Lei que obriga o uso de máscaras de proteção em empresas entra em vigor em 72h

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 14 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Nesta terça-feira (14), foi publicado no Diário Oficial do Estado a Lei 14.258, que determina a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção em locais de trabalho, para evitar a contaminação pela Covid-19. Pela nova lei, sancionada pelo governador Rui Costa ontem (13), os empregadores devem fornecer e fiscalizar o uso por seus funcionários, em estabelecimentos comerciais, industriais, bancários, no transporte rodoviário, metroviário e de passageiros em geral, tanto público quanto privado. Esta Lei entra em vigor no prazo de 72 horas após a sua publicação.

O não cumprimento da nova lei estadual resultará em pagamento de multas, cujos valores serão definidos em regulamentação específica, ainda a ser divulgada pelo Governo do Estado. Os recursos oriundos da penalidade serão destinados às ações de combate à Covid-19.

O projeto de lei de autoria do Governo do Estado foi encaminhado pelo governador Rui Costa à Assembleia Legislativa e aprovado, por unanimidade, pelos deputados, no último sábado (11). Além das máscaras, os estabelecimentos têm que oferecer locais para higienização das mãos com água corrente ou disponibilizar pontos com álcool gel 70%.

Bancos e empresas já podem consultar cadastro positivo

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 13 jan 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

A consulta do cadastro positivo já pode ser realizada por bancos, comerciantes e empresas que emprestam dinheiro, com o objetivo de obter a lista daqueles considerados bons pagadores.

Após a consulta do cadastro, as respectivas empresas decidem se concedem crédito ou parcelamentos aos consumidores interessados.  Neste sábado (11), o Serasa já liberou a consulta, e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) deve abrir os dados coletados na quarta-feira (15). De acordo com a legislação, somente as empresas nas quais o cliente buscar crédito podem consultar os dados, ou seja, a empresa não pode levantar as informações caso o consumidor não tenha pedido crédito em um de seus estabelecimentos. 

No momento, as empresas podem consultar cinco tipos de informações sobre o cliente: nota de crédito (score), que representa a capacidade de pagar o empréstimo; índice de pontualidade de pagamento (número de contas quitadas, vencidas ou canceladas); índice de comprometimento de gastos (tipo de despesas, como consumo, empréstimos, cartão e financiamentos); quantidade de consultas do CPF por segmento de empresas; e histórico consolidado de compromissos assumidos (valores e datas de pagamento). 


Entretanto, os bens comprados pelo consumidor não podem ser acessados, nem o nome das instituições onde ele contraiu operações de crédito e o saldo em conta corrente ou de investimentos. Quem quiser consultar a situação no cadastro ou pedir a exclusão da lista de bons pagadores deve procurar uma das quatro empresas administradoras dos bancos de dados.

Inadimplência das empresas cresce 4,22% em novembro,

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 20 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png
Personal accounting

Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que o número de empresas com contas em atraso e registradas nos cadastros de devedores cresceu 4,22% em novembro de 2019, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Entre os segmentos devedores, a alta mais expressiva ficou com o setor de serviços, que apresentou crescimento de 7,13%. Em seguida, vem o comércio (1,61%) e o ramo das indústrias (1,35%), com alta abaixo da média geral.

Já os setores credores, ou seja, apenas aquelas as empresas que deixaram de receber por uma dívida, registraram queda de 2,50% no número de pendências devidas à indústria e um pequeno recuo de 0,49% no segmento de serviços, que engloba bancos e financeiras. A única alta ficou por conta das empresas do comércio, cujo avanço em novembro foi de 1,18%.

O estudo aponta ainda que, cada empresa inadimplente possui duas dívidas registradas no banco de devedores, sendo que a soma total das dívidas chega a uma média de R$ 5.517,07, valor que é 1% menor do que o observado em outubro.

