tipo contrato, a renegociação também poderá ser feita pelo prazo de amortização.

Mais de 500 mil alunos estão com os contratos de financiamento na fase de amortização e com atraso no pagamento das prestações. O saldo devedor total alcança o valor de R$ 11,2 bilhões.

Para regularizar a situação, os interessados devem procurar a instituição bancária onde o contrato foi assinado. O valor da parcela resultante da renegociação não pode ser inferior a R$ 200. Há ainda a parcela de entrada. O estudante deve pagar ou 10% da dívida consolidada vencida, ou R$ 1.000.

Caixa vai dar até 90% de desconto para 3 milhões de clientes com dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 23 maio 2019

Tags:, ,

Foi anunciado nesta terça-feira (21), pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que o banco fará um grande programa de recuperação de crédito para tentar resolver dívidas de 3 milhões de clientes.

“Vamos dar descontos de 40% a 90% nessas dívidas. São débitos de 300 mil empresas e 2,7 milhões de pessoas físicas. E 90% dessas dívidas são inferiores a R$ 2 mil”, disse o presidente da Caixa ao chegar para reunião no Ministério da Economia.

A expectativa da instituição é recuperar pelo menos R$ 1 bilhão em créditos que já estavam fora do balanço, lançados como prejuízo. Na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que a Caixa não deveria dar lucro como iniciativa privada. Segundo o ministro, o banco deveria repassar os ganhos para outros objetivos, como reduzir juros.

Período para renegociação de dívidas do Fies é iniciado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 29 abr 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-candeias-premium.gif

Começa nesta segunda-feira (29) o prazo para a renegociação das dívidas com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o programa de crédito para o ensino superior do governo federal.

Estudantes que fizeram o contrato do Fies até o 2º semestre de 2017 terão até o dia 29 de julho deste ano para entrar com pedido de renegociação da dívida. Mais de 500 mil estudantes estão com parcelas atrasadas há mais de três meses.

Essa é a maior dívida acumulada nos 20 anos do programa de financiamento estudantil. As renegociações até então eram feitas caso a caso, agora, as regras valem para todos que fecharam contratos até 2017, estão em fase de amortização e têm prestações atrasadas há pelo menos 90 dias.

Número de inadimplentes cresce e atinge 62,89 milhões de pessoas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 13 nov 2018

Tags:, ,

Da Redação
Fonte: A.BRASIL

O total de brasileiros com dívidas em atraso vem crescendo por todo o pais. Dados apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) apontam que o número de inadimplentes cresceu 4,22% no mês de outubro deste ano em relação ao mesmo período de 2017. Em números absolutos, estima-se que 62,89 milhões de brasileiros estejam com o CPF restrito para fazer compras a prazo ou contratar crédito.

De acordo com a pesquisa, o aumento da inadimplência foi puxado pelo Sudeste, cuja alta observada em outubro foi de 13,30%, além de ser a região do país com o maior número de negativados – 26,10 milhões, o que representa 39% da população adulta da localidade. Nas demais regiões, as altas foram menos intensas, com o Norte registrando 5,31%, o Sul, 4,11%; o Nordeste 3,91%, e o Centro-Oeste 1,61%. Em números absolutos, o Nordeste aparece com 17,42 milhões de negativados, o Sul com 8,48 milhões, o Norte com 5,86 milhões, e o Centro-Oeste com 5,02 milhões.

O indicador revela ainda que pouco mais da metade (52%) dos brasileiros que têm entre 30 e 39 anos estão negativados, o que equivale a 17,9 milhões de consumidores. Na sequência, estão os consumidores de 40 a 49 anos (14,2 milhões); de 50 a 64 (13,1 milhões); de 25 a 29 (7,7 milhões); de 65 a 84 (5,45 milhões); e dos 18 a 24 (4,3 milhões).

Tipos de dívidas.

…Leia na íntegra

Prazo para aderir ao Refis encerra 9 de julho

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 18 jun 2018

Tags:, ,

Fonte:Agência Sebrae de Notícias Bahia

As micro e pequenas empresas devem ficar atentas ao prazo de adesão ao Refis, que encerra no dia 9 de julho. O programa garante o refinanciamento de dívidas tributárias para empresas optantes do Simples em até 180 meses e abrange débitos vencidos até novembro de 2017.

Para refinanciar as dívidas, os empresários precisam fazer o pagamento de, no mínimo, 5% do valor total, sem descontos, em até cinco parcelas mensais e sucessivas. O restante pode ser quitado em até 175 parcelas (totalizando os 180 meses), com redução de 50% dos juros, 25% das multas e 100% dos encargos legais.

