COVID-19: pias serão instaladas nas feiras livres em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 11 abr 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Secom/PMVC

Mais doações para o combate ao novo coronavírus (Covid-19) foram realizadas em Vitória da Conquista. Nesta semana, a Prefeitura Municipal recebeu 50 kits de pias para a higiene das mãos, que serão instaladas nas feiras da cidade.

A B&G Distribuidora, localizada no distrito industrial dos Imborés, fez a entrega dos kits às mãos dos secretários municipais de administração e serviços públicos, Kairan Rocha e Luis Paulo Sousa. As pias, com dispensador de detergente líquido, já começaram a ser instaladas nas feiras.

O sócio diretor da empresa B&G distribuidora, Weber Burgos, ressalta a importância das empresas colaborarem com o poder público neste momento de crise. “Desejamos que os demais empresários façam o mesmo e doem o quanto puder. Nosso sentimento é o de poder retribuir à esta cidade que sempre rendeu bons resultados à nossa empresa”, afirma o empresário.

Covid-19: governo reforça recomendações para feiras livres e sacolões

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 10 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Agência Brasil

Covid-19: governo reforça recomendações para feiras livres e sacolões
Produtores e agricultores devem redobrar cuidados de higieneFoto: Rovena Rosa | Agência Brasil

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento enfatizou a importância de produtores e agricultores familiares cujas mercadorias são vendidas em feiras livres, sacolões e lojas varejistas redobrarem os cuidados de higiene a fim de evitar a contaminação pelo novo coronavírus (covid-19).

Em parceria com o Ministério da Saúde e com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a pasta elencou 19 recomendações para a manipulação dos alimentos. São medidas que contemplam desde os cuidados com a higiene pessoal por parte dos trabalhadores à limpeza dos ambientes, superfícies e veículos de transporte, passando pela estrutura das feiras e orientações que os vendedores podem repassar aos seus clientes.

Previstas em leis e normas, as recomendações contribuem para a segurança e a manutenção dos serviços de abastecimento à população.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os produtores e agricultores familiares devem:

  • limpar e higienizar regularmente todos os veículos de transportes, bem como as superfícies dos locais de acondicionamento de produtos, equipamentos e utensílios;
  • manter pelo menos um metro de distância entre as bancas; entre os funcionários e entre os empregados e clientes. Para isso, poderão ser usadas faixas ou fitas para demarcar os limites e ampliar a divisão dos turnos de trabalho a fim de evitar aglomeração de pessoas;
  • disponibilizar pias com água corrente e sabonete, além de álcool 70% para uso de feirantes e consumidores;
  • as bancas e barracas devem ser instaladas em locais amplos, preferencialmente ao ar livre. O lixo deve ser frequentemente coletado e estocado em local isolado da área de preparação e armazenamento dos alimentos;
  • caso opte por usar máscaras, o comerciante deve substituí-las e higienizá-las sempre que elas estiverem úmidas ou sujas. No caso das luvas, estas devem ser utilizadas apenas para a manipulação do alimento;
  • separar o local de pagamento de maneira a manter o distanciamento entre quem estiver cobrando e quem estiver pagando dos demais clientes e feirantes e encarregar uma ou mais pessoas de receber o dinheiro dos consumidores;
  • proibir qualquer tipo de degustação ou consumo de produtos no local;
  • manter as unhas curtas, bem aparadas, sem esmaltes, e não usar adornos que possam acumular sujeiras e micro-organismos, como anéis, aliança e relógio;
  • não conversar, espirrar, tossir, cantar ou assoviar em cima dos alimentos, superfícies ou utensílios. A recomendação vale tanto para o momento do preparo dos alimentos/mercadorias quanto para o de servir;
  • quem prepara os alimentos deve lavar as mãos com frequência e, principalmente, depois de: tossir, espirrar, coçar ou assoar o nariz; coçar os olhos ou tocar na boca; preparar alimentos crus, como carne, vegetais e frutas; manusear celular, dinheiro, lixo, chaves, maçanetas, entre outros objetos; ir ao sanitário; retornar dos intervalos;
  • pessoas com mais de 60 anos ou que possuam doenças crônicas como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, insuficiência renal crônica ou doença respiratória crônica devem se afastar das atividades, bem como os comerciantes que, mesmo não fazendo parte do grupo de risco, têm contato direto com pessoas do chamado grupo do risco;
  • trabalhadores com sintomas como tosse, febre, coriza, dor de garganta e falta de ar, independentemente de pertencerem a algum grupo de risco, devem se afastar da atividade e permanecer em casa, isolados, por 14 dias, e procurar o serviço de saúde caso o quadro se agrave.