Inadimplência das empresas segue em alta e cresce 3,50% em julho

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 29 ago 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

O número de empresas com contas em atraso continua crescendo no país, embora de forma mais moderada em relação aos anos anteriores. Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam que a quantidade de pessoas jurídicas negativadas apresentou alta 3,50% no último mês de julho frente igual período do ano passado. Já na comparação com o mês anterior, sem ajuste sazonal, houve um recuo de 0,45%.

O Sudeste segue puxando o crescimento da inadimplência entre as empresas, ao registrar um avanço de 5,46% ante julho de 2018, o que representa a variação mais elevada entre as regiões pesquisadas. Em seguida aparecem, respectivamente, as regiões Sul, que registrou alta de 3,91% na mesma base de comparação, Centro-oeste (0,99%), Norte (0,70%) e Nordeste (0,37%). 

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar Costa, o crescimento econômico ainda em ritmo abaixo do esperado continua impactado a capacidade de pagamento das empresas. “Os setores vão se recuperando muito lentamente e  a indústria vem trabalhando com níveis elevados de capacidade ociosa, o que contribui para que as empresas enfrentem dificuldades em honrar seus compromissos”, explica Costa.

Inadimplência das empresas volta a acelerar e cresce 4,02% em junho

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia, Geral | Data: 30 jul 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

O volume de empresas com contas em atraso e registradas em cadastros de inadimplentes, que vinha desacelerando no país, voltou a crescer a taxas mais elevadas no último mês de junho. Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam que a quantidade de pessoas jurídicas negativadas apresentou alta 4,02% no último mês de junho frente igual período do ano passado. O número é superior que o constatado em maio, que fora de 2,90% e o maior desde março deste ano, quando havia crescido 3,30%.

Na comparação mensal – entre maio e junho deste ano, sem ajuste sazonal – houve uma alta de 1,55% no volume de empresas com alguma conta em atraso. Trata-se de maior alta mensal desde novembro do ano passado, quando o crescimento observado fora de 2,17%.

Os dados regionais mostram que o Sudeste lidera o crescimento da inadimplência entre as empresas. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o número de pessoas jurídicas negativadas na região cresceu 6,60%, a variação mais elevada entre os locais pesquisados. Em seguida aparecem, na ordem, as regiões Sul, que registrou avanço de 2,64% na mesma base de comparação, Centro-oeste (1,81%), Norte (1,16%) e Nordeste (0,75%).

…Leia na íntegra

Cresce uso de energia solar nas empresas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 17 jul 2019

Tags:,

Um relatório recente divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) demonstrou o avanço expressivo do uso de painéis fotovoltaicos no Brasil, passando de 23 em 2013 para 30.900 até 2018. Destes, um terço representa empresas de diferentes portes.

Este crescimento da energia renovável no país acompanha uma tendência mundial. De acordo com um relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas), a energia solar se destacou perante as demais fontes de energia elétrica no mundo, e hoje é considerada a principal responsável pelo desenvolvimento sustentável. Somente em 2018, foram investidos US$ 139,7 bilhões em energia solar. 

Essa mudança vem acontecendo porque empresas e pessoas vêm percebendo as vantagens em captar energia solar, seja como forma de se proteger dos constantes aumentos da energia elétrica, como também para garantir a sustentabilidade do negócio e do planeta.

…Leia na íntegra

Número de empresas inadimplentes cresce 2,90% em maio

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Economia, Geral | Data: 28 jun 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

O número de empresas com contas em atraso e inseridas no cadastro de inadimplentes segue crescendo, porém a taxas menores do que aquelas observadas no período mais agudo da crise econômica. De acordo com o indicador calculado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a alta foi de 2,90% na comparação entre maio e o mesmo mês do ano anterior.

Trata-se do menor aumento na quantidade de empresas inadimplentes desde 2011, considerando apenas os meses de maio, quando a alta fora de 13,48%. Em maio de 2018, o crescimento havia sido de 9,37%. Apesar do aumento no número de empresas inadimplentes, houve um pequeno recuo na quantidade de dívidas em atraso no nome de pessoas jurídicas: 0,80% menor em maio frente ao mesmo mês de 2018.

