Opinião: Constrangido, o prefeito se cala; a incompetência fala mais alto

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Geral | Data: 16 jun 2016

Tags:, ,

por Ivan Cordeiro

IvanO prefeito de Vitória da Conquista, que costuma falar baixo, em promessa na campanha de 2012, afirmou em alto e bom som que a presidente Dilma havia autorizado mais de R$ 140 milhões para investimento na Barragem do Rio Catolé. A promessa não virou realidade, como muitas outras do desgoverno petista. Agora, constrangido e silenciado, Guilherme vai deixar a prefeitura levando para casa a marca do insucesso de não ter construído a barragem que Conquista tanto precisa. Se tivesse construído, seria a maior e mais importante obra do seu governo. Mas 20 anos no poder e o apoio dos governos estadual e federal não foram suficientes.

Quando o prefeito José Pedral Sampaio firmou o contrato com a Embasa, em 1996, seus opositores queriam crucificá-lo, afirmando que o ele havia assinado o documento na calada da noite. O contrato do Município de Vitória da Conquista com a Embasa vence em agosto, e a prefeitura já informou que um novo contrato só ficará pronto no próximo ano. Mas estava em silêncio absoluto sobre o assunto. Nenhum pio. A ‘cláusula 14ª’ do contrato vigente informa que a prorrogação poderá acontecer desde que as partes cheguem a um consenso até 12 meses antes do seu término, o que não aconteceu. A prefeitura deveria ter feito audiências públicas com a população durante esse período, o que também não aconteceu. Participação zero. …Leia na íntegra

Durante racionamento, população pode solicitar abastecimento por carros-pipas

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 15 jun 2016

Tags:, , ,

Da Redação

carro-pipaPara garantir o fornecimento de água a todos os usuários, a Embasa conta com auxílio de carros-pipa para situações em que os imóveis não forem contemplados em nenhum dos três dias estabelecidos pelo cronograma de racionamento. Para ter acesso ao abastecimento alternativo, os moradores devem realizar a solicitação nas lojas de atendimento, pelo site da Embasa ou pelo telefone 0800 0555 195.

De acordo com a Embasa, as solicitações são monitoradas por uma equipe responsável e atendidas, em regra, no dia seguinte ao requerimento. No entanto, a população deve se atentar a algumas questões:

Durante o racionamento, o abastecimento da Embasa é garantido apenas em pavimento térreo, tanto no abastecimento via carros-pipa quanto pela rede de distribuição;

  • para que haja o fornecimento via carros-pipa, é preciso que o reservatório térreo seja de fácil acesso. As mangueiras dos caminhões têm limites de comprimento;
  • a distribuição alternativa é feita diariamente entre 8h e 17h30, sem possibilidade de agendamento prévio de horário;
  • para que haja garantia de qualidade, a Lei 11.445/07, que estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico, proíbe a combinação entre outras fontes de abastecimento à instalação que recebe água do sistema público;
  • apenas os carros-pipa a serviço da Embasa estão identificados com a marca da empresa nas laterais e garantem a boa procedência da água fornecida.

Barragem do Catolé continua sem data para sair do papel

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 jun 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Adutora_CatoleA presença do presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Rogério Cedraz, na coletiva de imprensa, ocorrida nesta segunda-feira (13), era aguardada com expectativa. A crença era de que fossem anunciadas novidades sobre o projeto da Barragem do Catolé. No entanto, os jornalistas saíram frustrados.

Segundo a assessoria da Embasa, devido ao mal tempo, o avião que trazia a comitiva do presidente à Vitória da Conquista não conseguiu pousar. O voo retornou para Salvador e coube a recém-nomeada gerente regional da empresa, Kelly Galvão, dar a notícia de que a construção da barragem continua sem data para sair do papel.

De acordo com Kelly, o novo projeto para a construção da barragem, no valor de 159 milhões, está sendo remetido para a Caixa Econômica Federal. Se aprovado, será aberto o quarto processo de licitação. “Esperávamos que o presidente pudesse trazer mais detalhes sobre os trâmites administrativos. Mas, fora isso, não temos mais novidades”, disse.

Ainda durante a coletiva, a gerente regional acabou ficando em uma saia justa. Kelly Galvão foi questionada pelo repórter da TV Aratu, Daniel Silva, se a baixa atuação do Inema sobre as captações irregulares de água na bacia hidrográfica está atrapalhando o fornecimento de água da Embasa. Sem querer criar uma desavença institucional, a genrente preferiu manter o silêncio.

