SMS esclarece sobre dose de reforço para população adulta de Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 17 nov 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

O Ministério da Saúde anunciou nessa terça-feira (16) que a dose de reforço será ampliada para toda a população maior de 18 anos, com a mudança no intervalo de seis para cinco meses da 2ª dose. Mas, até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não recebeu orientações ou notas técnicas oficiais do Ministério da Saúde ou da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) sobre o adiantamento ou recebimento dessas vacinas.

Até que novos direcionamentos sejam recebidos, a SMS vai continuar com a vacinação de 3ª dose como já vinha realizando, para os idosos de 60 anos ou mais com intervalo de seis meses da 2ª dose, imunossuprimidos maiores de 18 anos e trabalhadores da saúde.

“Vamos prosseguir com essa programação, porque ainda não fomos comunicados oficialmente. Assim que recebermos vacinas e a autorização para fazer essa vacinação das pessoas com 18 anos ou mais, iremos montar toda a programação e informar previamente nos canais oficiais da Prefeitura. Até lá, é preciso aguardar”, explicou a coordenadora de Imunização, Camila Alves.

O calendário de vacinação será organizado convocando por faixas etárias, seguindo a orientação do governo federal, mediante o quantitativo de doses que ainda serão recebidas, respeitando o prazo de cinco meses entre as doses. Ou seja, quem completou o esquema vacinal com a 2ª dose no mês de setembro, por exemplo, vai tomar a 3ª dose em fevereiro de 2022.

A estimativa é que 255 mil conquistenses sejam vacinados com a 3ª dose até o mês de maio de 2022.

Anvisa autoriza análise da eficácia de dose de reforço da AstraZeneca

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 19 jul 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_blog_728x90px_SEVILHA_PEL-1.gif

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta segunda-feira (19), a realização de estudo clínico para avaliar a segurança, a eficácia e a imunogenicidade da aplicação de terceira dose da vacina contra covid-19 da AstraZeneca.

Segundo a Anvisa, o estudo inicial será feito em participantes que já receberam as duas doses do imunizante, com um intervalo de quatro semanas entre as aplicações. A dose de reforço será aplicada de 11 a 13 meses após a segunda dose.

A Anvisa explica que trata-se de um estudo de fase três, em que o voluntário não saberá o que tomou: se uma dose da vacina ou de placebo.