Os dados levam em consideração todas cinco regiões brasileiras e, segundo o indicador, a região em que mais aumentou o número de empresas inadimplentes no último mês foi o Sudeste, com avanço de 5,01% na comparação com igual período de 2018. Em seguida aparece o Sul, que registrou avanço de 2,07% e o Centro-Oeste, cuja alta foi de 1,35%. Já as regiões Nordeste (0,03%) e Norte (0,02%) apresentaram um comportamento estável da inadimplência, sem um crescimento relevante na quantidade de empresas com atrasos.

Na avaliação do presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, o cenário econômico ainda adverso afeta a capacidade de pagamento das empresas, assim como a falta de confiança das empresas em contratar crédito. “O faturamento das empresas e a sua capacidade de honrar os compromissos financeiros são impactados pela fraqueza da atividade da economia brasileira, que sofre com alto desemprego e renda reprimida”, explica Pellizzaro Junior.

Em desaceleração, inadimplência das empresas cresce 2,15% em abril

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 31 Maio 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Em desaceleração desde o início no fim do ano passado, o número de empresas com contas em atraso cresceu 2,15% em abril na comparação com o mesmo mês de 2018. Trata-se da menor variação para os meses de abril desde 2011, início da série histórica. No mesmo período dos anos anteriores, as variações haviam sido de 8,40% (2018), 4,30% (2017), 10,81% (2016), 7,46% (2015), 7,48% (2014), 10,65% (2013), 11,18% (2012) e 14,14% (2011).

Na passagem de março para abril de 2019, sem ajuste sazonal, houve uma queda de -0,85%. Os dados foram calculados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

“Embora a retomada econômica esteja mais lenta do que o esperado, frustrando as expectativas de diversos setores da economia, já se observa uma recuperação do faturamento das empresas, o que melhora sua capacidade de solvência. Mas ainda assim, estamos distantes do período anterior da crise , com o mercado de trabalho desaquecido e do consumo das famílias avançando pouco. Tendo em vista a dificuldade que a economia vem apresentando para engatar uma recuperação mais consistente, a tendência é de que a inadimplência das empresas continue crescendo, mas a patamares mais moderados”, afirma o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

…Leia na íntegra

Trocando Ideias aborda temática sobre redes sociais para empresas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 03 Maio 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

No dia 14 de maio, às 19h30, o Sebrae em Vitória da Conquista realiza mais uma edição do projeto Trocando Ideias, com Wesley Dias, Master em Business Administration em Inteligência Competitiva e Inovação em Marketing. No encontro, os participantes irão conversar sobre redes sociais da empresa e como aumentar os seguidores, transformá-los em clientes e alavancar as vendas. O evento acontece no auditório da OAB, na Rua Rotary Club, 103, Centro. 

A técnica do Sebrae Priscila Gomes explica que serão encontros dinâmicos entre especialistas e empresários, com duração total de 45 minutos e temas específicos. “O projeto consiste em realizar periodicamente encontros para troca de ideias entre empresários e especialistas em assuntos que despertam dúvidas nos empreendedores e estão presentes no dia a dia dos pequenos negócios”, afirma.

O evento é gratuito e as vagas são limitadas. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (77) 3424 1600 ou pelo WhatsApp (77) 9802 7869. 

Inadimplência das empresas fecha 2018 com alta de 7,44%, mas desacelera em quatro das cinco regiões

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 14 fev 2019

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-candeias-premium.gif

Reprodução do site da CDL

Recuperação de crédito cresce quase 12% no acumulado de 2018. Com ano pouco melhor nas vendas, empresas ganharam fôlego para regularizar contas. Entre empresas que não conseguem honrar compromissos, 46% atuam no comércio

O número de empresas com contas em atraso e registradas no cadastro de inadimplentes apresentou crescimento de 7,44% no fechamento de 2018 na comparação com 2017, mas o ritmo de alta perdeu força em quatro das cinco regiões analisadas. Já o número de dívidas contraídas em nome de pessoas jurídicas avançou 4,89% em dezembro na comparação anual. Os dados são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