Além do presidente da Embasa, eram esperadas a presença do diretor de Operação do Interior, Ubiratan Matos; do diretor de Segurança Hídrica da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), Marcelo Abreu; e do Secretário de Meio Ambiente do Estado da Bahia, Eugênio Spengler.

Racionamento: Embasa aumentará captação de água na adutora do Catolé

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_0613

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) anunciou que irá aumentar a captação de água na adutora do Rio Catolé. O comunicado foi feito nesta segunda-feira (13), durante uma coletiva de imprensa na sede da Embasa em Vitória da Conquista.

Segundo o gerente local da empresa, Álvaro Aguiar, “a boa notícia foi que choveu 45 milímetros na barragem Água Fria 2 neste fim de semana”. Outra questão tratada por Aguiar é que a adutora, quie atualmente está com 34% de sua capacidade total, passará a fornecer mais água para Conquista. “Adquirimos equipamentos para aumentar a captação de água da adutora do Rio Catolé. Então sairemos de 300 litros para 400 litros por segundo”, disse o gerente da Embasa.

Com isso, a adutora será responsável por 80% da oferta de água no município. Antes representava 45%.

Ainda segundo a Embasa, mesmo com o racionamento, a oferta de água à população conquistense é muito alta. “Atualmente ofertamos uma média de 100 litros de água por habitante de conquista, o que é um padrão muito alto, quando observamos a média nacional”, finalizou Álvaro.

Prefeitura enrola discussão da renovação de contrato com Embasa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 jun 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

sede embasa - Vitória da Conquista

No dia 2 de agosto, o contrato firmado entre a prefeitura de Vitória da Conquista e a Embasa chega ao fim. O contrato, com validade de 20 anos, que concede à empresa o direito de explorar os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no município com exclusividade, foi assinado em 1996 pelo então prefeito José Pedral.

Para renovar a concessão dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário é necessária a realização de audiências públicas, com participação popular. No entanto, essas discussões deveriam ter ocorrido um ano antes do vencimento do prazo. Mas, até o momento, a prefeitura ainda está iniciando o processo para elaboração do novo contrato.

De acordo com a própria prefeitura, uma empresa de consultoria foi contratada para avaliar os serviços prestados pela Embasa e as atuais necessidades a cidade, visto que o contrato antigo não previa o aumento do município, nem como a necessidade de um volume maior de captação de água.

Diante disso, um novo contrato só deve ficar pronto em 18 meses. Enquanto isso, a prefeitura pretende firmar um convênio de cooperação com a própria Embasa para manter a continuação dos serviços na cidade.

Vereador critica Embasa por não prevenir população sobre risco de racionamento

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 09 jun 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_2726O vereador Edjaime Rosa ‘Bibia’ (PMDB) questionou a Embasa por ter informado tardiamente a população sobre o nível crítico das barragens que abastecem o município. Na sessão desta quarta (8) da Câmara Municipal, ele afirmou que “somente 15 dias atrás é que a empresa divulgou a situação e anunciou o racionamento de água, pegando a população de surpresa”.

O sistema de zoneamento adotado pela Embasa no racionamento também foi alvo de críticas, do vereador, que afirma que o sistema não está funcionando. “O bairro Bruno Bacelar, informou, precisou ser atendido por seis caminhões-pipa na semana passada. Já o Nossa Senhora Aparecida está há oito dias sem água nas torneiras. A situação é bem mais grave na comunidade do Cedro, onde não cai água há quatro meses”, frisou Bibia.

Mesmo a opção do caminhão-pipa é controversa, segundo Bibia, porque não consegue atender plenamente aos moradores dessas localidades. Ele ainda advertiu que os consumidores enfrentam também dificuldades de comunicação com a Embasa. “É preciso fazer inúmeras ligações até conseguir ser atendido”, concluiu.

Embasa: cai liminar e aumento de água de 9,95% é mantido

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 07 jun 2016

Tags:, ,

da Redação

AGUA CHARGE BB

A Embasa derrubou a liminar da 6ª Vara da Fazenda Pública barrada pelo Tribunal de Justiça da Bahia. A iniciativa do mandato do deputado estadual Pablo Barrozo (DEM) durou pouco.