Além dessas medidas, o ministério também recomenda aos feirantes que procurem organizar o fluxo de pessoas, evitando aglomerações. E lembra que não há, segundo as principais autoridades de saúde, até o momento, evidências de que o novo coronavírus possa ser transmitido por meio de alimentos, embora pesquisas apontem que o vírus pode persistir por horas ou até dias em algumas superfícies, dependendo da temperatura e da umidade do ambiente.

Prefeitura faz limpeza e conscientização em feiras da cidade

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 13 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

da Secom/PMVC (Conteúdo)

São quase 100 funcionários da Prefeitura dedicados à higiene das feiras e mercados

Diariamente, um trabalho especial de limpeza geral, varrição e recolhimento de resíduos resultantes da realização das feiras é realizado por equipes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos. Nesta quarta-feira (11), por exemplo, uma equipe trabalhou durante a noite na manutenção da Central de Abastecimento, no centro.

Já na manhã desta quinta (12), outra equipe atuava no Mercado do Bairro Brasil e na área externa, onde acontece a tradicional feira, de sexta a domingo. O objetivo é oferecer mais qualidade de higiene para os feirantes e frequentadores das feiras livres e mercados populares de Vitória da Conquista.

Equipe da Prefeitura atuando à noite na Ceasa

“A gente entende que as feiras geram uma quantidade grande de lixo, mas ao mesmo tempo elas devem se conservar da forma mais limpa possível, por conta do comércio de carnes, laticínios, biscoitos, frutas e verduras. Então, a gente não mede esforços para garantir a manutenção desses espaços”, afirma o secretário Luís Paulo Sousa.

Os esforços ao que o secretário se refere envolvem 98 funcionários, com carrinhos de mão, vassouras e pás, além de um caminhão-pipa para lavagem. Na feira do Alto Maron, os comerciantes elogiam. “É muito bom, maravilhoso mesmo. Todo dia, toda hora, tem gente limpando aqui”, afirma a vendedora de verduras, Andréia Brito.

A lavagem acontece em cada feira pelo menos uma vez por semana

Luzeni Cunha, que trabalha na feirinha do Bairro Brasil, também aprova a manutenção do local. “De hora em hora eles passam varrendo, fica bem organizadinho. E sempre falam pra gente manter tudo limpinho. Eu faço a minha parte, retiro a sujeira, deixo tudo bonitinho. A lixeira está logo ali do lado”, disse.

De acordo com o setor de limpeza urbana, as feiras dos bairros Brasil, Patagônia, Alto Maron e o Ceasa produzem cerca de 260 toneladas de resíduos por semana.

Equipe trabalha desde cedo no Mercado do Bairro Brasil

Colaboração dos comerciantes – Ao todo, são mais de 1700 comerciantes nas feiras e mercados da cidade. A Prefeitura conta, principalmente, com a colaboração deles para manter a higiene dos espaços. “A gente está sempre conversando com os comerciantes e orientando quanto ao descarte correto dos resíduos. Há lixeiras, containers, tonéis e caixas coletoras para receber resíduos de diferentes tamanhos e até mesmo em grandes quantidades. Todos esses recipientes são desocupados diariamente pela equipe de limpeza”, explica o secretário.

Para garantir a ordem e a limpeza, fiscais da Prefeitura também atuam diariamente nas feiras, contribuindo com a organização e o bem-estar de todos.