De acordo com o indicador, na região Norte, o crescimento do número de empresas com contas sem pagar foi apenas 0,78%, a menor entre todas as regiões brasileiras. No Centro-Oeste, foi de 2,10%, enquanto no Nordeste, a alta foi de 2,35% e no Sul, de 3,71% – todas abaixo da média nacional e menores do que o percentual observado no auge da crise econômica, quando girava em torno de 10%. No ano passado, a única região a destoar foi o Sudeste, que encerrou o ano de 2018 com alta de 13,03% na quantidade de empresas inadimplentes.

…Leia na íntegra

Empresas são condenadas a pagar indenização por danos morais coletivos devido à exposição de moradores ao amianto

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Justiça, Vit. da Conquista | Data: 20 abr 2018

Tags:, , , ,

Da Redação

Justiça Federal de  Vitória da Conquista, condenou a  a multinacional Saint-Gobain do Brasil e Produtos Químicos Industriais e para Construção Ltda a pagarem R$ 31.423.370 por danos morais coletivos, devido à exposição de moradores da região ao amianto.

No dia 9 de abril, a sentença foi dada e  pública nesta quinta-feira (19), por meio de comunicado do Ministério Público Federal (MPF), autor de uma ação civil pública contra as empresas, em conjunto com o Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Por determinação da justiça, as empresas terão também de isolar as cavas provocadas pela atividade mineradora, e onde se acumulam água, com muros de alvenaria ou pré-moldados com sinalização de advertência indicando a impropriedade da água para consumo humano.Além disso, deverão também realizar um Plano de Recuperação da área degradada e campanhas em veículos de imprensa e escolas para esclarecer à população quanto aos riscos de inalação de fibras do mineral em caso de movimentação dos materiais.

Está proibido, no Brasil, desde o dia 29 de novembro pelo Supremo Tribunal Federal (STF) o uso do amianto do tipo crisolita em todo o território nacional. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), todas as formas e tipos de amianto são cancerígenas. Dentre as doenças que a exposição ao amianto pode causar, estão o câncer de pulmão, laringe, do trato digestivo e de ovário.

 

Número de empresas inadimplentes cresce 3,60% em outubro, mostra indicador do SPC Brasil e CNDL

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 dez 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: CNDL/CDL (Conteúdo)

Empresas do Sudeste e do segmento de Serviços lideram o crescimento entre devedores

O número de empresas com contas em atraso e registradas nos cadastros de devedores cresceu 3,60% em outubro na comparação com o mesmo mês do ano passado – quando a variação havia sido de 7,27%. Na passagem de setembro para outubro de 2017, sem ajuste sazonal, houve leve crescimento de 0,82%. Os dados são do Indicador de Inadimplência Pessoa Jurídica calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).
“Essa desaceleração do aumento da inadimplência das empresas ocorre mesmo em meio à crise econômica e reflete o ambiente de maior restrição ao crédito e menor propensão a investir, que trazem redução do endividamento”, afirma o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro. “Para os próximos meses, espera-se que atividade econômica siga uma lenta recuperação, e que os empresários permaneçam cautelosos devido ao cenário de grande incerteza política e econômica, o que deve manter o crescimento da inadimplência das empresas limitado.”

Número de dívidas tem crescimento de 1,53% em outubro

Outro indicador também mensurado pelo SPC Brasil e pela CNDL é o de dívidas em atraso. Neste caso, o crescimento foi de 1,53% na comparação anual. Seguindo a mesma tendência que o número de empresas devedoras, o resultado de setembro permanece em nível baixo em comparação à média histórica (9,39%). Na comparação mensal, na passagem de setembro para outubro, a variação positiva foi de 0,59%.