A Justiça suspendeu ontem (6), a decisão liminar que impedia a Embasa de iniciar cobrança com aumento de 9,95% nas contas de água. Co a decisão do TJ  os efeitos da Resolução da Agência Reguladora de Saneamento Básico da Bahia (Agersa) nº 002/2016, de 29 de abril de 2016, que autoriza o reajuste ficam mantidos.

 A Embasa divulgou nota  e informa que  o usuário vai pagar o aumento proporcional de acordo com o ciclo de faturamento da sua conta. O valor cheio do reajuste só virá nas faturas que vencem a partir do mês de julho.  Na prática, A correção, prevista em lei, anualmente, se deu com base na variação da inflação, corrigida pelo IPCA e outros parâmetros, como a elevação dos custos fixos. Com isso, a tarifa residencial social passará de R$ 10,30 para R$ 11,30; a residencial intermediária de R$ 20,20 para R$ 22,20 e a residencial normal de R$ 23 para R$ 25,30.
Com informações do Correio/Bahia

Derrubada liminar que impedia reajuste de tarifa da Embasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 06 jun 2016

Tags:, , ,

Da Redação

conta-de-águaA liminar que impedia a Embasa de reajustar a tarifa da água e esgoto no estado, em 9,95% acima dos índices de inflação, a partir deste mês de junho, foi suspensa. A liminar cassada suspendia o reajuste da tarifa, prevista na Resolução Agersa 02/2016, de 29 de abril deste ano, sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

A Embasa, no recurso, afirmou que a medida causa grave lesão à ordem e à economia pública, na medida em que “envolve indevida intromissão do Poder Judiciário no juízo de avaliação discricionária e técnico do Poder Público quanto à definição da política de saneamento básico e fornecimento de água”, em prejuízo à “implantação das políticas públicas para ampliar e tornar mais eficiente os serviços pertinentes”, bem como “gera enorme impacto financeiro nas contas públicas”.

A Embasa ainda sustentou no pedido de suspensão que o aumento da tarifa “encontra guarida nos princípios da Lei Federal nº. 11.445/07, que legitimam o incremento real do valor da tarifa com o propósito de viabilizar a universalização dos serviços prestados sob regime de concessão, mediante investimento a cargo da própria concessionária”. Nesse sentido, a decisão não atacou o mérito da ação, mas sim a possibilidade de lesão ao bem jurídico, como a ordem, saúde, economia e a segurança pública.

Conquistenses estão estocando e deixando de economizar, aponta Embasa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_0160

Apesar do início do racionamento de água em Vitória da Conquista ter atingido seu 11º dia, o consumo por parte dos moradores do município não tem reduzido. Isto é o que aponta a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Segundo ela, os conquistenses ainda não se conscientizaram para a importância de reduzir o consumo nesse período de escassez.

Em nota, a Embasa diz que “neste período [de racionamento], o consumo de água em alguns pontos da cidade aumentou consideravelmente, decorrente de armazenamento desproporcional. Medidas como esta tem comprometido o abastecimento em outras partes da cidade, uma vez que a água que deveria ser distribuída para todos, acabou por ser retida por alguns. […] Por este motivo, se faz necessária a economia, observando, no entanto, que o uso inadequado de alguns significa a falta para outros”.

IMG_0163

Enquanto isso, o nível das barragens Água Fria 1 e 2 está baixando cada vez mais rapidamente. O BLOG DA RESENHA GERAL obteve acesso a fotos aéreas feitas nesta semana dos reservatórios que apresentam um cenário preocupante. Em alguns pontos, é possível observar que o espaço, antes ocupado por uma abundância de água, se transformou em um pequeno córrego.

No comunicado, a empresa também apresenta um panorama geral das duas primeiras semanas do racionamento e esclarece questionamentos da população. Confira a íntegra do documento:

Nota de esclarecimento da Embasa …Leia na íntegra

Liminar suspende reajuste da conta de água

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 01 jun 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

conta-embasa

A Justiça baiana suspendeu o reajuste do valor da conta de água aprovado no dia 29 de abril de 2016. O juiz Ruy Brito, titular da 6ª Vara da Fazenda Pública, acatou a ação do líder do partido Democratas na Assembleia Legislativa, deputado Pablo Barrozo, e determinou à Agência Reguladora de Saneamento Básico da Bahia (Agersa) a suspensão.