Com o objetivo de prestar orientações técnicas sobre o Refis, o Sebrae realizou, no último dia 7 uma palestra sobre o assunto. Na ocasião, o analista tributário da Receita Federal, Claudemir dos Santos, expos o maior propósito do programa: possibilitar condições especiais para a negociação de débitos.

Competência dos débitos abrangidos, modalidade que deve ser escolhida no momento da negociação e valores mínimos das prestações foram temas expostos na apresentação. “Se eu aderi em junho, devo pagar a primeira parcela até o dia 29. Se a adesão foi feita em julho, a primeira parcela deve ser paga até 9 de julho, último dia de prazo para adesão”, alertou Claudemir.

Número de consumidores que regularizaram dívidas tem maior alta desde o final de 2015

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 30 maio 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: CNDL/CDL (Conteúdo)

O crescimento é de 3% no acumulado de 12 meses. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a região Sudeste teve maior variação positiva com 33%, seguido do Nordeste com 26%

Indicador de Recuperação de Crédito, mensurado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todo o país aponta um crescimento expressivo de 3% em abril no número de consumidores que conseguiram recuperar o crédito, considerando o acumulado dos últimos em 12 meses. Esta é a maior alta registrada desde o outubro de 2015. O dado é obtido a partir das exclusões de registros de inadimplência mediante pagamento integral da dívida ou renegociação do débito.

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, os dados refletem a gradual retomada da economia brasileira. “Apesar do aumento de pessoas que pagaram dívidas atrasadas, o volume de contas em aberto ainda é grande. Mas na medida em que a melhora da economia passe a resultar em queda do desemprego e no aumento da renda da população, o consumidor deve voltar a obter crédito”, destaca a economista.

Sudeste foi a região que mais colocou pendências financeiras em dia

Entre as regiões que apresentaram maior variação positiva no número de devedores com recuperação o crédito, o Sudeste é destaque no mês de abril, com  33%, se comparado ao mesmo período do ano anterior. Em seguida vem o Nordeste, com alta de 26 %. A região Norte mostrou estabilidade do indicador no período,  sem mostrar variação, enquanto as demais regiões tiveram variações mais tímidas do que a média nacional (25%), embora tenham registrado alta: Centro-Oeste (12%) e Sul (4%). …Leia na íntegra

Pela primeira vez desde 2014, o número de dívidas regularizadas fechou o ano em crescimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 23 mar 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: revistavarejosa.com.br/CDL (Conteúdo)

Pela primeira vez desde 2014, o número de dívidas regularizadas fechou o ano em crescimento. Essa grande notícia foi destaque em um novo indicador lançado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que mensura a recuperação de crédito do consumidor em todas as regiões brasileiras.

Aumentou em 4,42% o volume de dívidas atrasadas que foram totalmente quitadas ou renegociadas pelos devedores junto às empresas credoras. Para ter uma ideia de como esse número é uma boa notícia para o varejo, considerando todo o ano de 2017, apenas no mês de janeiro esse número havia ficado no azul: alta de 19,59% no período. No resto do ano, ou seja, entre fevereiro e novembro, foram sucessivas as quedas nas renegociações, tendo sido observada, em outubro, a maior delas: uma retração de mais de 24% na quantidade de dívidas colocadas em dia.[

Dinheiro extra ajuda brasileiro a consertar finanças …Leia na íntegra

Como parcelar sua dívida do cartão de crédito com juros mais baixos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 26 fev 2018

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Meu Bolso Feliz/CDL (Conteúdo)

Existem taxas de juros mais baratas do que a oferecida pelo seu gerente para o parcelamento do crédito rotativo! Entenda

O cartão de crédito é uma forma de pagamento de compras bastante popular. A empresa emissora lhe concede um limite e você pode utilizá-lo para realizar suas compras, ganhando um prazo de até 40 dias para o pagamento da fatura.

Mas é preciso usá-lo com sabedoria, pois suas taxas de juros rotativos chegam a 334% ao ano – não, você não leu errado! Funciona assim: quando chega sua fatura e você não tem dinheiro para pagar, você pode realizar o pagamento mínimo. O restante que faltar entra nos chamados juros rotativos.