Sudeste lidera crescimento do número de empresas negativadas …Leia na íntegra

Apostar em inovação e tecnologia aumenta faturamento das empresas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 10 set 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia/ CDL (Conteúdo

Pesquisa com empreendedores atendidos pelo Programa Sebraetec revela melhoria no atendimento e redução dos desperdícios

Mais de 40% dos empreendedores que participaram do Sebraetec em 2016 – programa que leva serviços de tecnologia e inovação aos pequenos negócios – afirmaram que tiveram um aumento no faturamento. Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que 22% das empresas relataram um aumento mensal superior a 11%, e 18% das empresas tiveram um incremento de até 10%. O levantamento também identificou que 39% das empresas que foram atendidas relataram a manutenção do faturamento naquele ano.

A pesquisa também revelou que 24% das empresas que foram atendidas pelo Sebraetec apresentaram uma redução de no mínimo 10% nos custos mensais. Ainda de acordo com o levantamento, 90% dos entrevistados afirmaram que após serem atendidos pelo programa melhoraram a qualidade dos produtos e serviços, 88% aperfeiçoaram o atendimento e 81% diminuíram os desperdícios.

Em 2016, foram atendidos quase 54 mil empreendimentos. A expectativa é que cerca de 98 mil empresas recebam consultoria e capacitação até o fim deste ano. O Sebraetec subsidia pelo menos 70% do valor dos serviços tecnológicos para os pequenos negócios e atua nos seguintes temas: qualidade, inovação, produtividade, design, serviços digitais, propriedade intelectual e sustentabilidade. Por meio do programa, o Sebrae ainda viabiliza o acesso dos pequenos negócios a serviços tecnológicos de avaliação da conformidade, para atender às exigências baseadas em requisitos de qualidade e sustentabilidade.

Sebrae 45 anos

O Sebrae comemora 45 anos atuando em defesa dos pequenos negócios. As Micro e Pequenas Empresas (MPE) representam 98,5% do total de empreendedores no Brasil, respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e geram mais da metade dos empregos no país.

Formalização, inovação, redução da burocracia, ampliação do acesso ao crédito e melhoria do ambiente legal fazem parte do compromisso do Sebrae com os pequenos negócios.

Na Bahia, conheça mais sobre oportunidades e soluções no portal.

Empresas do Simples Nacional podem pedir ressarcimento de forma on-line

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 25 jul 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia / CDL (Conteúdo)

Os Microempreendedores Individuais (MEI) e donos de Micro e Pequenas Empresas contribuintes do Simples Nacional já podem solicitar a restituição de tributos que foram pagos indevidamente ou em valor maior do que o devido. O pedido pode ser feito no site da Receita Federal, pelo link. 

Após o pedido eletrônico do contribuinte, o procedimento de auditoria do crédito e do pagamento da restituição estará concluído em até 60 dias da data do pedido. É possível ainda fazer a solicitação ou acompanhar o andamento da mesma no Portal do Simples Nacional.

A restituição automatizada do Simples Nacional e do MEI faz parte do Empreender Mais Simples, convênio assinado entre o Sebrae e o Governo Federal no início do ano, com foco na melhoria do ambiente de negócios e redução da burocracia. A parceria prevê o aperfeiçoamento ou a criação de dez sistemas, que irão diminuir a complexidade e o tempo gasto no cumprimento das obrigações tributárias, previdenciárias, trabalhistas e de formalização.

Quase 300 mil empresas já renegociaram dívidas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 25 jan 2017

Tags:, ,

da Redação

Fonte: Agência de Notícias Sebrae

Quase metade dos pequenos negócios que estavam com débitos no Simples Nacional, e que foram notificados pela Receita em setembro do ano passado, parcelaram suas dívidas e permaneceram com o direito de serem optantes desse sistema tributário que reduz impostos e a burocracia.  Das 584 mil micro e pequenas empresas que foram notificadas, 285 mil já regularizaram a situação para permanecer no Simples.