Na ação, o parlamentar alegou que a Embasa vem aplicando sucessivos reajustes acima da inflação. “A Agersa não deu a devida publicidade e nem apresentou as justificativas para o aumento decretado no final de abril, bem como não teria levado em consideração os momentos econômico e político delicados, sobretudo quando se trata de água, insumo vital à vida humana”, frisou a assessoria de comunicação do deputado.

De acordo com a liminar, a suspensão já começa a vigorar nesta quarta (1º), sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil.

A assessoria de comunicação da Agência Reguladora de Saneamento Básico da Bahia (Agersa) informou que até essa terça-feira (31), a instituição não havia recebido qualquer notificação da Justiça para a suspensão do reajuste da tarifa de água e esgoto pela Embasa, a partir deste mês, e que, por conta disso, o aumento de 9,95% nas contas ainda estaria mantido.

Embasa diz que está solucionando problemas no cronograma de racionamento  

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 30 Maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Racionamento

Em meio ao racionamento de água em Vitória da Conquista, a falta de água nas torneiras das têm deixado as famílias conquistenses chateadas. O número de queixas tem aumentado tanto nos recados do BLOG DA RESENHA GERAL, quanto ao atendimento da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

Devido a isso, a Embasa emitiu nota apontando que está trabalhando no mapeamento dos problemas do cronograma de abastecimento e procurando solucioná-los. A empresa também afirma que o número de ligações no teleatendimento aumentou consideravelmente, o que tem causado congestionamento das linhas.

Confira a nota na íntegra:

A Embasa informa que identificou as causas dos problemas detectados nesta primeira semana de racionamento e que as equipes já estão em campo para solucioná-los e garantir o funcionamento do calendário de abastecimento. A empresa informa ainda que o abastecimento complementar para hospitais, creches, escolas, universidades e imóveis que não foram abastecidos no período estabelecido no calendário está ocorrendo por meio de carros-pipa. Em relação ao teleatendimento pelo 0800 0555 195, a Embasa esclarece que o sistema está funcionando normalmente, mas, devido ao aumento no número de ligações nestes últimos dias, há momentos em que ocorre congestionamento das linhas. A empresa já está promovendo as medidas necessárias para adequar a capacidade de atendimento ao aumento momentâneo da demanda.

Confira o calendário de racionamento

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 Maio 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Após três anos do último contingenciamento de água, Vitória da Conquista volta a enfrentar o fantasma do racionamento. Nesta segunda-feira (16), a Embasa confirmou mais um período de redução na oferta de serviço, que pode durar sete mestes, até dezembro.

Confira os calendários de racionamento:

Calendário Racionamento 2016 _Grupo A_VersoGrupo A, abrange bairros da zona leste do município, em sua maioria. Clique na imagem para ampliá-la

Calendário Racionamento 2016 _Grupo B_VersoGrupo B, abrange bairros da zona oeste do município, em sua maioria. Clique na imagem para ampliá-la

Racionamento começa na próxima segunda (23)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 16 Maio 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

IMG_1605

Como já era esperado, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A (Embasa) anunciou o início de mais um racionamento em Vitória da Conquista. Em coletiva de imprensa, na manhã desta segunda-feira (16), a Embasa apontou como está a situação dos reservatórios que abastecem o município e o cronograma de liberação de água.

IMG_1601A partir da próxima segunda (23), o município será dividido em dois grupos, A e B, onde cada uma receberá água por três dias consecutivos. Nos dias 23, 24 e 25, o grupo A, em sua maioria compreendida por bairros da zona leste da cidade, será abastecida. Nos dias 26, 27 e 28, serão contempladas as demais localidades, do grupo B, na maioria da zona oeste, e assim por diante. “Isso não quer dizer que a divisão será feita da forma geográfica que é dividida a cidade, mas pelas zonas de abastecimento do sistema”, explicou o gerente local da Embasa, Álvaro Aguiar (foto).

O gerente também explicou que “os pontos em que a água não chegar, devido a pressão do sistema, serão abastecidos por carros-pipa contratados diretamente pela Embasa”.

Embasa convoca imprensa para falar da crise hídrica em Vitória da Conquista 

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 13 Maio 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto arquivo BRG

DSC_1449Barragens Água Fria 1 e 2 possuem 2,6 bilhões de litros de água acumulados (39% de sua capacidade total)

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A (Embasa) convocou a imprensa de Vitória da Conquista para uma coletiva para tratar a disponibilidade hídrica das bacias dos rios Catolé, Água Fria e Monos e as medidas para garantir a continuidade do abastecimento de água no município. Na convocação, a Embasa não aponta, mas há a possibilidade de que seja anunciado o início de mais um racionamento em Conquista. A coletiva ocorrerá na próxima segunda-feira (16), às 9h.

