Extintor em carro deixará de ser obrigatório

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Brasil | Data: 17 set 2015

Tags:, , ,

A Tarde

extintor_1561838

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) informou nesta quinta-feira, 17, que o uso do extintor em carros, caminhonetes, camionetas e triciclos de cabine fechadas, passará a ser facultativo. A decisão foi anunciada por Alberto Angerami, presidente do órgão e diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

A obrigatoriedade do equipamento será mantida apenas nos veículos de uso comercial, de transporte de passageiros e de produtos inflamáveis, líquidos e gasosos, tais como caminhões, micro-ônibus, ônibus.

A mudança na lei estabelecida em 1968, que passou a vigorar em 1970, ocorre após 90 dias de avaliação técnica e consulta com os setores envolvidos.

Segundo Angerami, a prorrogação da obrigatoriedade do extintor tipo ABC, que valeria a partir de 1º de outubro, teve como objetivo dar prazo às reuniões. …Leia na íntegra

Obrigatoriedade do extintor ABC será prorrogado mais uma vez

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Brasil | Data: 15 jun 2015

Tags:,

por Mateus Novais

MANUSEIO DE EXTINTOR DE INCÊNDIO PARA CARROS

O prazo para a obrigatoriedade do extintor veicular do tipo ABC será prorrogado mais uma vez, conforme anúncio do Ministério das Cidades, após pedido do ministro Gilberto Kassab. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicará uma nova resolução para determinar uma nova data.

Esta é a terceira vez em que o prazo é prorrogado. O primeiro adiamento ocorreu no começo deste ano, quando a multa pela falta do extintor ABC começaria a ser aplicada em 1º de janeiro. No dia 7 daquele mês, o governo mudou o prazo para 1º de abril. Em março, uma segunda resolução adiou o prazo para cumprimento da norma, fixando-o em 1º de julho.

Quando entrar em vigor, a resolução irá punir com multa de R$ 127,69, além de cinco pontos na carteira de habilitação, os motoristas que trafegarem com extintor que não seja do tipo ABC. De acordo com o Portal Brasil, o pó deste extintor é capaz de combater princípios de incêndios em materiais sólidos, líquidos inflamáveis e equipamentos energizados.

Faltou extintor em Conquista, mas governo prorroga prazo em 90 dias

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Segurança | Data: 05 jan 2015

Tags:, , ,

da Redação

Extintor ABCO ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), em  sintonia com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), decidiu adiar por 90 dias a obrigatoriedade dos extintores de incêndio veicular com carga de pó químico ABC. O adiamento será contado após a publicação de nova resolução. Multas não serão aplicadas em todo território nacional.

A decisão foi comunicada na noite desta 2ª feira (5). O mercado não se preparou,  e o novo extintor tipo ABC, exigido pelo Denatran, não foi encontrado para atender a grande demanda. Muitos motoristas temiam as multas e foram aos postos e lojas especializadas e não encontraram o novo equipamento. A data de 1º de janeiro foi corretamente prorrogada.

 

 

Extintor de veículos tem prazo para mudança e motoristas terão que pagar mais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 21 dez 2014

Tags:, ,

da Redação

MANUSEIO DE EXTINTOR DE INCÊNDIO PARA CARROSOs motoristas e proprietários de veículos devem ficar atentos às novas normas sobre os extintores de incêndio devido a novas exigências que passarão à valer a partir do dia 1º de janeiro. Serão obrigados novos extintores do tipo ABC, sob pena de multa de R$127,69 e cinco pontos na carteira.

A mudança foi aprovada pela Resolução 333/2009 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), com prazo de cinco anos para a adaptação da frota. Apesar dos carros fabricados a partir de 2005 saírem com o equipamento apropriado, ainda existiam muitos com o tipo BC, que não poderá mais ser usado depois do dia 31 deste mês.

Cada extintor tipo ABC custa R$75,00 – o dobro do atual permitido cujo valor é de R$40,00. O novo extintor, além de combater incêndios de líquidos inflamáveis, como gasolina e diesel, e equipamentos elétricos, pode ser usado contra o fogo em materiais sólidos, como bancos, tapetes e painéis do carro.

A nova regulamentação vale para todo o Brasil para carros de passeio, utilitários, caminhonetes, caminhões, ônibus e micro-ônibus e triciclos. Na prática é mais burocracia e aumento de custo para manutenção de um veículo.