Quem ainda não se regularizou, já foi desligado do Simples Nacional. Para voltar a ser optante, o empresário deve pagar ou parcelar suas dívidas e pedir uma nova adesão ao sistema até o dia 31 de janeiro. “O Brasil está passando por momentos econômicos difíceis. As empresas precisam de mais fôlego financeiro para enfrentar a crise. Sair do Simples pode ser o fim do sonho de empreender”, enfatiza o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos. O empresário que não se regularizar a tempo, só poderá voltar a usufruir desse sistema de tributação em 2018.

A recomendação do Sebrae é que os donos de pequenos negócios com dívidas no Simples procurem seus contadores e peçam para eles aderirem ao parcelamento de até 120 meses e reincluírem a empresa no Simples. Para isso, o contador deve calcular o valor dos débitos e da parcela mais adequada. O pedido de parcelamento deve ser feito no Portal do Simples Nacional (https://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/)

Para ajudar os donos de micro e pequenas empresas a acertarem as contas, o Sebrae promove o Mutirão da Renegociação, que, além de estimular a regularização dos débitos tributários, incentiva e ajuda os empreendedores a renegociarem as dívidas bancárias, locatícias e com fornecedores.  Para isso, o Sebrae disponibilizou um hotsite (www.sebrae.com.br/renegociacao) com dicas para negociar com os diferentes tipos de credores e com perguntas e respostas sobre a campanha. Além disso, o Call Center do Sebrae (0800 570 0800) e os postos de atendimento espalhados pelo país também estão preparados para auxiliar os empreendedores a acertarem suas contas.

Mais de mil empresas ‘quebraram’ nos últimos seis meses

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Economia | Data: 05 jul 2016

Tags:, ,

da Redação (bahia.ba)

O crescimento é de 26,5% em relação ao total de pedido de falências no mesmo período de 2015, segundo a Bela Vista, administradora do Serviço de Proteção ao Crédito

Com o fechamento de lojas, a rede Insinuante foi uma das afetadas pela crise econômica (Foto: Divulgação)
Com o fechamento de lojas, a rede Insinuante foi uma das afetadas pela crise econômica (Foto: Divulgação)

 

Nos seis primeiros meses de 2016, de janeiro a junho, mais de mil empresas quebraram no Brasil em decorrência da crise econômica. Os números são da Boa Vista, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito, e representam um aumento de 26,5% em relação ao total de pedidos de falência no primeiro semestre de 2015.

Só em junho, a Boa Vista registrou aumento de 20,2% na quebradeira de companhias. Em comparação ao mês de maio, o crescimento foi de 20,2%. Já em relação ao mesmo período de 2015, o aumento é de 22,8%.

As falências decretadas também fecharam o semestre em alta. Subiram 11,3% em analogia aos decretos contabilizados de janeiro a junho do ano passado. Em junho, comparativamente ao mesmo mês no ano passado, houve incremento de 0,9%. Já em relação a maio, a queda é de 15,6%.

A Boa Vista também tabulou os dados relativos às solicitações de recuperação judicial e deferimentos. Os pedidos cresceram 113,5% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado e as aprovações tiveram elevação de 118,8% na mesma base de comparação. (Com informações da Veja)

Prefeitura lança programa para estimular servidores a consumir no comércio local

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Economia | Data: 12 nov 2015

Tags:, , , , , , ,

por Mateus Novais

comércio-normal

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista lançou, nesta quinta-feira (12), o programa de estímulo ao consumo no comércio local, intitulado de ‘Companhia do Desconto’. O programa consiste em proporcionar aos servidores públicos municipais benefícios na aquisição de produtos e serviços em estabelecimentos comerciais da cidade.

A Administração Municipal garante que as empresas que aderirem ao programa terão a oportunidade de dinamizar os seus negócios, a partir de um público estimado de 40 mil pessoas, já que o município conta com mais de 8 mil servidores. Ao todo, são R$ 20 milhões em salário injetado na economia regional a cada mês.

Para participar do programa os empresários devem acessar o Portal do Servidor, clicar na aba Cia do Desconto e seguir as instruções.