Boxes das feiras livres do município são sorteados

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 19 ago 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Da Redação

Fotos:Rafael Gusmão

O sorteio de boxes das feiras livres do município, aconteceu na manhã desta segunda-feira(19), com centenas de pessoas no Ginásio de Esportes Raul Ferraz. A iniciativa é da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, e contemplou 80 comerciantes.

Além de espaços na Central de Abastecimento do Centro (Ceasa), foram sorteados boxes nas feiras do Bairro Brasil, Alto Maron e Patagônia; para o comércio de carnes, biscoitos, verduras e outros gêneros alimentícios.

Na ocasião, também foram sorteados 80 suplentes, caso haja desistentes ou problemas com a documentação dos convocados na primeira listagem.

Sorteio dos boxes das feiras livres municipais acontece na próxima semana

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Trabalho, Vit. da Conquista | Data: 14 ago 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

PMVC

Será realizado no dia 19 de agosto pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Serviços Públicos (Sesep), o sorteio dos boxes das feiras livres da cidade. O sorteio acontecerá no Ginásio de Esportes Raul Ferraz, às 8 horas.

No total serão sorteados 82 boxes para o comércio de carnes, biscoitos, verduras e outros produtos. Os sorteios ocorrerão de forma separada em cada feira dos Bairros: Brasil, Alto Maron, Patagônia e Centro. Estão participando 164 inscritos e aqueles que não forem contemplados na primeira listagem irão compor uma lista secundária (cadastro reserva), para que sejam convocados em caso de desistência ou anulação.

O secretário de serviços públicos, Luis Paulo Santos, explica que só participarão do sorteio os candidatos devidamente inscritos e que estiverem presentes no local. “O objetivo do Governo Municipal é o de alcançar os trabalhadores que não foram absorvidos pelo mercado de trabalho formal garantindo a eles, de forma democrática, uma forma de sustento.”

No local, os comerciantes contemplados receberão ainda a concessão para o uso imediato dos boxes.

Exposição sobre Feiras Livres da cidade é lançada na Ceasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 28 ago 2017

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: Ascom/Prefeitura/Conteúdo

Exposição “Retratos De Uma Cidade” conta a história de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 24 ago 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Com o objetivo de resgatar a memória cultural de Vitória da Conquista em sua brilhante e corajosa trajetória de empreendedorismo, resistência, trabalho e fé, a Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, em parceria com o Arquivo Público Municipal, lançará o projeto “Retratos de uma Cidade”. As cores do imaginário, e, sobretudo, o estilo, tradições, hábitos e modo de vida do povo conquistense serão contados nesta série de exposições fotográficas que passarão por feiras livres e pela Biblioteca Municipal.

Para isso, o Arquivo Municipal disponibilizará para a exposição acervos e informações históricas da cidade, buscando apresentar a realidade de diferentes momentos, fatos e nuances da história de Vitória da Conquista.

A Exposição itinerante terá início no Ceasa do Centro, neste sábado (26). Já no domingo (27), estará na Feira do Bairro Brasil. Confira a programação completa. …Leia na íntegra

Chuvas melhoram qualidade de alimentos nas feiras livres de Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Sudoeste, Vit. da Conquista | Data: 20 nov 2012

Tags:, ,

Da Redação

Nas feiras livres de Vitória da Conquista, feirantes e consumidores comemoram uma melhoria na qualidade dos alimentos. Resultado das últimas chuvas que começaram a cair desde o início do mês.
Mas as chuvas também chegaram em excesso, o que interferiu em alguns preços. As hortaliças, por exemplo, estão mais caras. O alface que era vendido a R$1,00 está custando agora R$ 1,50. O coentro passou de 0,50 para R$ 1,00. E a tendência, segundo os feirantes, é que esses produtos continuem subindo, já que a abundância de chuvas fez com que muitos produtores perdessem o que plantaram. A situação tem ocorrido principalmente na Lagoa das Flores. …Leia na íntegra