Caixa começa a pagar hoje saque-aniversário do FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 01 abr 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

A partir desta quarta-feira (1º), os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro que aderiram ao saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) podem ter acesso ao dinheiro. Essa modalidade permite a retirada de parte do saldo de qualquer conta ativa ou inativa do fundo a cada ano, no mês de aniversário, em troca de não receber parte do que tem direito em caso de demissão sem justa causa.

O dinheiro poderá ser retirado até 30 de junho. O valor a ser liberado varia conforme o saldo de cada conta em nome do trabalhador. Além de um percentual, ele receberá um adicional fixo, conforme o total na conta. O valor a ser sacado varia de 50% do saldo sem parcela adicional, para contas de até R$ 500, a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil.

Ao retirar uma parcela do FGTS a cada ano, o trabalhador deixará de receber o valor depositado pela empresa caso seja demitido sem justa causa. O pagamento da multa de 40% nessas situações está mantido. As demais possibilidades de saque do FGTS – como compra de imóveis, aposentadoria e doenças graves – não são afetadas pelo saque-aniversário.

O prazo de adesão ao saque-aniversário começou em janeiro. Ao optar pela modalidade, o trabalhador teve de escolher a data em que o valor esteja disponível: 1º ou 10º dia do mês de aniversário. Quem escolheu o 10º dia retirará o dinheiro com juros e atualização monetária sobre o mês do saque.

Acaba hoje prazo para sacar até R$ 998 de cada conta do FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 31 mar 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Os trabalhadores brasileiros têm até esta terça-feira (31) para realizar os saques imediato de até R$ 998 do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Quem não retirar toda a grana terá o montante devolvido para a conta do Fundo de Garantia com juros e correção monetária.

A solicitação do saque imediato pode ser feita diretamente pelo aplicativo da Caixa com a indicação de uma conta corrente para onde os valores serão encaminhados, sem nenhum custo adicional.

Os recursos do saque imediato foram liberados de forma escalonada de setembro a dezembro do ano passado, em um cronograma baseado no mês de nascimento do trabalhador.

O valor usado como referência para o saque imediato é o saldo de cada conta – ativa ou inativa – em 24 de julho do ano passado. Os trabalhadores com saldo acima de R$ 998 nessa data só podem sacar até R$ 500 por conta de FGTS. Quem tinha contas com até R$ 998 – montante equivalente ao salário mínimo no ano passado – pode sacar até esse valor.

Cerca de R$ 15 bilhões do FGTS ainda não foram retirados

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 11 mar 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

Cerca de R$ 15 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ainda não foram sacados pelos trabalhadores, segundo o Ministério da Economia. O Saque Imediato do FGTS foi iniciado no ano passado e vai até 31 de março deste ano.

Segundo a Caixa Econômica Federal, até o dia 9 de março, foram pagos mais de R$ 27,8 bilhões do Saque imediato do FGTS para 59,8 milhões de trabalhadores. A previsão da Caixa, divulgada inicialmente, era de pagamento a 96,4 milhões de trabalhadores, elegíveis ao Saque Imediato, totalizando R$ 42,6 bilhões.

Inicialmente, a medida estabelecia o saque de até R$ 500 por conta do fundo, mas o limite do saque imediato subiu para R$ 998 com a sanção da lei de conversão de medida provisória nº 13.932/2019, no final do ano passado. O limite só subiu para quem tinha saldo de até R$ 998 (valor do salário mínimo, na época) em 24 de julho deste ano. Quem tem saldo acima desse valor na conta do FGTS só poderá retirar os R$ 500 originalmente previstos.

Os clientes da Caixa com conta no FGTS tiveram o valor depositado automaticamente na conta corrente ou poupança. Os saques podem ser feitos nas casas lotéricas e nos terminais de autoatendimento para quem tem senha do Cartão Cidadão. Quem tem Cartão Cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.

As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser esclarecidas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019, disponível 24 horas.

Cerca de 36 milhões pessoas ainda não fizeram o saque imediato do FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 10 mar 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

Fonte:

O prazo para realizar o saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) irá finalizar no dia 31 de março. E 36 milhões de trabalhadores, o que equivale a 38% dos trabalhadores, ainda não receberam o seu dinheiro. O saque do FGTS nesta modalidade foi disponibilizado em 2019. 