A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Cláudia Dutra, está apostando na iniciativa. “É um programa bastante importante para o comércio da nossa cidade, são mais de oito mil servidores que podem integrar a clientela dos comerciantes do município. Os lojistas estão bastante entusiasmados. Tem tudo pra ser um grande sucesso. Eu inclusive já encaminhei a minha proposta para firmar a parceria”, declarou.

Vitória da Conquista será uma das cidades fiscalizadas contra comércio ilegal e sonegação fiscal

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia | Data: 04 nov 2015

Tags:, , ,

Da Redação

liquidação comércio

Vitória da Conquista e mais 25 cidades baianas serão fiscalizadas dentro da Operação Concorrência Leal, da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz). O objetivo da ação é combater a sonegação fiscal e a comercialização irregular de mercadorias.

De acordo com a Secretaria, a operação terá como foco principal as empresas dos segmentos de supermercado, vestuário, bebidas, calçados e materiais de construção. Espera-se que com ação mais de dez mil contribuintes sejam fiscalizado até o fim deste ano.

Durante a operação, os fiscais vão verificar o recolhimento do imposto pago por antecipação parcial e aferir se a atividade econômica real da empresa condiz com a que está descrita no Cadastro de Contribuintes do ICMS. Outras atividades em pauta na Operação Concorrência Leal são o acompanhamento de carga e descarga nos grandes centros comerciais e shoppings, e a aferição da regularidade do POS (máquina de cartão de crédito e débito) quanto ao vínculo com o estabelecimento fiscalizado.

Caso constatado alguma irregularidade, o estabelecimento estará passível de multa no valor de R$ 13,8 mil.

Câmara aprova doação de empresas aos partidos para campanhas eleitorais

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 13 ago 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

camara-dos-deputados_1528559

O plenário da Câmara aprovou na noite dessa quarta-feira (12), em segundo turno, dispositivo que permite às empresas fazerem doações de campanhas aos partidos políticos. A matéria foi aprovada por 317 votos a favor, 162 contra e uma abstenção.

Com a aprovação do dispositivo, fica estabelecido que as empresas só poderão fazer doações aos partidos, enquanto os candidatos só poderão receber doações de seus partidos e de pessoas físicas. Com essa votação, a Câmara concluiu a apreciação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 182/07), que estabelece novas regras para a política.

O texto da reforma política será agora encaminhado à apreciação do Senado Federal. Se o Senado mantiver o dispositivo de financiamento de campanhas aprovado pela Câmara, estará constitucionalizado o sistema de financiamento de campanhas políticas no Brasil.

Após reunião com empresas, vereadores convidam prefeito para discutir redução do ISS

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 15 Maio 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais

IMG_1529foto: Secom Câmara

Parte dos Vereadores de Vitória da Conquista esteve reunida com os representantes das empresas de transporte coletivo do município. O encontro aconteceu na última terça (12), no próprio prédio do legislativo, e tratou da proposta que pretende reduzir de 5% para 2% a arrecadação do ISS.

Para o diretor da Cidade Verde, Sérgio Hubner, “a grande maioria das pessoas espera um transporte público de qualidade. Na rua olham um modus operandi, mas não conhecem os bastidores”. Para ele, um transporte público de qualidade e com a tarifa módica tem que passar por uma discussão e todos tem que ajudar. Já o gerente da Viação Vitória, Cláudio Vinícius Andrade, completou a discussão ressaltando que o transporte é caro. Andrade também defendeu a redução do ISS, garantindo que “essas formas de isenção nos subsídios trazem o valor acessível da população”.

O presidente da Câmara, o vereador Gilzete Moreira (PSB), destacou que a reunião é um espaço para todas as partes serem ouvidas. “A CMVC tem que intermediar a questão. A população é o alvo principal, tem que ser a beneficiada. Nós temos que trabalhar nessa grande parceria para que a população não seja penalizada”. Os vereadores, agora, esperam uma reunião com o prefeito, para que as dúvidas restantes sejam esclarecidas.