De acordo com a Embasa, a falta de chuvas e a consequente crise hídrica em toda a região estão contribuindo para a redução do volume de água armazenado nas barragens de Água Fria I e II e diminuindo a vazão do rio Catolé. “Juntos, esses mananciais estão ofertando apenas 13 mil litros de água por dia. No entanto, para atender a demanda da cidade, seriam necessários 48 mil litros. Atualmente, os reservatórios possuem 2,6 bilhões de litros de água acumulados, o que significa 39% de sua capacidade total de acumulação. Enquanto isso, a adutora do Catolé, que já chegou a ser responsável por 45% da água distribuída na cidade, hoje representa apenas 20% da oferta”, aponta a empresa.

Para a coletiva, os técnicos da empresa estão refazendo os cálculos para definir como ficará a situação de abastecimento em Vitória da Conquista, Tremedal e Belo Campo e se há a viabilidade de estender o início do racionamento. Segundo os cálculos atuais, somente neste mês de maio a barragem já apresenta um déficit diário de 20.500 metros cúbicos de água (20,5 milhões de litros), enquanto no período mais drástico de 2012/2013 apresentava déficit de 7.000 metros cúbicos de água (sete milhões de litros) por dia.

Participarão do encontro, o Gerente da Unidade Regional da Embasa, José Olímpio Cardoso da Silveira, o Gerente do Escritório Local, Álvaro Aguiar, além de técnicos do corpo operacional e da área socioambiental da empresa.

Conta de água e esgoto ficará 9,95% a partir de 6 de junho

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 02 Maio 2016

Tags:, ,

Da Redação

conta-embasaA partir do dia 6 de junho, as contas de água e esgoto ficarão mais caras na Bahia. Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) autorizou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) a reajustar a tarifa de água e esgoto em 9,95%.

O valor do reEmbasaajuste é um pouco mais baixo do que o solicitado pela Embasa à Agersa, que foi de 10,97%. Com o reajuste autorizado, a tarifa residencial social passará de R$ 10,30 para R$ 11,30; a residencial intermediária de R$ R$ 20,20 para R$ 22,20 e a residencial normal de R$ 23,00 para R$ 25,30.

Segundo o Governo do Estado,  a correção, prevista em lei anualmente, se deu com base na variação da inflação, corrigido pelo IPCA e outros parâmetros, como a elevação dos custos fixos, a exemplo da energia elétrica, um dos principais insumos da prestadora.

Contas de água e esgoto podem ficar 10,97% mais cara

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 30 abr 2016

Tags:, , , ,

Da Redação

conta-embasaSegundo o site Bahia Notícias, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) solicitou reajuste de 10,97% das tarifas de água e esgoto nos municípios onde atua. O pedido foi feito à Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), que divulgará a decisão no Diário Oficial do Estado.

Caso seja aceito, o aumento será aplicado de forma linear nas tarifas cobradas atualmente. O aumento, que é anual, está previsto em lei e é baseado na variação da inflação e em parâmetros como a elevação de custos fixos. Se o pedido da Embasa for acatado pela Agersa, a tarifa residencial social, por exemplo, passará de R$ 10,30 para R$ 11,43.

Vereador compara arrecadação da Embasa em Conquista a uma “caixa preta”

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 29 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_2934Nesta sexta-feira (29), o líder da Oposição na Câmara Municipal, o vereador Arlindo Rebouças (PSDB), se queixou da forma em que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) trabalha em Vitória da Conquista. Segundo o parlamentar, a arrecadação da empresa no município é uma caixa preta, o que acaba atrapalhando a cobrança de novos investimentos. A declaração veio um dia após a Embasa confirmar que Conquista está próxima de entrar em um novo regime de racionamento d’água.

“Quanto é que a Embasa arrecada com a distribuição de água em Conquista? Caixa preta. Quanto é que a Embasa arrecada com o tratamento de esgoto? Outra coisa que ninguém sabe. Então, é um absurdo que o prefeito, que o Executivo, não fiscalize a Embasa. Era para fiscalizar, dar prazo e multar, porque ela é uma concessionária como a empresa de transporte é”, argumentou Arlindo.