O saque imediato se iniciou no mês de setembro do ano passado para os correntistas da Caixa Econômica que tiveram o seu dinheiro creditado automaticamente em conta. Após o fim do prazo em 31 de março, aqueles que ainda não realizaram o saque, independente do mês de aniversário, só podem receber a quantia em caso de doença grave, aposentadoria e no uso para comprar a casa própria.

O dinheiro complementar foi liberado desde o dia 20 de dezembro, mesmo que o trabalhador já tivesse retirado os R$500 de suas contas. Se não fizer o saque do seu saldo até a data limite final, o dinheiro vai retornar para as contas, com a atualização monetárias e juros que correspondem ao período em que estiveram disponíveis para que fossem sacados.

Caixa paga R$ 500 do FGTS para quem tinha mais que R$ 998 na conta

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 07 fev 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

O saque de R$ 500 do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ainda está valendo para quem tinha mais que R$ 998 até julho de 2019, data em que o governo federal anunciou medida provisória para liberação do recurso. De acordo um levantamento da Caixa Econômica Federal, cerca de 38 milhões de trabalhadores que podem resgatar até R$ 998 e ainda não o fizeram.

A regra vale para contas ativas e inativas do fundo, emprego atual e anterior. Por exemplo, se o trabalhador tiver três contas com R$ 500 cada, terá direito de sacar R$ 1.500 no total. O dinheiro está disponível para saque até dia 31 de março de 2020. Porém, quem já sacou os R$ 500, mas tinha até R$ 998 pode solicitar o saque complementar de R$ 498. Lembrando que quem pegar o dinheiro do FGTS agora não perde o direito ao seguro-desemprego em caso de demissão sem justa causa.

Para saber os valores disponíveis para saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, acesse o link www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts. Abaixo da opção de saque imediato clique em “Acesse aqui”. Será solicitado o número do CPF (ou NIS, PIS, PASEP) e a data de nascimento.

Pela página também é possível saber sobre os canais de pagamento e escolher se quer receber notificações em seu celular sobre o saldo do FGTS. Quem tem Cartão Cidadão e senha pode fazer o saque imediato diretamente no caixa eletrônico, quem não tem pode apresentar documento de identificação em uma agência da Caixa.

FGTS: recuperação de não recolhido bate recorde em 2019

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 31 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

EBC

De acordo com o balanço divulgado pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, os auditores fiscais do trabalho conseguiram reaver R$ 6,31 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), não repassados às contas vinculadas dos trabalhadores.

O valor recuperado para o FGTS é 21,3% superior aos R$ 5,2 bilhões devolvidos ao fundo em 2018. O dinheiro revisto é depositado nas contas dos trabalhadores.

A recuperação no ano passado resultou de 46.083 ações de fiscalização. Dos R$ 6,31 bilhões, R$ 1,54 bilhão foram identificados pela força-tarefa de fiscalização em grandes devedores e pelos grupos móveis dedicados exclusivamente à apuração de débitos do FGTS. Por meio do cruzamento eletrônico dos dados declarados pelas empresas em diversos sistemas do governo, foram recuperadosR$ 30,25 milhões.

O recolhimento do FGTS é um direito dos trabalhadores e uma das obrigações dos empregadores no caso de contratações com carteira assinada, temporários, avulsos, trabalhadores rurais e atletas. O valor corresponde a 8% da remuneração paga no mês anterior.

Trabalhadores têm até 31 de março para saque imediato do FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 30 jan 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Os trabalhadores que ainda não realizaram o saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) têm até o dia 31 de março para resgatar o dinheiro. A retirada está liberada desde setembro do ano passado, de acordo com o mês de aniversário do contribuinte.

Para quem tem o saldo de até R$ 998, em contas ativas ou inativas vinculadas ao FGTS, o saque é imediato. Já para os que têm saldo acima desse valor, o limite de saque é de R$ 500 e também vale para cada conta ativa e inativa em nome do trabalhador. O valor base do saldo da conta se refere ao dia 24 de julho do ano passado, quando entrou em vigor a medida provisória liberando o saque.

