Corpo da empresária Givanete Nogueira será sepultado em Pernambuco

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Morte | Data: 22 jan 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-redes-sociais-ano-novo.gif

O corpo da empresária Givanete de Souza Nogueira, de 52 anos, que estava desaparecida desde a tarde da última terça-feira (19), foi encontrado nesta quinta-feira (21) e será sepultado na sua cidade natal Itaíba, em Pernambuco.

A empresária Givanete Nogueira, de 52 anos, foi encontrada morta na tarde da última quinta-feira (21), na zona rural de Barra do Choça. A Polícia conseguiu localizar o corpo após prender o suspeito do crime, um representante comercial que teria contraído uma dívida de R$ 15 mil com ela.

A policia segue investigando o caso.

Missa de sétimo dia de Maria Emília de Castro ocorrerá nesta segunda (21)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_0032A família da economista e ex-diretora da Rádio Clube, Maria Emília Caminha de Castro, comunica que a missa de sétimo dia será realizada nesta segunda-feira (21). A missa em homenagem será realizada na Igreja Nossa Senhora das Graças, parte alta do bairro Recreio, às 18h30.

Além da direção da Rádio Clube, que ocupou até os últimos momentos de saúde, Maria Emília foi secretária municipal de Finanças de Vitória da Conquista no governo Raul Ferraz; diretora financeira da Empresa Municipal de Urbanização (Emurc), na gestão José Pedral; diretora financeira da Uesb, durante a gestão da Reitora Valquíria Albuquerque; e coordenadora do Sistema Uesb de Rádio e Televisão Educativa (Surte).

Maria Emília de Castro é sepultada em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 mar 2016

Tags:, , , , ,

Banner Expoconquista

por Mateus Novais

IMG_0495

O corpo da empresária e economista Maria Emília Caminha de Castro foi sepultado às 17 horas, desta segunda-feira (14). A cerimônia ocorreu no Cemitério Parque da Cidade e reuniu familiares, ex-colegas de Rádio e empresários locais.

IMG_0032Irmãos e sobrinhos de Maria Emília vieram de Salvador e Rio de Janeiro, onde moram para se despedir da diretora da Rádio Clube de Conquista. Unidos a família da empresária, os amigos conquistenses acompanharam o sepultamento em um grande silêncio, quebrado apenas pelo som das palmas durante a decida do caixão.

Na mensagem de despedida, lida pela família, foi exaltado o espírito aguerrido de uma mulher reconhecidamente a frente de seu tempo. “Ela pode ter perdido a batalha, mas não se entregou em momento nenhum”, dizia o trecho final da homenagem.

Além da direção da Rádio Clube, que ocupou até os últimos momentos de saúde, Maria Emília foi secretária municipal de Finanças de Vitória da Conquista no governo Raul Ferraz; diretora financeira da Empresa Municipal de Urbanização (Emurc), na gestão José Pedral; diretora financeira da Uesb, durante a gestão da Reitora Valquíria Albuquerque; e coordenadora do Sistema Uesb de Rádio e Televisão Educativa (Surte).

Confira a última entrevista concedida por Maria Emília. No dia 12 de janeiro, ela participou do programa De Conversa em Conversa, na Rádio Clube (FM 95,9).

Amigos dão o último adeus a Maria Emília Castro

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 mar 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_9888

Desde o início da manhã desta segunda-feira (14), o Salão da Pax Nacional, em Vitória da Conquista, está recebendo um grande número de pessoas para o velório da empresária e economista Maria Emília Caminha de Castro. São amigos e admiradores que querem prestar as últimas homenagens à diretora e apresentadora da Rádio Clube.

A história de dona Emília se mistura com a do Rádio conquistense. Nascida em 1952, ano de fundação da Rádio Clube de Conquista (primeira Rádio de Vitória da Conquista), Maria Emília sempre se interessou pelo universo radiofônico. O envolvimento era tamanho, que, quando passou a administrar as três Rádios da família (96 FM, Rádio Clube de Conquista e Rádio Cidade), imprimiu sua marca, com a programação de linguagem leve, informativa e boa qualidade musical.