O vereador ainda propôs a criação de uma comissão da Câmara para visitar a adutora do rio Catolé e as barragens Água Fria 1 e 2 e cobrar esclarecimentos do representante da Embasa no município. “Eu acho que a Câmara não pode ficar de braços cruzados, omissa, vendo a Embasa maltratar a nossa comunidade”, concluiu.

Embasa pede que conquistenses reduzam consumo; reservatórios possuem 45% da capacidade

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

DSC_1449

Nesta quinta-feira (28), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) emitiu duas notas alertando a população de Vitória da Conquista para o risco eminente de um novo racionamento. No segundo comunicado, que reproduzimos abaixo, a Embasa dá detalhes da situação crítica em que se encontra as barragens Água Fria I e II e a adutora do rio Catolé. Confira:

A falta de chuvas e a consequente redução do volume de água armazenado nas barragens de Água Fria I e II, assim como no rio Catolé, estão levando a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) a iniciar uma campanha de conscientização para o uso racional da água distribuída em Vitória da Conquista. Essa é mais uma iniciativa para garantir a continuidade do abastecimento de água diário e regular, na cidade, diante dos efeitos da estiagem prolongada e atípica que acontece em toda a região.

Atualmente, os reservatórios possuem 2,9 bilhões de litros de água acumulados, o que significa 45% de sua capacidade total de acumulação. Enquanto isso, a adutora do Catolé, que já chegou a ser responsável por 45% da água distribuída na cidade, hoje representa apenas 20% da oferta. …Leia na íntegra

Embasa alerta para risco iminente de racionamento em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 abr 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

Racionamento

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) emitiu nota, nesta quinta-feira (28), apontando para o risco de racionamento em Vitória da Conquista. Segundo a Embasa, as barragens Água Fria I e II e a adutora do rio Catolé estão a baixo do nível ideal para o abastecimento do município. “Podem ocorrer variações de pressão em alguns pontos da rede distribuidora e afetar o fornecimento de água em alguns locais”, afirma a empresa.

Confira a nota:

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que, devido ao baixo nível das barragens Água Fria I e II e do rio Catolé, que complementa o abastecimento de água em Vitória da Conquista, houve redução na produção de água tratada para a cidade. Com isso, podem ocorrer variações de pressão em alguns pontos da rede distribuidora e afetar o fornecimento de água em alguns locais.

Agricultores de Barra do Choça organizam protesto contra Inema e Embasa em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 23 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_0323Agricultores de Barra do Choça discutem problemas gerados por ação do Inema e Embasa (24/02/2016). Foto: divulgação

Os produtores agrícolas do município de Barra do Choça prometem realiza um ato em Vitória da Conquista, contra a Embasa e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Segundo os produtores, que utilizam a água das Barragens Água Fria 1 e 2 para irrigação, os dois órgãos estão em uma campanha de retaliação contra o agronegócio daquele município (localizado a 35 km de Conquista).

O conflito se agrava todas as vezes em que o período de chuva chega ao fim e o nível das barragens, responsáveis pelo abastecimento de três municípios do Sudoeste (incluindo Conquista), cai para menos de 50% da capacidade, aponta os agricultores. “É sempre assim, cada vez que o nível das águas das Barragens Água Fria 1 e 2 abaixa, é hora da Embasa acionar a Polícia para perseguir os produtores rurais de Barra do Choça”, afirma o agricultor Farley Amorim.

Durante a ação, são apreendidas bombas e máquinas que captam a água das barragens, sem autorização, para irrigação da plantação. Os produtores também são multados em valores que variam entre R$ 5 mil e R$ 15 mil.

Segundo a Associação dos Irrigantes de Barra do Choça, os órgãos ligados ao Governo do Estado estão desrespeitando um acordo entre Município e Governo do Estado que autorizam a utilização da água para a irrigação. “Com a retaliação do Instituto, dezenas de produtores ficaram impossibilitados de cultivar os produtos hortifrutigranjeiros, alternativa do município para substituir a produção do café, em crise devido a forte seca que assola a região”, aponta o presidente da associação, Walter Telles, que também representa a Cooperativa do Leite.

Telles também afirma que cerca de 400 produtores já confirmaram presença no ato contra as ações do Inema e Embasa, prevista para o dia 4 de maio. Os agricultores pretendem trazer tratores e máquinas agrícolas para o centro de Vitória da Conquista como resposta a “insistência dos órgãos em dificultar que o homem do campo produza”.