Conforme dados da Caixa Econômica Federal, 57,9 milhões de trabalhadores já fizeram o saque imediato do FGTS. Um total de R$26,9 bilhões já foram pagos dos R$42,6 bilhões liberados.

Trabalhadores têm até 31 de março para saque imediato do FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 28 jan 2020

Tags:,

Editar imagem

Os trabalhadores que ainda não realizaram o saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) têm até o dia 31 de março para resgatar o dinheiro. A retirada está liberada desde setembro do ano passado, de acordo com o mês de aniversário do contribuinte.

Para quem tem o saldo de até R$ 998, em contas ativas ou inativas vinculadas ao FGTS, o saque é imediato. Já para os que têm saldo acima desse valor, o limite de saque é de R$ 500 e também vale para cada conta ativa e inativa em nome do trabalhador. O valor base do saldo da conta se refere ao dia 24 de julho do ano passado, quando entrou em vigor a medida provisória liberando o saque.

Conforme dados da Caixa Econômica Federal, 57,9 milhões de trabalhadores já fizeram o saque imediato do FGTS. Um total de R$26,9 bilhões já foram pagos dos R$42,6 bilhões liberados.

Saque-aniversário do FGTS pode quintuplicar crédito consignado privado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 10 jan 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

EBC

Entrará em vigor em abril, o saque-aniversário, modalidade de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que tem o potencial de quintuplicar o volume de crédito consignado (com desconto no salário) para os trabalhadores da iniciativa privada. A estimativa foi divulgada pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia.

De acordo com a secretaria, o saque-aniversário deve criar um mercado de até R$ 100 bilhões em recebíveis de crédito nos próximos quatro anos. Os recebíveis representam os recursos de que os bancos podem se apropriar em caso de calote do tomado. A lei que criou o saque-aniversário permite que os trabalhadores usem o dinheiro sacado a cada ano como garantia em operações de crédito.

Os recebíveis do saque-aniversário deverão fazer com que os juros médios caiam para o tomador. Isso porque a garantia de receber parte do saldo do FGTS em caso de inadimplência reduz os riscos para os bancos, que podem cobrar taxas mais baixas.

Multa adicional de 10% do FGTS é extinta

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 02 jan 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte: EBC

Os empregadores deixarão de pagar a multa adicional de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em demissões sem justa causa. A taxa foi extinta pela lei que instituiu o saque-aniversário e aumentou o saque imediato do FGTS, sancionada no último dia 12 pelo presidente Jair Bolsonaro.

A multa extra aumentava, de 40% para 50% sobre o valor depositado no FGTS do trabalhador, a indenização paga pelas empresas nas dispensas sem justa causa. O complemento, no entanto, não ia para o empregado. Os 10% adicionais iam para a conta única do Tesouro Nacional, de onde era repassado ao FGTS, gerido por representantes dos trabalhadores, dos empregadores e do governo.

Criada em junho de 2001 para cobrir os rombos no FGTS deixados pelos Planos Verão (1989) e Collor 1 (1990), a multa adicional de 10% deveria ter sido extinta em junho de 2012, quando a última parcela dos débitos gerados pelos planos econômicos foi quitada. No entanto, a extinção dependia da edição de uma medida provisória e da aprovação do Congresso Nacional.

Em novembro, o governo inclui o fim da multa na Medida Provisória 905, que criou o Programa Verde e Amarelo de emprego para estimular a contratação de jovens. O Congresso, no entanto, inseriu a extinção da multa complementar na Medida Provisória 889, que instituiu as novas modalidades de saque do FGTS.

Termina hoje o prazo de livre troca para saque-aniversário do FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 31 dez 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Termina hoje (31), às 23h59, o prazo para trabalhadores assalariados optarem livremente pela modalidade de saque-aniversário de parcela do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A partir de amanhã (1º de janeiro) o trabalhador continua podendo aderir ao saque-aniversário. No entanto, quem tiver feito a escolha a partir de então terá de esperar pelo menos dois anos para voltar ao saque-rescisão.

Assim como outros bancos, as agências da Caixa Econômica Federal não abrem hoje. A adesão ao saque-aniversário deve ser feita pela internet. Para escolher a modalidade de “saque-aniversário”, o beneficiário deve entrar na seção correspondente, no site do FGTS, ou via aplicativo, disponível para smartphones tablets dos sistemas Android e iOS e para computadores com o sistema Windows.