Seu jeito simples também cativava quem passava pela Rádio. Através dos microfones da Rádio Clube, muitos amigos foram feitos, sejam eles patrocinadores ou entrevistados. Mas o seu coração reservava maior espaço para seus funcionários, que eram tratados como filhos.

Dois deles, Sindy Santos e Maciel Junior, estiveram no velório de dona Emília para despedirem-se daquela que consideram uma mãe. “Perdi alguém muito especial em minha vida. Perdi, não uma patroa, não a diretora Maria Emília Caminha de Castro. Perdi uma amiga, um anjo, uma mãe. Costumava dizer que ela e minha mãe biológica dividiam o prazer de ter a mesma filha”, declarou Sindy, completando que Maria Emília era “uma mulher guerreira, batalhadora e que nunca mediu esforços para ajudar quem quer que fosse”.

Maciel, que por anos trabalhou na Rádio Clube ao lado de seu pai (Edson Maciel), também lembrou a forma maternal que Maria Emília tratava quem estava ao seu lado. “Minha eterna gratidão por tudo que ela fez na minha vida pessoal, sendo responsável por boa parte da construção do nosso apartamento, madrinha de casamento e de batismo de João Maciel [filho do radialista]; fundamental no dia em que pedi a mão de Maisa em casamento em um jantar de família. Ela presente, praticamente intimou o meu sogro (bons tempos)”.

Prefeitura emite nota de pesar pela morte de Maria Emília

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 mar 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_0032A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista também lamentou a morte da empresária e economista Maria Emília Caminha de Castro. Emília foi secretária municipal de Finanças de Vitória da Conquista, no governo Raul Ferraz, e diretora financeira da Empresa Municipal de Urbanização (Emurc), na gestão José Pedral.

Confira a nota:

A Prefeitura de Vitória da Conquista manifesta pesar pelo falecimento da senhora Maria Emília Caminha de Castro, aos 64 anos, nesta segunda-feira, 14 de março. Economista e empresária da área comunicação, Maria Emília ocupou cargos importantes na Prefeitura e na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, e atualmente era diretora da Rádio Clube de Conquista.

O velório acontece na PAX Nacional, ao lado da Capelinha do Hospital São Vicente. O sepultamento ocorrerá nesta segunda-feira, 14, às 17h, no cemitério Parque da Cidade.

Neste momento de dor, a Administração Municipal se solidariza com familiares e amigos.

Morre Maria Emília, diretora da Rádio Clube de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 14 mar 2016

Tags:, , , ,

da Redação

ME BBFaleceu às 0:05 da madrugada desta segunda-feira (14), a empresária e economista Maria Emília Caminha de Castro, aos 64 anos de idade. Ela lutava contra um câncer, e não se afastou do comando da Rádio Clube de Conquista, emissora que teve participação decisiva na sua fundação. A foto que ilustra à matéria foi tirada no dia 21 de dezembro  em pleno tratamento de quimioterapia.

Como comentarista de economia, temas políticos e históricos, possuía grande audiência na Agenda Livre do programa Ponto de Encontro – apresentado por Sindy Santos às 9 horas da manhã.

O seu trabalho como economista teve forte influência no município. Maria Emília foi secretária municipal de Finanças de Vitória da Conquista nos governo Raul Ferraz; diretora financeira da Empresa Municipal de Urbanização (Emurc); diretora financeira da Uesb, durante a gestão da Reitora Valquíria Albuquerque; e coordenadora do Sistema Uesb de Rádio e Televisão Educativa (Surte).

O corpo será velado no Salão da Pax Nacional – ao lado da Capela do Hospital São Vicente. O sepultamento será no Cemitério Parques da Cidade às margens da estrada Conquista-Itambé, às 17 horas.

Polícia prende mais dois suspeitos do sequestro de empresária conquistense

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 04 set 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1558foto: divulgação Polícia Civil

A polícia civil divulgou, na tarde desta sexta-feira (4), que prendeu mais dois suspeitos de participar do sequestro da empresária conquistense Arlethe Patez, no dia 22 de julho, em Salvador. Romildo Jesus de Oliveira, de 27 anos, e Edicléia Silva Santos, 23, que já tinha mandado de prisão em aberto, se apresentou à Delegacia Territorial (DT) da cidade de Valença, na última terça-feira (1º).