Até 2017, se você pagasse apenas o mínimo da fatura e ficasse com uma dívida de R$ 1.000 no cartão de crédito, no mês seguinte, poderia chegar a R$ 1130 devido aos juros rotativos. Acumulados 5 meses de juros sobre juros, o valor já batia na casa dos R$ 1843. Dá para imaginar o tamanho do problema? Como era de se esperar, muita gente se enrolava e não conseguia mais sair da dívida.

Por causa disso, em abril do ano passado, o governo mudou as regras do jogo. Desde então, após um mês da sua dívida no rotativo, a empresa emissora ou o banco são obrigados a lhe oferecer uma nova linha de crédito, para você parcelar o valor em aberto.

Na prática, a dívida não pode ficar rodando no rotativo por mais de 30 dias. Em vez disso, o consumidor pode fazer um financiamento da dívida com prazo determinado e em parcelas para a quitação total. Há ainda a opção de pagar a dívida integralmente a qualquer momento.

Mas atenção: os bancos só são obrigados a oferecerem um tipo de linha de crédito, que nem sempre é a mais barata. “É bem difícil o banco oferecer as linhas mais baratas, pois a única obrigação do banco é parcelar a dívida em condições mais vantajosas do que as do rotativo”, orienta Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

Então, cabe ao consumidor pedir mais opções. “Vale ainda consultar outros bancos e empresas para tentar quitar a sua dívida à vista”, diz Marcela.

Como encontrar linhas de crédito mais baratas?

…Leia na íntegra

Dívidas regularizadas crescem 4,42%, a primeira alta para os meses de dezembro desde 2014

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 10 fev 2018

Tags:, ,

da Redação

Fonte SPC BRASIL/CDL (Conteúdo)

Novo indicador lançado pelo Serviço de Proteção ao Crédito acompanha a evolução de consumidores que conseguem limpar o nome. Maior parte das dívidas recuperadas são com bancos. Natal e 13º salário influenciaram aumento das regularizações

O número de dívidas regularizadas, calculado a partir das exclusões dos registros de inadimplência, cresceu 4,42% no último mês de dezembro na comparação com o mesmo período de 2016. Trata-se da primeira alta do indicador para os meses de dezembro desde 2014, quando o crescimento fora de 12,11%. Os dados fazem parte do novo Indicador de Recuperação de Crédito lançado hoje pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que permitirá acompanhar em todas as regiões, a evolução do número de consumidores brasileiros que deixam os cadastros de inadimplentes após pagamento da dívida pendente.

Os dados ainda revelam que na comparação mensal ― ou seja, em relação a novembro de 2017, sem ajuste sazonal ― o número de dívidas quitadas apresentou uma alta expressiva de 38% no mês de dezembro, influenciado, principalmente, pelas campanhas de recuperação de crédito e também pela injeção de capital extra na economia por meio do décimo terceiro salário e demais bonificações típicas do período. Nesse caso, em novembro de 2017 frente a outubro, o indicador também já havia apresentado uma alta elevada, de 11,98%, após três meses seguidos de retração.

“Com a proximidade das festas de fim de ano, muitos brasileiros costumam limpar o nome para voltar ao mercado de consumo, aproveitando o dinheiro extra do décimo terceiro e das bonificações. Além de refletir uma tendência sazonal, os números demonstram um cenário econômico pouco mais favorável para o consumidor, que aos poucos vem ganhando confiança para retomar sua capacidade de pagamento”, explica o presidente do SPC Brasil Roque Pellizzaro Junior.

45% das pendências regularizadas são com bancos
…Leia na íntegra

Caixa vai dar até 90% de desconto para baianos quitarem dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 08 nov 2017

Tags:, ,

Da Redação

A Caixa Econômica Federal (CEF) vai oferecer até 90% de descontos para facilitar a regularização de contratos em atraso no Mutirão #QuitaFácil. A ação vai até 7 de dezembro e deve movimentar R$ 22 milhões.

Poderão participar clientes pessoas Física e Jurídica que possuam contratos comerciais em atraso, incluindo cartões Caixa, com descontos significativos para pagamento à vista. Essa também é uma oportunidade para os pequenos empresários quitarem suas dívidas com a CEF e recuperarem capacidade de crédito. No total, são 6 mil microempreendedores individuais que podem ser beneficiados com os descontos de até 90% sobre o valor das dívidas.

Para negociar a dívida, o cliente deve comparecer a qualquer agência da Caixa. Além de toda a rede de atendimento, diversas ações serão realizadas conjuntamente com as entidades parceiras. Em Vitória da Conquista, por exemplo, será montado um ponto especial de atendimento.