Após confirmação de cadastramento e antes de optar pelo tipo de saque, a página do FGTS permite simulação do valor que o trabalhador teria direito e informa o período de saque conforme o mês de aniversário de cada correntista.

Em seu site, a Caixa Econômica alerta para o fato de que ao fazer a opção pelo saque-aniversário, “o trabalhador não poderá sacar o total da conta por motivo de demissão, mas tem direito a todas as demais modalidades de saque, incluindo o saque da multa rescisória. Ficam mantidos os saques para a compra da casa própria, doenças graves, aposentadoria e outros casos já previstos anteriormente na Lei”.

Prazo de livre troca para saque-aniversário do FGTS acaba dia 31

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 27 dez 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

EBC

A livre possibilidade de o trabalhador trocar de modalidades de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) acabará nos próximos dias. Até 31 de dezembro, será possível trocar livremente entre o saque-aniversário, retirada anual de parte do saldo no aniversário do trabalhador, e o saque-rescisão, pago somente em demissão sem justa causa.

A partir de 1º de janeiro, o trabalhador continua podendo aderir ao saque-aniversário. No entanto, quem tiver feito a escolha terá de esperar pelo menos dois anos para voltar ao saque-rescisão.

A adesão ao saque-aniversário está liberada desde 1º de outubro. Para escolher a modalidade, o beneficiário deve entrar na seção “saque-aniversário”, na página do FGTS na internet, ou usar o aplicativo FGTS, disponível para smartphones e tablets dos sistemas Android e iOS e para computadores com o sistema Windows.

Caixa libera saque complementar do FGTS nesta sexta-feira(20)

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 20 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Os trabalhadores sem conta na Caixa Econômica Federal nascidos de janeiro a outubro poderão retirar hoje (20) o valor complementar do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Têm direito à retirada complementar os beneficiários com contas ativas ou inativas com saldo de até R$ 998 em 24 de julho.

O trabalhador poderá sacar, de cada conta, até R$ 498, a diferença entre R$ 500 e R$ 998. As retiradas poderão ser feitas pelos mesmos canais onde o trabalhador retirou os R$ 500 do saque imediato nos últimos meses.

Os clientes da Caixa com conta no FGTS terão o valor depositado automaticamente na conta corrente ou poupança. Quem nasceu em novembro e dezembro terá até R$ 998 creditado de uma vez. Quem nasceu nos outros meses receberá a diferença entre R$ 500 e R$ 998, caso tenha direito.

Nascidos em novembro e dezembro sem conta na Caixa podem sacar FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 18 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

A Caixa Econômica Federal libera nesta quarta-feira (18), mais uma etapa do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 998 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em novembro e dezembro sem conta no banco poderão retirar o dinheiro.

Os que tëm saldo acima de R$ 998 em 24 de julho só terão direito ao saque imediato de até R$ 500 por conta de FGTS. Somente aqueles com até um salário mínimo (R$ 998) na conta do FGTS na mesma data poderão sacar até R$ 998. Dessa forma, um trabalhador que tinha R$ 998 numa conta do FGTS e R$ 1 mil em outra conta em 24 de julho só poderá receber R$ 998 da primeira conta e R$ 500 da segunda.

Os trabalhadores nascidos em outros meses do ano que já sacaram os R$ 500 da conta só poderão retirar o valor complementar – diferença entre R$ 500 e R$ 998 – na próxima sexta-feira (20), caso tenham direito. O saque poderá ser feito pelos mesmos canais de pagamento da primeira etapa do saque imediato.

O pagamento de recursos do FGTS começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Para esses trabalhadores, o valor será depositado também na sexta-feira. Quem nasceu em novembro e dezembro receberá o valor integral na conta. Quem nasceu em outros meses receberá o valor complementar, se tiver direito.

Aumento do saque do FGTS para R$ 998 vai beneficiar 10 milhões de pessoas

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 13 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte:M1

Nesta quinta-feira (12), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, declarou que, com a mudança do do limite de saque-imediato do FGTS de R$ 500 para R$ 998, serão liberados R$ 2,5 bilhões até o Natal para 10 milhões de trabalhadores.