Segundo o delegado Cleandro Pimenta, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), informou que Romildo e Edicléia ficavam no cativeiro com Arlethe, na cidade de Teolândia, no sul da Bahia.

Além da dupla, outros seis suspeitos já foram presos: Manoel Candido da Paz, de 46 anos, que revelou a localização do cativeiro de Arlethe; Inael Moura de Jesus, o “Baby”, 29, responsável por cuidar da refém; o soldado PM Solemar Alves Campos, 41, lotado na 41ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Federação), apontado como um dos mentores do sequestro; Andresson Lopes de Oliveira, 35, companheiro de uma funcionária do salão da vítima; Filipe Assis Lima, 21, responsável por roubar o veículo, a pedido de Solemar, usado para sequestrar e conduzir Arlethe ao cativeiro, e José Evandro de Oliveira, 37, cuja participação no crime não foi especificada.

Damião dos Santos, 41 anos, líder da quadrilha, morreu no dia 21 de agosto, em confronto com agentes do Draco, na Engomadeira. Outros quatro envolvidos no sequestro estão sendo procurados e já têm mandado de prisão em aberto. Informações A Tarde

PM é preso suspeito de participar do sequestro da empresária conquistense, em Salvador

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 21 ago 2015

Tags:, , , ,

A Tarde

IMG_1553O policial militar Solemar Alves Campos, 41 anos, e mais dois homens foram presos. Eles são suspeitos de terem participado do sequestro da empresária e cabeleireira Arlethe Patez, ocorrido no dia 22 de julho, no bairro do Costa Azul, em Salvador

O delegado do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Cleandro Pimenta, informou, em nota enviada pela assessoria da Polícia Civil nesta sexta-feira, 21, os nomes dos outros envolvidos: Andresson Lopes de Oliveira, 35, companheiro de uma empregada do salão da vítima, e Filipe Assis Lima, 21.

Solemar é lotado na 41ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Federação) há 10 anos e foi preso na última quarta-feira, 19, quando estava na trabalhando na sede policial. Ele é apontado como um dos mentores do crime. Em nota, a Polícia Militar informa que o soldado já responde a um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) por tráfico de drogas.

Já Andresson – preso na noite de terça-feira, 18, quando buscava a esposa no trabalho – seria o responsável por repassar informações sobre a rotina da proprietária do salão para a quadrilha.  Ainda segundo a polícia, inicialmente ela não teria nenhum envolvimento.

Felipe foi preso na quinta-feira, 20, em Pernambués. Ele roubou o carro Gol, a pedido do policial, para sequestrar e levar a cabeleireira para o cativeiro. Ele serviu o Exército entre os anos de 2013 e 2014. O veículo ainda não foi localizado.

Ainda de acordo com o delegado, um dos integrantes da quadrilha, preso anteriormente, informou que um policial militar integrava a quadrilha e era o responsável por transportar a vítima pelas estradas do interior. O objetivo seria despistar a polícia, apresentando a carteira funcional, caso fosse parado numa blitz.

Ele foi conduzido para o Batalhão de Choque da PM, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. Os outros dois criminosos já estão no sistema prisional.

Um novo inquérito será aberto para investigar o crime. A ideia é localizar os demais integrantes da quadrilha de sequestradores.

Empresária conquistense teria sido sequestrada em Salvador

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 24 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

conquistenseA empresária conquistense Arlethe Patez desapareceu na noite dessa quarta-feira (22), em Salvador. Familiares da empresária informaram que Arlethe teria sido sequestrada em seu salão de beleza no bairro Costa Azul, em na capital baiana.

Uma amiga da conquistense teria informado à polícia que criminosos entraram em contato com a família pendido resgate.

Já os familiares de Arlethe em Vitória da Conquista informaram que os possíveis bandidos não entraram em contato com nenhum membro da família da vítima.