Número de doadores de sangue cresce 10,5% no primeiro semestre, mas tipos O positivo e negativo e A negativo continuam em níveis de alerta no estado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 16 ago 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

Fonte: Brasil 61

Os tipos sanguíneos O positivo e negativo e A negativo estão em estado de alerta no Hemocentro da Bahia (Hemoba). Segundo a instituição, 63.444 voluntários doaram sangue de janeiro a junho de 2020, o que permitiu a coleta de 48.785 bolsas. Já nos seis primeiros meses de 2021, foram 70.152 doadores e um total de 53.497 bolsas. Os dados apontam para o crescimento de 10,5% de voluntários e 9,6% de bolsas coletadas. No entanto, a alta ainda não é suficiente para atender a necessidade do banco de sangue. 

A rede Hemoba tem sua sede localizada em Salvador, na Ladeira do Hospital Geral, sem número, Brotas. O telefone para contato é o (71) 3116-5664/5600. Há também hemocentros regionais nos municípios de Eunápolis e Barreiras. Além disso, diversas cidades contam com as UCTs, unidades de coleta. Saiba mais abaixo. 

Fernando Araújo, diretor do Hemoba, convida os baianos a doarem e ressalta a relevância de os estoques estarem sempre em segurança. “Comento sobre a importância da doação de sangue neste momento de pandemia, que modifica todo o formato e a trajetória da nossa medicina transfusional e exige que a gente tenha os estoques sempre em segurança para que possamos atender a população não sóda Bahia, mas também todos os outros estados brasileiros. Quanto maior for a vacinação, maior estaremos tendo solicitações da medicina transfusional”, explica.

Durante o Junho Vermelho, mês de incentivo à doação de sangue em todo país, o Hemoba recebeu mais de 13 mil voluntários e coletou 10.251 bolsas. No início da pandemia, a instituição criou o “Hemoba em Casa — A Solidariedade mora ao lado” com o objetivo de facilitar a participação dos doadores durante o período de isolamento social e regularizar a situação do estoque de sangue. A ação continua vigente.

O Hemoba considera o estoque de sangue estável quando se tem uma quantidade de hemocomponentes que atende a demanda de oito a dez dias. A classificação de alerta é para um número suficiente de quatro a sete dias; e crítico, quando se tem apenas a quantidade para atender no máximo três dias.

Doadores de medula óssea garantem isenção na taxa de inscrição de concurso do TJ-BA

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 17 out 2018

Tags:, ,

Da Redação

Depois de uma  decisão liminar, a desembargadora Heloisa Graddi, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA),garantiu a um doador de medula óssea o direito de não pagar a taxa de inscrição para o concurso de juiz substituto da Corte baiana.

O doador de medula ingressou com um mandado de segurança para obter o reconhecimento do direito à isenção da taxa. O pedido é amparado na Lei 13.656/18, que isenta doadores a pagar taxas de inscrição de concursos públicos da União. O autor da ação é cadastrado como potencial doador de medula óssea no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) e que, até o momento, não foi convocado para doar, “o que possivelmente se deu por ausência de compatibilidade com o eventual receptor

Na decisão, a desembargadora, aponta que as pessoas cadastradas no Redome são tratadas como dadores pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), não existindo “qualquer ressalva que qualifique ou diferencie doador efetivo de doador potencial” …Leia na íntegra

Deputada baiana defende prioridade no atendimento no SAC para doadores de sangue

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde | Data: 20 jun 2016

Tags:, , , ,

da Redação

Foto: BahiaVitrine

FAbiolaA médica e deputada Fabíola Mansur (PSB), desenvolve um grande mandato como estreante na Assembleia Legislativa da Bahia, apresentou Projeto de Lei Nº 21.755/2016 que institui o atendimento preferencial no SAC da Bahia a todos que doarem sangue regularmente.

A parlamentar baiana por certo terá o PL de sua iniciativa aprovado por unanimidade na Casa. Será considerado doador regular aquele cadastrado nos hemocentros baianos ou bancos de sangue dos hospitais do Estado. “Como médica, sei das dificuldades enfrentadas na saúde pública, tenho noção da importância de fomentar políticas públicas de incentivo à defesa e a proteção da saúde. Precisamos, cada vez mais, dar maior publicidade e incentivarmos a doação regular de sangue, precisamos de um número maior de voluntários para assim conseguir salvar mais vidas”, disse a deputada.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), que os números ideais de bolsas de sangue recomendados para o Brasil seriam de 5,7 milhões por ano, quando o número coletado não passa de 3,5 milhões de bolsas.

Com informações do Blog do Fábio Sena