A principal alteração é que quem tinha até um salário mínimo (R$ 998) na conta do FGTS em 24 de julho, quando a medida entrou em vigor, pode sacar esse valor todo, ao invés de só até R$ 500. “Estamos prontos (para fazer esses pagamentos). Já havíamos nos preparado para isso. A medida vai beneficiar 10 milhões de pessoas e injetará R$ 2,5 bilhões na Economia. Temos a total capacidade de realizar os pagamentos antes do Natal”, afirmou Guimarães.

Saque complementar do FGTS será liberado no próxima semana

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 13 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

A partir da próxima sexta-feira (20), a Caixa Econômica Federal vai liberar o saque complementar do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Mais de 10 milhões de pessoas serão beneficiada.

Terá direito ao saque extra quem tiver alguma conta de FGTS, ativa ou inativa, cujo saldo era de até R$ 998 (atual valor do salário mínimo) em 24 de julho deste ano. Quem tiver saldo acima desse valor na conta do FGTS só poderá retirar os R$ 500 originalmente previstos. O limite vale para cada conta, separadamente.

Dessa forma, um trabalhador que tinha R$ 998 numa conta do FGTS e R$ 1 mil em outra conta até 24 de julho só poderá sacar R$ 998 da primeira conta e R$ 500 da segunda. Nesse caso, se o trabalhador tiver retirado R$ 500 de cada conta na primeira etapa do saque imediato, poderá sacar os R$ 498 restantes da primeira conta e não poderá retirar mais nada da segunda.

Para saber se tem direito ao saque adicional, o trabalhador deve consultar o extrato do FGTS na página na Caixa na internet. A consulta também pode ser feita no aplicativo FGTS, disponível nos smartphones dos sistemas operacionais Android, iOS e em computadores com o sistema Windows.

Nascidos em setembro e outubro sem conta na Caixa podem sacar FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 06 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_black_friday-1.gif

Começa nesta sexta-feira(06), pela Caixa Econômica Federal mais uma etapa de liberação do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em setembro e outubro sem conta no banco poderão retirar o dinheiro.

O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia até o fim do ano.

Originalmente, o saque imediato iria até março, mas o banco antecipou o cronograma, e todos os trabalhadores receberão o dinheiro este ano.

Nova remessa do FGTS deve ser liberada nesta sexta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 03 dez 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_black_friday-1.gif

A Caixa Econômica Federal, deve liberar nesta sexta-feira, mais um lote de pagamento do saque-imediato do FGTS. O valor disponível é de até R$ 500 para contas ativas e inativas, podendo chegar a R$ 1.500. Clientes que possuem conta no banco já receberam o valor automaticamente.

A medida do governo Bolsonaro que busca aquecer a economia e o mercado. Osaque-imediado está disponível para cerca de 4,6 milhões e os valores totais chegam a quase 1,68 bilhão.

Até o momento, trabalhadores que não são correntistas da Caixa que fazem aniversário entre janeiro a agosto já podem realizar o saque.

Nascidos em junho e julho sem conta na Caixa podem sacar FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 22 nov 2019

Tags:, , , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

A Caixa Econômica Federal libera nesta sexta-feira (22), mais uma etapa de do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em junho e julho – sem conta no banco – poderão retirar o dinheiro.

O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia brasileira até o fim do ano.

Originalmente, o saque imediato iria até março, mas o banco antecipou o cronograma, e todos os trabalhadores receberão o dinheiro este ano.

Novo saque do FGTS será liberado nesta sexta-feira, dia 22

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 20 nov 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Trabalhadores nascidos em junho e julho poderão sacar até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa do FGTS, a partir do do dia 22 de novembro, sexta-feira. Para clientes da Caixa, os saques iniciaram em 13 de setembro. Para clientes de outros bancos começaram em 18 de outubro.

Os valores estarão disponíveis até 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até as datas previstas no calendário, os valores retornam para a conta de FGTS do trabalhador.

O calendário de saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) foi organizado de acordo com o mês de aniversário do trabalhador. Desta forma, é permitido que o trabalhador saque de todas as suas contas.

Confira o calendário de saques:

…Leia na íntegra